Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > As poesias mais...

As poesias mais...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Literatura
Visitas: 2
Comentários: 14
As poesias mais...

Seguem algumas das minhas poesias e poemas. Insiram comentários a questionar a interpretação ou outras dúvidas!

"Meu subconsciente é meu melhor confidente. Dele tiro infinitas fidúcias. E deposito todas em seu amor. A palavra que encontro... A mais simples o descreve. Consciência." Diogo Viana Loureiro

"Olhos grandes e famintos brigam por um pequeno espaço... quem esta ceifando as almas magras e sem esperança? Quem é dono desta maldita colecção de esqueletos ? Que tal fazer da fumaça o seu lar mais particular? Nêspero que todos os sons das almas magras não te enlouqueçam..."Diogo Viana Loureiro

"Palavras são armas? mas como aço podem ser derretidas.. e esta forma se define em saltar em uma fogueira... ou se converter ao Budismo." Diogo Viana Loureiro

"Sempre odiei circos e seus palhaços... lá existe cheiro de sofrimento e hipocrisia confesso que contei isso para te falar: Um sorriso nem sempre é a chave da alegria em si.. mas um olhar,...sempre." Diogo Viana Loureiro

Coloque este video a reproduzir durante a leitura deste poemas fantásticos






"Como é bom prender sentimentos... ficam lá,.. tão inofensivos em páginas, para nunca mais voltarem... Se um dia eu te amar, deixe eu ser a poesia de sua vida.. se eu te codificar é sinal de que já não te amo. mas nunca deixo também de acreditar que toda regra merecer numa excepção" Diogo Viana Loureiro

"Enquanto o tempo passa.. Vejo o sol se por. Se hoje não se tornar realidade, não se esqueça quer no sonho não se acabou" Diogo Viana Loureiro

"Se for para desafinar a melodia de minha vida,.. que não seja por uma desilusão de amor... Seja como uma luz que se apaga." Diogo Viana Loureiro

"Velho ditado popular que diz que estudar mata,.. e a ignorância da vida a quem ?.." Diogo Viana Loureiro

"Não acha cruel uma vida tão curta para um amor tão grande... um sonho tão lindo que não cabe no próprio quarto...A musica tão sublime de sua voz que não pode ser escutada..? Mas esqueça todas as lamentações momentâneas. Sim, faça desta dor passageira razão para ter força! E se lembre; Enquanto existir o pulsar de nossos corações e o cerne de nossas almas. Sempre vamos nos encontrar em algum lugar deste mundo, e seremos como um em dois..."Diogo Viana Loureiro

"Pensava perder tempo esboçando as hasteies da buganvília, Mas no final desta temporada percebi a chegada do solstício. E minha vida se envolveu de paixão." Diogo Viana Loureiro
"Vale a pena aprender a linguagem de um olhar. É o único dialecto que não se deslembra por varias vidas..."Diogo Viana Loureiro

"Ininterruptamente cuidei das regras em minha historia e você veio me fascinar. Depois de ponderar que tudo era fadado a cobiças espirituais, compreendi que posso dar existência a uma excepção...e em quando eu puder sonhar e confiar, estarei sempre ao seu lado contando estrelas. ”Diogo Viana Loureiro

Existem dois limites, disse um dia um reflexo. O do céu e o da terral. Qual você escolhe?" Diogo Viana Loureiro

“De todos os medos que não sinto. O único que guardo é o de te ver me coleccionar. Isso significa que você tem medo de me perder? Se me tem, para que guardar meus fragmentos? “Diogo Viana Loureiro

"Sobre o "marketing" tenho muito a falar. Ele é o produto inicial e final de toda sua personalidade. Logo é preciso de uma personalidade como escopo da ideia. Deste gera ramificações e cria novas personalidades. Afinal nem todos têm uma para chamar de própria. “Diogo Viana Loureiro

"O mundo em minhas mãos tenta se libertar da mesmice, Pareço um gigante perante a liberdade, e perto do céu. Fica impossível ver tudo que esta acontecendo..."Diogo Viana Loureiro

"Transformaria minha barba farta e grisalha em harpa, Tocando todas as melodias que outrora assobiavas. Um velho lobo das águas da noite e do amar." Diogo Viana Loureiro

ORIGINAL ARCAICO

"Sinto-me obsoleto. E sei que não poderia mudar para me toar mais puro, Tudo sempre viaja para seu destino...E saber o caminho traçado antes de acontecer é a maior porque posso acarretar. Nunca mudarei um plano por mais que a historia seja triste, por que sei que ao menos uma lição ira ficar." Diogo Viana Loureiro

"Aos responsáveis,. Jamais deslembrem que seu filho precisa se desenvolver, e vai crescer, sem que se toe um estranho no seu âmbito familiar. Faça-o distinguir sua personalidade e não olvide que ele do mesmo modo vai ter uma. Ele vai se espaçar até perceber que você é um estranho se perpetrares o inverso. Esta educação é fácil, satisfaz sagrar que seu filho não e uma expansão de suas ambições e sim um ser com pretensão própria." Diogo Viana Loureiro

"Ó vós homens do séc. XXI, Surjo trazendo vocábulos acerbos e de amoedo moral…Por demasiada insuficiência de decoro e cidadania que os vejo disseminar como dísticos de fleuma, tomando as alamedas de contestação e ausência de expectativa. Idealize o que versara em um porvindouro aonde nossas crias penderam da ode à puberdade. Jogral, cínica, pouco profunda. Não assisto prosperidade aonde não a premeditação, E nem lucidez aonde não a espera. Vós que de determinada critica sobrevivem em um ser pensante, Não irão jamais se adaptar a adequação, Ampare ao menos um destino. "Diogo Viana Loureiro

"Na inquisição de declarações em um veraneio contíguo. Deparei-me com o assomo dos pássaros que respondiam desvairadamente em um movimento pressuroso o que o frio logo chegaria. Inquietei-me em indagar às palavras mais abrangentes à ursa maior. Esta teimosamente me advertia um logradouro nebuloso e erróneo. Que deste feitio apeteço professar, tudo pelo seu sorriso. Consecutivamente sei que adquirindo tais versos, os mais pulcros, Perpetrar-te-ei ser a consorte mais afortunada do mundo e não unicamente encerrar uma ocasião feliz, por uma pueril queda da chuva. Consagro-me a imutável busca de tais ensejos. Ainda conhecendo que eles jamais vão permanecer em ulterior lugar qual não consista em seu contemplar, que me fita. E neste posso denegar tudo que já delineei e a titular de privilegiada excepção de minha vida. Confesso que esta história não prediz nem o princípio do escrito. Enfim, já sinto ela ecoar, Te amo." Diogo Viana Loureiro

"De fato todos primam pela consciência, mas somente a maturação consente aferir o coeficiente de acuidade que é abonada a reputação. Francamente a felicidade e a paz da primeira exposta não acopla o da segunda. E como é intricado elucidar isso para qualquer indivíduo que se limitou." Diogo Viana Loureiro

“Bom amigo é aquele qual olvida de si próprio e pensa um pouco no ulterior. Cada um apresenta uma realidade e amigos são aqueles que acatam as individualidades e as reverenciam em evidencia” Diogo Viana Loureiro

Garoa, fleuma, Hasteie, Gota. Pele, arrepio. Adágio, ausência...Curvar, risos. Teura, carência…Pensar, libido...Placidez, leitura, chuvisco. Diogo Viana Loureiro

"Alguém que toca piano me ligou após a meia-noite, E mostrou-me composições de um futuro que não distingo…Não tenho certeza, mas esta melodia me permite fechar os olhos e voar. Os anjos derrubam suas lágrimas para eu dançar...Eles me dão suas lagrimas para eu me descobrir…Do fundo de minha alma, obrigado por me amar." Diogo Viana Loureiro

"Todo homem necessitaria se indagar o que exprime amadurecer...Isto nada mais é que adquirir novas desenvolturas e as empregar como modelo de dominador do conhecimento. Um exemplo de pessoa madura é um mestre ou como deveriam ser os progenitores. Este tem o dever de expressar palavras e as demonstrar em seu comportamento tal significado." Diogo Viana Loureiro
“Tudo que anseio é a uma varanda, um balcão e duas cadeiras, o cheiro do café pelo alvorecer, ouvir a harmonia da sua voz e um bloco para anotar suas apreciações” Diogo Viana Loureiro

L'AMOUR

"Amor te consente ter a cabeça nas nuvens. E apanhar uma pena caída no chão com os dedos do pé. Permite ouvir o silêncio e cantar por horas emocionadas. Cair em perdição sem consumir o bom senso...Respeitar anseios que lanceiam a própria integridade. Amar além de si próprio ter assa de anjo para buscar-te em qualquer parte. Ser mais que a verdade e a vida... O panorama das estrelas estampando o seu sorriso, o fim da noite e do mundo que permitem enxergar o dia…Enfim, o amor...Você me faz ver de tal modo." Diogo Viana Loureiro

"Nas tardes bucólicas, as garças rosa pairam em revolvo das almas mortas, coligidas...nos adoos das árvores que ainda continuam vivas…tamanha a gentileza de seu escarcéu nos permite imaginar o som de suas assas celestes, independente do seu referencial. Lágrimas de vida incidem de seu sutil alicio. Onde foram parar as garças rosa?" Diogo Viana Loureiro

“interpretar uma poesia é questão de pensamento e estado de espírito; Interpretar um ser humano é impossível; ou entende ou não entende.” Diogo Viana Loureiro

Viver hipocrisia. Sua epígrafe...?_Maculado comento poliédrico, só isso, entenda! Denota ironia ou conota sarcasmo? Imperativa rescisão tributaria exultação ou rios de agrados. Esqueça, já! Quero saber a obtenção pertinente a essas palavras? Nada, só um assunto que acaba de morrer. Diogo Viana Loureiro

Aquilo que esta presente em sua idéia. Toda equidade moral que te toa minha pertencente excepção...Estas qualidades que em ti desenvolveste, e que em magnitude me cativas...Tudo em você é admiração, é distinção, é exigência...Sentimento vivo que opera e que pode actuar...Domina minha alma e seduzem meus minutos...Desde estes meu castelo de sonhos não parecem tão distantes...Graças aquilo que conversa com seus ideais…Meus olhos famintos buscam devera compreensão...E concretizo aquilo que tanto um coração poderia proclamar...Em ti encontro tudo, e a efígie viva do amor. Diogo Viana Loureiro

O amor te ensina que de nada valem os vícios; E quando o amor te abandona por um segundo, os vícios sempre querem bater na porta; E olhando a noite, bucólica e fria, pela janela sem o amor e o vicio na mais completa solidão, tem-se a chance de reflectir...hora, de nada seria eu sem o amor. Diogo Viana Loureiro

"A vida me perpetrou assim, tão dono de mim e tão além de mim. Vivendo por um fio em um artifício shakespeariano, esquadrinho minha verdade e esquivo do meu sono, Enfim, anseio não adormecer nesta vida. Assim terei mais tempo para viver este sonho que é você. Diogo Viana Loureiro

"Prefiro prezar pelo ardor da vida. Esta veemência que mora nos olhos dos anjos e demónios. Das nuvens posso guardar os lampejos e o tempo. E na terra posso olhar a chuva através da janela embaçada e resistir de pé escutando sua voz até o sono me vencer. Venho tentando lembrar a estação antes de você. Mas confesso que os lampejos e o tempo só fizeram sentido após isso." Diogo Viana Loureiro

"Prefiro viver os minutos do que as horas. Elejo ter um amor de verdade que viver cercado e só. Vivo buscando a perfeição que em mim não existe mas que aos olhos de um mortal me sagra em corpo e em alma, por século e vidas... Aprendi que nada se eteiza sem o amor e que o tempo não é amigo de quem prefere sempre chorar. Descobri que sorrir e ter bom humor pode curar a pior de todas as mágoas.. Esqueci tudo aquilo que me toa menos do que eu sou...Perdi no tempo tudo que não cabe no momento que estou. Hoje em dia eu tenho certeza do que eu sinto , actualmente eu atualizo minha “playlist” pensando nisso. A verdade esta longe do sofrimento e o amor é a única forma de se viver em paz. Você pode enganar o mundo mas nunca a si mesmo e a aquilo em que acredita. Se levante e plante uma muda, e se lembre que os frutos são por sua conta. Quem planta barro colhe merda. Boa sorte." Diogo Viana Loureiro

"Queria descreve o silêncio de meus lábios mortos que volvem molhados pela chuva de novembro, e não pelas tuas palavras. Gotas frias e vivas como alfinetes estalam, soam, explodem no chão como uma orquestra de Ludwig Van Beethoven. Em prantos , gritos e espantos almas dançam e se mostram sempre dispostas a viver, andar e calar. O silêncio nasce entre os carros e avenidas, postes e esquinas. Rebentamentos de luz silenciam qualquer interior. Nisso morre o frio do estômago, o arrepio da pele e a orquestra silenciosa. Eu te amo." Diogo Viana Loureiro

"Escuto passadas em minhas ideias; O escuro se prepara para perder. Te garanto, sim garanto, esta melodia ninguém vai silenciar; La em cima dos Andes, detonando em minha Fender Les Paul. Um único grito, o grito dos anjos, uni todas as nações. Todos em uma marcha, rumo ao Arco. Ao longo do arco-celeste… até seu fim. Gnomos, faunos e Deus. Todos em uma batida com limão. Solos na montanha, na cabana, no Alabama. Milhões de saltos, fazem palavras e o mundo tremer, sacudir, sucumbir. Acorde, acorde, aonde você pensa que esteve estes anos? O mundo mudou bastante, mas seu coração sempre será puro, desde que nisso você possa Acreditar. Agora toque seu acorde, minhas ideias acabam de tropeçar." Diogo Viana Loureiro

"As voltas do mundo sempre são inevitáveis, E morrer por lobotomia é nascer com um novo nome; Pensamento, lembrança, cicatrizes. Um amor intemporal pode curar tudo ? Nada de julgamentos nem pressentimentos.. Eu e você. Estou esperando uma resposta. Obrigado por todo este amor" Diogo Viana Loureiro

Obrigado pela atenção!


Diogo Loureiro

Título: As poesias mais...

Autor: Diogo Loureiro (todos os textos)

Visitas: 2

633 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 14 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãogil

    14-05-2014 às 00:26:35

    adorei ouvir e ler...muito lindo

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    09-05-2014 às 17:39:17

    Lindas palavras, Diogo. As frases e poemas que escrevemos sempre vem da alma e percebe-se isso em seus textos, muito bom!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Anne TeixeiraAnne Teixeira

    05-10-2012 às 17:02:36

    Na época do colégio, comecei a escrever alguns contos e poemas que eram lidos e analisados pelo meu professor de literatura. Adorava passar horas escrevendo sobre os sentimentos confusos de adolescente. =)Depois que encontrei esses site publiquei alguns desses texto que guardo debaixo de sete chaves.O mais legal é que a poesia tem uma capacidade de nos fazer sentir o texto. A Clarice Lispector é a melhor em conseguir esse feito.

    ¬ Responder
  • Lucas SouzaLucas Souza

    01-10-2012 às 20:19:22

    Muito interessante o seu trabalho Diogo. Nunca fui muito de ler poesias, mas acredito que são belas obras e para que goste vale à pena ler e desfrutar dessa cultura interessante. Gosto bastante de ler, mas busco mais romances e livros mais dinâmicos. A cultura adquirida com a leitura é muito valiosa, pois ninguém irá explicar nada para nós, tora a reflexão partira de nossa consciência, tornando a leitura mais agradável. Parabéns e muito sucesso!

    ¬ Responder
  • Nilson EmpreendedorNilson Uemoto

    01-10-2012 às 00:51:21

    Parabéns pelas poesias e poemas Diogo, achei elas muito belas e cativantes.Poesias bem escritas fazem um grande bem a nossa alma e as pessoas dotadas de sensibilidade suficiente para apreciar uma boa poesia ou poema sempre estarão com sua alma renovada.Eu mesmo não tenho talento infelizmente para escrever poesias ou poemas, mas admiro poesias bem escritas,na escola tentava escrever poemas pra impressionar as garotas mas confesso que não ficavam muito boas rs.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    25-09-2012 às 14:30:30

    A poesia é vida, é arte, é saber querer, a poesia faz parte da nossa rotina, muitos nem sabem que ela existe na sua vida, mas a vida é uma poesia. Basta saber-mos viver, basta olharmos à nossa volta, nada se faz sem gosto.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    23-09-2012 às 21:54:09

    eu gosto de Florbela Espanca. tive de ler os Sonetos de Florbela Espanca, e gostei muito. vemos o sofrimento da poetisa retratado nos poemas. um dos seus poemas até deu lugar uma música, bastante vulgar até. detesto a música e acho uma péssima ideia usar o poema como fonte de inspiração para uma música que na altura teve imenso sucesso. contudo, poesia em geral não é para mim. não aprecio nem tenho paciência.

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    23-09-2012 às 18:41:50

    Parabéns por ter tido a coragem para partilhar os seus poemas, sei que não deve ser fácil, uma vez que os poemas servem como espelho da alma do seu autor, dos seus problemas, das suas aspirações… penso no entanto que o significado real dos seus poemas não deve ser por si divulgado a outras pessoas, sendo muito mais interessante que cada um faça a sua própria interpretação dos mesmos. Parabéns pela coragem e pelo talento.

    ¬ Responder
  • Gabriela TorresGabriela Torres

    23-09-2012 às 01:42:59

    Adoro poesias!Adoro a capacidade que poucas linhas tem o potencial de dizer exatamente tudo aquilo que pensamos ou desejamos.Tudo que dá a oportunidade para o poder de auto expressão é fantástico.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla

    11-05-2012 às 15:27:55

    para quando mais poemas? :D

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTiago A. Pitinho

    25-04-2012 às 23:42:33

    Que poemas, eu acabei de fumar...e adorei, e o video que ..ca, está muito fora.
    Onde posso ouvir outra ..ca (poema) destas ?
    Aguardo, esta foi uma grande , louca, incrivel, experiencia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    20-04-2012 às 16:46:33

    Tive alguma dificuldade em entender alguns desses poemas.... :/

    ¬ Responder
  • Diogo Loureiro

    30-07-2012 às 12:15:54

    Qual a dificuldade? Me fala que eu explico!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoRosa

    20-04-2012 às 14:29:12

    Gosto bastante dos seus poemas, deu para sentir que os escreveu com o coração.
    Continua assim...

    ¬ Responder

Comentários - As poesias mais...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.