Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Ecoturismo em Nice – França

Ecoturismo em Nice – França

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 1
Ecoturismo em Nice – França

Capital da Côte dÁzur, em boa medida por ser a cidade de eleição da aristocracia (por exemplo, da viúva do czar Nicolau Im, em 1856, e da rainha Vitória, em 1895), Nice é também, simplesmente, o balneário mor da costa mediterrânica e a quinta maior cidade de França, com o segundo aeroporto mais movimentado do país. Fundada por Gregos e colonizada por Romanos, apresenta um clima de inverno temperado e exibe uma atrativa vegetação subtropical.

Nice tem para oferecer aos visitantes, mais do que a esplendorosa Natureza banhada com sol 300 dias por ano, belos museus, praias muito agradáveis, um ambiente aprazível nas ruas, monumentos espalhados por todo o lado, parques fantásticos, restaurantes ótimos e um Carnaval de 18 dias (!) que culmina com fogo de artifício e a famosa Batalha das Flores.

A catedral ortodoxa russa de São Nicolau, erigida pelo czar Nicolau II nos primeiros anos do século xx, com decorações e ornamentos de grande requinte e beleza, traduz tão-somente a estrutura ortodoxa mais imponente fora da Rússia. Naturalmente por se tratar de um local de respeito, não é permitida a entrada a pessoas trajando calções ou mini-saia!

A Place Massena é uma praça que, embora situada no centro da cidade, aporta um certo aconchego e propicia uma atmosfera favorável a uma boa conversa, a umas comprinhas em lojas de produtos regionais ou em grandes superfícies, ou apenas a contemplação da agitação de um dos bares e restaurantes típicos.

A Ópera de Nice é um teatro que costuma acolher os mais admiráveis espetáculos musicais do globo. Assistir a um recital neste local é quase obrigatório.

O mercado de flores Cours Saleya constitui uma das atrações mais badaladas de Nice, com inúmeros cafés e lojas de lembranças em redor. Para além das flores, o mercado faculta alimentos da região e, às segundas–feiras, ocorre uma feira de antiguidades.

A Avenue Promenade des Anglais, avenida que rodeia o Mar Mediterrâneo, convida a longos passeios e até a umas corridinhas para manter a forma. Os turistas misturam-se com os nativos, e o pôr do sol é algo que nem uns nem outros querem perder.

O Museu Matisse (inaugurado em 1963, que ostenta a coleção de obras</a> de pintura deixadas por Henri Matisse à cidade de Nice) e o Museu das Belas Artes (detentor de uma compilação de trabalhos de artistas franceses do século xix e de peças de J. B. Carpeaux, Rude e Rodin, para além de uma galeria dedicada ao período designado como Belle Époque) são outros motivos de interesse que vale a pena explorar.

No Museu da Mensagem Bíblica de Marc Chagall homenageia-se este russo, um dos maiores pintores da História. Dezassete grandes telas ilustram os dois primeiros livros da Bíblia, dando corpo a um dos projetos do artista, denominado «Mensagem Bíblica», que haveria de emprestar o nome ao museu, inaugurado em 1973.


Maria Bijóias

Título: Ecoturismo em Nice – França

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

798 

Imagem por: mbell1975

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 06:35:00

    Grata pelas sugestões de atrações turísticas em Nice, na França.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Ecoturismo em Nice – França

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: mbell1975

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios