Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Região Autónoma dos Açores

Região Autónoma dos Açores

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Visitas: 2
Comentários: 1
Região Autónoma dos Açores

A região autónoma dos Açores é um arquipélago de origem vulcânica localizado no Atlântico Norte, constituído por nove ilhas integradas em três grupos: Santa Maria e S. Miguel formam o grupo oriental, Terceira, Graciosa, S. Jorge, Pico (ilha qual se localiza o ponto mais alto do arquipélago, homónimo da ilha, com 2352m de altura) e Faial perfazem o grupo central e, por último, Flores e Corvo constituem o grupo ocidental. Em S. Miguel fica a maior cidade açoriana, Ponta Delgada. Ocupando uma área de 2247km quadrados, as ilhas mais afastadas do arquipélago distanciam 600km entre si.

A atividade vulcânica conferiu às ilhas o seu aspeto singular pelo qual são acarinhadas, sendo características como o acidentado relevo de origem vulcânica, as caldeiras originadas pelo abatimento de terras no cimo dos cones (algumas das quais contêm lagoas, como a conhecida lagoa das Sete Cidades) alguns dos elementos atrativos dos Açores. Pelas suas características particulares ao nível dos ecossistemas, da fauna e da flora, o arquipélago dos Açores conta com diversas áreas protegidas.

Assinaladas desde 1427 e povoadas menos de duas décadas depois, inicialmente por portugueses e posteriormente por europeus e até africanos do norte, a população açoriana começou a diminuir há já várias décadas, resultado do movimento emigratório tendo por alvo a América Do Norte – Os Estados Unidos e o Canadá. O continente americano está, de resto, mais ao alcance, em termos de distância, dos açorianos que o território continental português. Nos últimos anos, no entanto, a população açoriana tem vindo a crescer, aumento que se verifica mais numas ilhas que noutras, sendo sentido sobretudo na ilha de S. Miguel, que alberga a maior cidade do arquipélago.

Com o aumento recente, de há cerca de duas décadas a esta parte, da oferta de alojamento nos Açores, as ilhas têm-se tornado um ponto de atração turística para os portugueses do continente, pese embora os elevados custos do transporte aéreo para o arquipélago. Apesar do clima, que é húmido, e das chuvas que são frequentes, a atração pelas paisagens açorianas, com as suas maravilhas naturais, é grande. Atualmente, porém, resultado da crise económica que estreita o poder de compra, calcula-se que a procura pelas maravilhas dos Açores diminua, o que de resto parece já estar a acontecer.

Sofia Nunes

Título: Região Autónoma dos Açores

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 2

605 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 05:39:35

    Fantástico! Adorei conhecer mais da região autônoma de Açores.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Região Autónoma dos Açores

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios