Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Um Clássico - E Tudo o Vento Levou

Um Clássico - E Tudo o Vento Levou

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Comentários: 6
Um Clássico - E Tudo o Vento Levou

Se nos entusiasmamos por ir ao cinema assistir ao mais novo filme de um determinado realizador ou ator favorito, muitos são os que se mantém fieis aos clássicos de sempre.

Reviver emoções é saudável para qualquer um, e assistir a um filme preferido pela vigésima segunda vez também. Se as experiencias novas são fundamentais para quebrar o tédio, a rotina equilibra-nos e assistir a um clássico é o ideal.

Se não é ainda adepto de filmes clássicos e épicos, vou falar-lhe de um que se ainda não assistiu, não vai perder.

Nos principais papéis encontram-se nomes sonantes do cinema do final dos anos 30, como Vivien Leigh como Scarlet e Clarck Gable como Captain Reth.

Scarlet, uma menina mimada e bonita do Sul da América, vive com o sonho de casar com o grande amor da sua vida - Ashley. Amada e desejada por todos os homens da terra, Scarlet vê o seu sonho desvanecer-se quando Ashley casa com a sua grande amiga. Com o inicio da Guerra Civil, toda a imponência da vida de Scarlet é posta em causa. Viúva, com fome e na tentativa de manter a terra que a viu nascer, é Scarlet quem sustenta toda uma família com a plantação de algodão.

Na tentativa de voltar a viver os luxos de outrora, decide casar-me com o galã do filme - Clarck Gable que interpreta o papel de Captain Reth Butler. Reth, portador de uma grande fortuna ama de verdade Scarlet, mas a agonia de vê-la manter-se apaixonada ao sonho de menina (casar com Ashley), transformam-no num homem sofrido.

Apesar de todos os esforços, Reth não consegue que os caprichos de Scarlet se devaneiem e acaba por abandoná-la. Terá Scarlet de enfrentar a realidade de que nunca terá o seu verdadeiro amor, ou agora sozinha vai perceber que na realidade ama Reth.

Produzido por David O. Selznick, a história é da autoria da vencedora de um prémio Pulitzer, Margaret Mitchell, e o filme foi o vencedor de 10 Óscares da Academia este filme é o retrato perfeito da vida dos Sulistas devastados pela Guerra Civil. Cenários, mansões e todo um guarda-roupa invejável, este filme não passa indiferente.

Considerado por muitos como o melhor filme de todos os tempos, vemo-nos perante vários enredos de sobrevivência que caracterizam uma história da Guerra Civil Americana.

Recheada de emoções, suspense, romance, ternura, força, coragem e caprichos, esta história enaltece-se como uma das obras primas mais bem escritas do mundo. A não perder.


Carla Horta

Título: Um Clássico - E Tudo o Vento Levou

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

773 

Imagem por: iboy_daniel

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • Daiany Nascimento

    01-10-2012 às 18:32:32

    É verdade que a literatura clássica é muito rica e bela, com vários contos que nos inspiram e que expressam os sentimentos das pessoas que os escrevem. Sem dúvidas por meio de tais obras clássicas podemos achar muitas histórias belíssimas que falam sobre amor ou outros assuntos, que são marcadas pelo sentimentalismo e realismo. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de assistir à este grande sucesso do cinema, mas fiquei muito interessada em poder assistir.

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    30-09-2012 às 06:57:33

    Nossa vi esse filme na década de 80, eu ainda era criança ,mas lembro que quando passou na tv, no dia seguinte todos comentavam do filme na minha escola, as meninas suspiravam pela história romântica.Creio que esse foi um dos maiores clássicos do cinema até hoje, com aquela música tema inesquecível, o par romantico se encaixava como uma luva e com certeza esse é um filme para se rever novamente

    ¬ Responder
  • Cristina SousaCristina Sousa

    26-09-2012 às 17:44:14

    Foi, até agora, o melhor filme que vi. Pois tudo é perfeito, sendo contada uma linda história de amor em tempo de guerra, com interpretações perfeitas dos actores e actrizes.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    26-09-2012 às 13:14:41

    A literatura clássica é sem dúvida muito bela e expressa os sentimentos de quem escreve.Nela podemos encontrar as mais belas histórias de amor ou outros temas, relatados ao pormenor, com grande sentimento e realismo.É o caso do título E tudo o vento levou, que apaixonou multidões, quer pela história em si como pelos atores que fazem o filme.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    26-09-2012 às 02:53:19

    Um dos filmes mais fabulosos já produzidos na história do cinema.Sublime,fantástico,delicioso!São poucos adjetivos para qualificar essa verdadeira obra de arte que é essa produção que retrata a guerra civil americana.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    23-09-2012 às 18:51:25

    Sou uma apreciadora ávida dos grandes clássicos do cinema. Infelizmente e com muita pena minha, ainda não consegui assistir ao icónico e brilhante “E tudo o vento levou”, simplesmente porque nunca ou raramente é transmitido nos canais de televisão e também não é presença dos videoclubes. Conheço as linhas gerais da história e os personagens principais da mesma, estando sem dúvida na minha lista de filmes a conhecer, espero que brevemente. Vivam os clássicos!

    ¬ Responder

Comentários - Um Clássico - E Tudo o Vento Levou

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Imagem por: iboy_daniel

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios