Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Leia para viver!

Leia para viver!

Categoria: Literatura
Visitas: 4
Comentários: 1
Leia para viver!

Há quem diga que o cérebro humano tem dois lados para que um vigie o outro. Esta filosofia de “alcofa” não dará senão vontade de rir, mas parece ser científico que a leitura estimula a massa cinzenta e desenvolve o intelecto. Claro que há aquelas pessoas a quem se tem de explicar tudo por extenso, porque são incapazes de decifrar o que quer que seja por si próprias. Esta incapacidade pode prender-se com a falta de treino do raciocínio, uma insuficiência cognitiva ou, mais vulgarmente, com o não querer esforçar-se demasiado. De certo modo, é compreensível… Ainda algum “fusível” começava a arder ou assim! E depois, com engrenagens tão perras da falta de uso, seria insuportável o cheiro a esturro…

Os psicólogos e pedagogos aconselham os pais e educadores a estimularem o gosto pela leitura nas crianças desde tenra idade. Efectivamente, este pode constituir um hábito salutar entranhado subtilmente no quotidiano dos mais novos, que só lhes aportará vantagens. Se ler se tornar num costume para os jovens, o estudo não representará, com certeza, aquele empinanço chato e sem sentido que, por tradição, arrepia os cabelos só de pensar, mas apresentar-se-á como uma tarefa prazenteira, que fornece conhecimentos interessantes ao mesmo tempo que interpela e aguça o espírito crítico. Para estes, os professores não serão iguaizinhos ao termómetro… porque não os farão gelar com um zero!

Efectivamente, há toda uma magia contida nos livros e demais publicações. A cada página é lançado o desafio de entrar no mundo do autor, “vestir” a sua “pele” e tentar compreender em profundidade o sentido das suas narrações, e também do que ficou por dizer, se tal se considerar como intencional. Podem detectar-se pormenores que escapariam a uma leitura apressada ou superficial. Conseguem assinalar-se silêncios em palavras que não são para ser ditas. Pressentem-se apreensões, dificuldades, medos, alegrias, vitórias e fracassos.

Encontram-se rasuras corrigidas, resenhas de conteúdo diverso, hesitações, reflexões de horas e horas. Percebe-se um grande exercício de ascética. A par de uma marcante experiência de tudo o que é vida.

Ninguém escreve com qualidade sobre nada. A substância do que se redige advém do que se vê, pensa, ouve, sente e lê! Portanto, se escrever pressupõe viver, viver pressupõe ler a vida como ela é. Nesta perspectiva, a literatura pode ajudar e muito. Não é preciso devorar enciclopédias; basta saber escolher uma boa leitura, que dignifique quem escreveu e quem vai ler! Se é mais leve ou mais densa, tanto faz. Estando de carro…



Maria Bijóias

Título: Leia para viver!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

602 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    12-09-2012 às 20:50:47

    se ler desenvolve a nossa massa cinzenta, fico mais sossegada, pois leio muito. a leitura faz parte da minha vida. é como água, se não beber fico com dor de cabeça. no caso da minha mãe, por exemplo, se não beber café fica com dor de cabeça. cada um com os seus vícios. o meu maior vicio é a leitura e fico muito orgulhosa de o dizer. gosto de estimular quem está à minha volta.

    ¬ Responder

Comentários - Leia para viver!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios