Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Categoria: Alimentação
A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

De acordo com o Centro de Terapias Naturais, “curar”, da Dra Teresa Baptista, especialista em medicina Chinesa, a nutrição deve ser planeada de acordo com o tipo de sangue. Diz a medicina chinesa que o tipo o é o tipo de sangue mais antigo e mais básico, sendo o sobrevivente de topo da cadeia alimentar, com um forte e agressivo sistema imunológico, capaz de destruir qualquer um, amigo ou inimigo. Pessoas deste tipo de sangue, dão-se bem com o exercício físico intenso e com a proteína animal.


Relativamente ao aumento e à perda de peso, os conselhos dados para as pessoas do tipo de sangue O, são os seguintes:
Para haver uma perda de peso, deve haver uma restrição no consumo de grãos, pães, legumes e feijões (incluem-se também as lentilhas e todos os tipos de feijão). Deverá também procurar-se alimentos à base de trigo, sem presença de glúten.
Outro problema que surge com as pessoas deste tipo de sangue, é a maior tendência que apresentam para terem níveis baixos da hormona tiroideia (hipotiroidismo). Os sintomas do hipotiroidismo são a retenção de líquidos, perda muscular, fadiga e aumento de peso. Deste modo, os frutos do mar, ricos em iodo, são bons para regular a função da tiróide.


O organismo das pessoas de tipo de sangue O, não se adaptam aos produtos lácteos.
Todos os alimentos que contenham proteína animal são adequados para este grupo sanguíneo, de modo que todos os tipos de carnes e frutos do mar podem ser digeridos por estas pessoas. Deve é haver um equilíbrio entre o consumo de proteínas e vitaminas, resultantes das frutas e de certas verduras, para que não ocorra uma superacidificação no estômago, causado pelo excesso de proteínas animais, o que pode causar ulceras e irritação da mucosa estomacal.
Os ovos, podem ser comidos à vontade, bem como os óleos de oliveira e de linhaça, pois ajudam o coração, as artérias, e a reduzir o colesterol.


As frutas secas e as sementes, devem ser evitadas, se se pretende emagrecer. E as frutas secas, podem causar problemas digestivos, de modo que devem ser bem mastigadas, ou comidas em forma de pastas.
Os cereais de trigo integral possuem lecitinas que reagem contra este grupo sanguíneo, dificultando a actividade do sistema digestivo, de modo que devem ser evitados.
Pães e bolos à base de trigo também devem ser evitados, sendo que as massas feitas de trigo sarraceno, raiz de girassol ou farinha de arroz, se tornam as melhores opções para este grupo.
Algumas verduras como a couve, a couve Bruxelas, couve flor e mostarda, inibem a função da tiróide, sendo que as verduras ricas em vitamina k se tornam as mais benéficas: falamos de espinafres, alface roxa, brócolos e couve galega. Esta vitamina ajuda na coagulação do sangue, já que pessoas deste grupo apresentam factores de coagulação diminuídos.


As ameixas secas e frescas e os figos são muito benéficos porque as frutas de cor vermelha escura, azul e roxa provocam acção alcalina em vez de ácida no aparelho digestivo. Como este tipo de sangue tem muita acidez, precisa equilibrar essa acidez com produtos alcalinos. O melão, por exemplo, apesar de ser alcalino, contem fungos aos quais o tipo de sangue O é muito sensível. Os sumos de verduras também são mais indicados do que sumos de frutos, devido à sua alcalinidade. É de evitar sumos ricos em açúcar, com os de maçã ou sidra. O sumo de abacaxi é eficaz para evitar a retenção de líquidos e consequente aumento de peso.
Temperos à base de algas marinhas são bons, por serem ricos em iodo. A salsa é um calmante e a pimenta branca é irritante para o estômago. Adoçantes como mel, o chocolate e o açúcar não são prejudiciais, mas devem ser consumidos com moderação.
Deve consumir-se molhos com pouca gordura, e evitar o ketchup e os pickles, pois têm grande quantidade de vinagre, pois o vinagre irrita severamente a mucosa do estômago.


Os chás são bons para este grupo, pois aumentam as defesas contra as deficiências naturais, acalmando os sistemas digestivo e imunológico.
O café também deve ser evitado pois aumenta os níveis de acidez no estômago. O chá verde é a melhor alternativa para substituir o café.
Para finalizar, este grupo sanguíneo sofre com o stress, por isso é aconselhável a prática de exercícios regulares, que ajudam na boa disposição, no alivio das tensões musculares, no equilíbrio emocional, no aumento da auto estima, e no controle do peso.


Liliana Félix Leite

Título: A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

Autor: Liliana Félix Leite (todos os textos)

Visitas: 0

0 

Comentários - A alimentação segundo o tipo de sangue – o caso do tipo O

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios