Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Categoria: Alimentação
A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

De acordo com o Centro de Terapias Naturais, “curar”, da Dra Teresa Baptista, especialista em medicina Chinesa, a nutrição deve ser planeada de acordo com o tipo de sangue. Diz a medicina chinesa que o tipo o é o tipo de sangue mais antigo e mais básico, sendo o sobrevivente de topo da cadeia alimentar, com um forte e agressivo sistema imunológico, capaz de destruir qualquer um, amigo ou inimigo. Pessoas deste tipo de sangue, dão-se bem com o exercício físico intenso e com a proteína animal.


Relativamente ao aumento e à perda de peso, os conselhos dados para as pessoas do tipo de sangue O, são os seguintes:
Para haver uma perda de peso, deve haver uma restrição no consumo de grãos, pães, legumes e feijões (incluem-se também as lentilhas e todos os tipos de feijão). Deverá também procurar-se alimentos à base de trigo, sem presença de glúten.
Outro problema que surge com as pessoas deste tipo de sangue, é a maior tendência que apresentam para terem níveis baixos da hormona tiroideia (hipotiroidismo). Os sintomas do hipotiroidismo são a retenção de líquidos, perda muscular, fadiga e aumento de peso. Deste modo, os frutos do mar, ricos em iodo, são bons para regular a função da tiróide.


O organismo das pessoas de tipo de sangue O, não se adaptam aos produtos lácteos.
Todos os alimentos que contenham proteína animal são adequados para este grupo sanguíneo, de modo que todos os tipos de carnes e frutos do mar podem ser digeridos por estas pessoas. Deve é haver um equilíbrio entre o consumo de proteínas e vitaminas, resultantes das frutas e de certas verduras, para que não ocorra uma superacidificação no estômago, causado pelo excesso de proteínas animais, o que pode causar ulceras e irritação da mucosa estomacal.
Os ovos, podem ser comidos à vontade, bem como os óleos de oliveira e de linhaça, pois ajudam o coração, as artérias, e a reduzir o colesterol.


As frutas secas e as sementes, devem ser evitadas, se se pretende emagrecer. E as frutas secas, podem causar problemas digestivos, de modo que devem ser bem mastigadas, ou comidas em forma de pastas.
Os cereais de trigo integral possuem lecitinas que reagem contra este grupo sanguíneo, dificultando a actividade do sistema digestivo, de modo que devem ser evitados.
Pães e bolos à base de trigo também devem ser evitados, sendo que as massas feitas de trigo sarraceno, raiz de girassol ou farinha de arroz, se tornam as melhores opções para este grupo.
Algumas verduras como a couve, a couve Bruxelas, couve flor e mostarda, inibem a função da tiróide, sendo que as verduras ricas em vitamina k se tornam as mais benéficas: falamos de espinafres, alface roxa, brócolos e couve galega. Esta vitamina ajuda na coagulação do sangue, já que pessoas deste grupo apresentam factores de coagulação diminuídos.


As ameixas secas e frescas e os figos são muito benéficos porque as frutas de cor vermelha escura, azul e roxa provocam acção alcalina em vez de ácida no aparelho digestivo. Como este tipo de sangue tem muita acidez, precisa equilibrar essa acidez com produtos alcalinos. O melão, por exemplo, apesar de ser alcalino, contem fungos aos quais o tipo de sangue O é muito sensível. Os sumos de verduras também são mais indicados do que sumos de frutos, devido à sua alcalinidade. É de evitar sumos ricos em açúcar, com os de maçã ou sidra. O sumo de abacaxi é eficaz para evitar a retenção de líquidos e consequente aumento de peso.
Temperos à base de algas marinhas são bons, por serem ricos em iodo. A salsa é um calmante e a pimenta branca é irritante para o estômago. Adoçantes como mel, o chocolate e o açúcar não são prejudiciais, mas devem ser consumidos com moderação.
Deve consumir-se molhos com pouca gordura, e evitar o ketchup e os pickles, pois têm grande quantidade de vinagre, pois o vinagre irrita severamente a mucosa do estômago.


Os chás são bons para este grupo, pois aumentam as defesas contra as deficiências naturais, acalmando os sistemas digestivo e imunológico.
O café também deve ser evitado pois aumenta os níveis de acidez no estômago. O chá verde é a melhor alternativa para substituir o café.
Para finalizar, este grupo sanguíneo sofre com o stress, por isso é aconselhável a prática de exercícios regulares, que ajudam na boa disposição, no alivio das tensões musculares, no equilíbrio emocional, no aumento da auto estima, e no controle do peso.


Liliana Félix Leite

Título: A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Autor: Liliana Félix Leite (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios