Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > “Fuck it”, um livro que revoluciona a sua forma de viver…

“Fuck it”, um livro que revoluciona a sua forma de viver…

Categoria: Literatura
Visitas: 14
“Fuck it”, um livro que revoluciona a sua forma de viver…

Na maior parte das vezes, sem que nos apercebamos, acabamos por limitar grande parte das nossas atitudes. John C. Parkin ensina-nos a parar de lutar e a ser mais genuíno, considerando esta a fórmula para uma vida mais saudável. Por mais absurdo que possa parecer, “Fuck it” é um livro que pode mudar a sua vida, se seguir os dez passos que o autor sugere. Tudo não passa de uma questão de perceber o que é realmente importante e perceber que o que é hoje já pode não ser amanhã… Assim, ao dizer “que se lixe” apreciará mais a simplicidade das coisas e mais depressa encontrará a liberdade que há tanto deseja e que por muitas vezes fica esquecida. Vai ver como pequenas decisões podem fazer muita diferença e que não é assim tão difícil de seguir as indicações do escritor:

1. Logo para começar desista de fazer o que não quer. Certamente foram muitas as vezes que se forçou a ter determinadas atitudes e comportamentos somente para agradar a alguém, quando na verdade nem se sentia muito à vontade com tal situação. Mude de atitude e aja somente de acordo com os seus princípios;

2. Mude a perspectiva sobre as coisas. Por vezes dá-se demasiada importância a coisas que não são assim tão significativas. Reflicta e pense se não consegue viver sem determinada coisa, vai ver que na maioria das vezes não lhe acrescenta nada de novo na sua vida e ainda poderia ser uma fonte de preocupações;

3. Aproveite o que a vida lhe proporciona, mesmo quando se vê em situações que considera embaraçosas, brinque com o caricato da casualidade e deixe-se fluir. Resistir será apenas uma forma de criar bloqueios;

4. Na maioria das vezes gostamos de organizar tudo, mas se há alguma coisa que falha ou se surge um imprevisto, fica desorientado. Encare os acasos como um desafio e uma oportunidade. Deixe as coisas acontecerem e não queira ter o controlo de tudo;

5. Cada vez mais as pessoas vivem num estado constante de ansiedade, sempre em busca de serem os melhores em algo, quer a nível pessoal, quer a nível profissional. A pressão e o risco de não conseguirmos é maior, por isso diga “que se lixe” e vai ver que se sentirá mais leve;

6. Não deposite toda a sua felicidade numa relação. Certamente já sofreu diversos dissabores de amor e conseguiu ultrapassá-los e não foi por isso que morreu. Assim, numa relação nunca dê demasiada importância a alguns pormenores, verá que não ficará tão dependente da outra pessoa e que a sua auto-estima mantêm-se num nível alto;

7. Muitas vezes movemo-nos por dinheiro. Não se martirize sempre que comprar alguma coisa caríssima que queria ou quando não consegue fazer uma compra que pretendia;

8. Tenta-se a todo o custo fazer inúmeras tarefas nas 24 horas que o dia têm e gere-se tudo numa agenda. Depois quando não se consegue cumprir o estabelecido fica-se com uma sensação de frustração. Diga !que se lixe! Ao tempo e desfrute dos momentos que lhe dão verdadeiramente prazer;

9. Recuse a disciplina que apenas lhe dá falsas sensações de poder e domínio. Para quê server querer controlar tudo, quando muitas vezes alguns factores acabam por mudar os planos que tanto tempo demorou a fazer?!

10. Por fim, e muito essencial, liberte-se de todas aquelas questões que quer responder (ser magra, boa profissional, boa filha, boa mãe, boa amante, amiga do ambiente…) que quando não são atingidas deixam-na com um sentimento de frustração. Liberte-se de tudo isto e vai ver que será mais feliz. Afinal quem disse que temos que ser perfeitos?!



Catarina Guedes Duarte

Título: “Fuck it”, um livro que revoluciona a sua forma de viver…

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 14

658 

Comentários - “Fuck it”, um livro que revoluciona a sua forma de viver…

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios