Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Categoria: Alimentação
A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

De acordo com o Centro de Terapias Naturais, “curar”, da Dra Teresa Baptista, especialista em medicina Chinesa, a nutrição deve ser planeada de acordo com o tipo de sangue. Diz a medicina chinesa que o tipo o é o tipo de sangue mais antigo e mais básico, sendo o sobrevivente de topo da cadeia alimentar, com um forte e agressivo sistema imunológico, capaz de destruir qualquer um, amigo ou inimigo. Pessoas deste tipo de sangue, dão-se bem com o exercício físico intenso e com a proteína animal.


Relativamente ao aumento e à perda de peso, os conselhos dados para as pessoas do tipo de sangue O, são os seguintes:
Para haver uma perda de peso, deve haver uma restrição no consumo de grãos, pães, legumes e feijões (incluem-se também as lentilhas e todos os tipos de feijão). Deverá também procurar-se alimentos à base de trigo, sem presença de glúten.
Outro problema que surge com as pessoas deste tipo de sangue, é a maior tendência que apresentam para terem níveis baixos da hormona tiroideia (hipotiroidismo). Os sintomas do hipotiroidismo são a retenção de líquidos, perda muscular, fadiga e aumento de peso. Deste modo, os frutos do mar, ricos em iodo, são bons para regular a função da tiróide.


O organismo das pessoas de tipo de sangue O, não se adaptam aos produtos lácteos.
Todos os alimentos que contenham proteína animal são adequados para este grupo sanguíneo, de modo que todos os tipos de carnes e frutos do mar podem ser digeridos por estas pessoas. Deve é haver um equilíbrio entre o consumo de proteínas e vitaminas, resultantes das frutas e de certas verduras, para que não ocorra uma superacidificação no estômago, causado pelo excesso de proteínas animais, o que pode causar ulceras e irritação da mucosa estomacal.
Os ovos, podem ser comidos à vontade, bem como os óleos de oliveira e de linhaça, pois ajudam o coração, as artérias, e a reduzir o colesterol.


As frutas secas e as sementes, devem ser evitadas, se se pretende emagrecer. E as frutas secas, podem causar problemas digestivos, de modo que devem ser bem mastigadas, ou comidas em forma de pastas.
Os cereais de trigo integral possuem lecitinas que reagem contra este grupo sanguíneo, dificultando a actividade do sistema digestivo, de modo que devem ser evitados.
Pães e bolos à base de trigo também devem ser evitados, sendo que as massas feitas de trigo sarraceno, raiz de girassol ou farinha de arroz, se tornam as melhores opções para este grupo.
Algumas verduras como a couve, a couve Bruxelas, couve flor e mostarda, inibem a função da tiróide, sendo que as verduras ricas em vitamina k se tornam as mais benéficas: falamos de espinafres, alface roxa, brócolos e couve galega. Esta vitamina ajuda na coagulação do sangue, já que pessoas deste grupo apresentam factores de coagulação diminuídos.


As ameixas secas e frescas e os figos são muito benéficos porque as frutas de cor vermelha escura, azul e roxa provocam acção alcalina em vez de ácida no aparelho digestivo. Como este tipo de sangue tem muita acidez, precisa equilibrar essa acidez com produtos alcalinos. O melão, por exemplo, apesar de ser alcalino, contem fungos aos quais o tipo de sangue O é muito sensível. Os sumos de verduras também são mais indicados do que sumos de frutos, devido à sua alcalinidade. É de evitar sumos ricos em açúcar, com os de maçã ou sidra. O sumo de abacaxi é eficaz para evitar a retenção de líquidos e consequente aumento de peso.
Temperos à base de algas marinhas são bons, por serem ricos em iodo. A salsa é um calmante e a pimenta branca é irritante para o estômago. Adoçantes como mel, o chocolate e o açúcar não são prejudiciais, mas devem ser consumidos com moderação.
Deve consumir-se molhos com pouca gordura, e evitar o ketchup e os pickles, pois têm grande quantidade de vinagre, pois o vinagre irrita severamente a mucosa do estômago.


Os chás são bons para este grupo, pois aumentam as defesas contra as deficiências naturais, acalmando os sistemas digestivo e imunológico.
O café também deve ser evitado pois aumenta os níveis de acidez no estômago. O chá verde é a melhor alternativa para substituir o café.
Para finalizar, este grupo sanguíneo sofre com o stress, por isso é aconselhável a prática de exercícios regulares, que ajudam na boa disposição, no alivio das tensões musculares, no equilíbrio emocional, no aumento da auto estima, e no controle do peso.


Liliana Félix Leite

Título: A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Autor: Liliana Félix Leite (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios