Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Dicas para acabar com a caspa

Dicas para acabar com a caspa

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 4
Comentários: 1
Dicas para acabar com a caspa

A caspa é um problema que surge frequentemente em pessoas de todas as idades. E, segundo a opinião dos dermatologistas quase toda a gente a tem em maior ou menor grau.
Os problemas relacionadas com ela são a comichão na cabeça que se torna bastante desagradável bem como inestética à vista.

Pode ser considerada uma doença, chamada dermatite seborreica, se o couro cabeludo estiver irritado, com descamação abundante e manchas avermelhadas, ao longo do pescoço. Neste caso torna-se imprescindível ir ao médico para fazer medicação adequada.
No dia-a dia, não se deve ignorar a caspa, nem muito menos coçar a cabeça. Este gesto, se repetido pode provocar ferimentos na cabeça e acabar numa infeção.

Para minimizar o desconforto da caspa e acabar com ela deve:

lavar-se com frequência o cabelo, todos os dias se necessário, para controlar melhor a caspa, com um champô suave.
A caspa é frequentemente provocada devido a um couro cabeludo demasiado oleoso, por isso se deve usar champô diluido em água destilada, para ficar mais suave.

Se ela persistir com champô suave deve mudar-se para um anticaspa, que contenha sulfureto de selénio ou zinco, que atuam eficazmente e atrasam a multiplicação das células do couro cabeludo. Os champõs de enxofre e ácido salicílico libertam as escamas e os antibacterianos reduzem as hipóteses de infeção. Aqueles que contêm alcatrão atrasam o crescimento das células.

Se a caspa for intensa o ideal é usar alcatrão, no entanto deve deixar-se atuar o champô por cinco ou dez minutos. O seu cheiro é um pouco intenso mas atualmente já existem alguns mais agradáveis.
Se os champõs forem demasiado agressivos para o tipo de cabelo, deve alternar-se com um mais suave.

O importante para o champõ surtir efeito é aplicar sempre duas camadas, ou seja pode colocar-se uma camada quando se entra no duche e a outra no final. Depois é só retirar com muita água para não deixar resíduos.

Há quem goste de colocar uma touca e deixar o champô, mais tempo no cabelo molhado. Claro que é uma boa opção, para curar mais rápido.
Contudo os champôs podem não ser tão bons para algumas pessoas. O ideal é experimentar primeiro e se não fizer efeito mudar para outro. O ato de massajar suavemente o couro cabeludo, quando se aplca o champõ é benéfico, pois ajuda a soltar as películas mais graves da caspa.

Para além destes cuidados deve ainda usar-se tomilho em infusão com frequência. Depois de o ferver em água, deve deitar-se a mistura no cabelo molhado e lavado.
Por vezes os champõs anticaspa são um pouco agressivos e por isso deve também usar-se um amaciador para neutralizar o seu efeito.Pode ainda optar-se por um óleo suave, tapando com uma touca durante trinta minutos.

O sol é cnsiderado bom para a caspa, de modo que uma ligeira exposição de luz ultravioleta direta tem um efeito anti-inflamatório em peles com escamas. A tendência é para a caspa melhorar no verão.

As emoções também desencadeiam e agravam as condições da pele, tal como a caspa e dermatites. O ideal é eliminar o stress e fazer exercícios físicos para acalmar.
Quem sofre deste problema com frequência deve investir em produtos benéficos, eliminar os nervos e emoções e apanhar uns raios de sol.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Dicas para acabar com a caspa

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 4

767 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    10-09-2014 às 16:15:39

    Já tive caspa e sei bem como é. Uma das coisas que fiz foi usar um anticaspa e foi bem eficiente. Usei durante um longo período e fiquei mais aliviada!

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para acabar com a caspa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios