Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Aprenda a retirar a maquilhagem

Aprenda a retirar a maquilhagem

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 1
Aprenda a retirar a maquilhagem

Uma mulher não fica necessariamente mais bonita se estiver maquilhada. Se tiver a sorte de ter uma pele brilhante, macia, sem marcas de borbulhas ou pequeninas imperfeições, sem ruguinhas irritantes e permanentes, é de facto uma mulher feliz. Uma deusa, sem igual nem comparação. Peles e faces assim são coisa rara, aliás, raríssima e desengane-se quem julga que determinada atriz de cinema é assim. Todas somos reais, e acredite, aquela estrela de cinema acorda tão ou mais desgadelhada quanto você.

Assim, e como somos todos filhos do mesmo Universo, todas precisamos de um pequeno arranjo, cuidado, capricho, enfim, um retoque.

Mais não seja um pequeno rímel, ou um batom para dar uma corzinha.

Uma mulher produzida, desde que com os devidos cuidados e dentro de limites é sempre mais agradável tanto à vista dos outros, como à sua própria vista. Exageros por norma não são permitidos e como a tendência de quem exagero é continuar sempre a fazê-lo, chegará a uma altura que a cara mais vai parecer um carnaval.

Em qualquer das situações, os cuidados de maquilhagem devem ser os mesmos. Boas marcas e produtos conhecidos do mercado. Coisas raras podem trazer surpresas desagradáveis.

Mas se é necessário ter cuidados com a forma como nos maquilhamos, os cuidados como retiramos todo o Picasso (por muito pouco que seja) da nossa cara tem uma importância ainda maior.

Antes mais, a pele precisa de respirar. A necessidade da pele respirar e a nossa permissão evitam e retardam rugas de expressão e de velhice, atenuam marcas de rosto e evitam borbulhas e acne.

Se é utilizadora assídua de base e de pó, a importância de se desmaquilhar é fundamental. Á noite, a pele tem de descansar, tal como todas as outras partes do corpo.

Como o deve fazer então? Pode ser trabalhoso, mas vale sempre a pena.

Em primeiro lugar, lave bem a cara. Com água corrente e sabão. Existe no mercado vários sabonetes que servem exatamente para isto. Não ardem nos olhos e ajudam a retirar toda a pintura da cara.

Depois, limpe a cara com toalhitas desmaquilhantes. Com pouco álcool, estas toalhitas ajudam a retirar o resto do rímel que se aloja nas zonas junto aos olhos. A limpeza deverá ser feita em toda a zona que por norma é submetida a maquilhagem. Por exemplo se costuma aplicar a base um pouco mais abaixo do queixo, esta zona também ser trabalhada.

De seguida e com um pouco de algodão, passe um pouco de tónico desmaquilhante. Além de retirar os restinhos que ainda possa ter de pinturas, vai ajudar a abrir os poros para hidratar a pele.

Por último, um creme de noite para tranquilizar a pele de toda a limpeza feita. Pronta agora para ir dormir?



Carla Horta

Título: Aprenda a retirar a maquilhagem

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

662 

Imagem por: Bergdorf Brunette

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    10-09-2014 às 04:11:12

    Não durmo sem retirar a maquiagem. Também não pode ser retirado de qualquer jeito, pois pode ocasionar sérios problemas. Tem que saber retirar e de maneira correta.

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda a retirar a maquilhagem

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Bergdorf Brunette

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios