Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Mais eu me mordo de ciúmes!!!

Mais eu me mordo de ciúmes!!!

Categoria: Outros
Mais eu me mordo de ciúmes!!!

Nos dias de hoje as relações estão cada vez mais fluídas e complicadas. No entanto existem meios de se manter uma boa relação, mesmo nesses dias conturbados e modernos, das redes sociais e aplicativos de encontros que aparentemente existem somente para causar ciúmes entre os casais. Seguem nesse artigo 10 dicas para controlar os ciúmes e viver em pleno amor.

1- Confiar.
A primeira dica é a base na verdade de qualquer relacionamento, seja ele moderno ou não. É preciso que haja confiança. Lembre sempre. Confiança! Mesmo que você esteja longe do seu parceiro/parceira, você deve confiar nele (a).

2- Dar liberdade.
Depois que você conseguiu ter um pouquinho de confiança pelo menos siga para o seguinte passo. De liberdade ao seu parceiro. Pois quanto mais liberdade você der, mais confiança você terá. E de quebra você ainda terá mais liberdade também o que ajuda a evitar ataques de ciúmes reciprocamente.

3- Estar à vontade.
É muito bom para a sua relação quando os dois sentem-se confortáveis um com o outro, pois quando se está à vontade, significa que existe a confiança mútua que é mais que simples confiança, e que é o melhor remédio para o ciúme.

4- Conversar.
Outro ponto extremamente necessário é o diálogo contínuo e constante. Ajuda a evitar ciúmes e ainda é bom para manter o casal afinado qual aos gostos um do outro. E esse ponto ainda se aplica quando houver uma situação de ciúme. Pergunte, converse com seu companheiro para não dar ouvidos a fofocas que só trazem coisas ruins.
5- Conhecer.

Saiba quem são os amigos de seu namorado, seja amiga deles também. Conheça e vá aos lugares que o seu parceiro gosta. Descubra os costumes e hábitos favoritos dela para que invés de ciúme você sinta segurança, pense no que ele gosta de fazer quando não está com você. Isso tudo ajudará você a ficar mais tranquila e ajuda a diminuir o ciúme.

6- Sentir-se seguro/segura.
Esteja em paz com o seu eu interior. E tenha segurança em si mesmo. Pois a insegurança é a maior aliada do ciúme. Troque pensamentos como: “ Ela vai me deixar”, por “ Ela está comigo e comigo irá ficar, por que gosta de mim!”. Evite pensamentos negativos sobre o seu parceiro, pense que em todos os momentos ele estará pensando em você. Com isso ele nem terá tempo para fazer qualquer coisa que te desagrade ou que seja motivos para ciúmes. Sentir segurança em si mesmo é igual a não sentir ciúmes.

7- Confiar em si mesmo/mesma.
Seja responsável para com o seu parceiro. Muito se diz que quem sente muito ciúme é por que está fazendo coisa errada. E nisso tem um pouco de verdade. Se você não está traindo, por que achar que ele está? Confie nos seus atos para poder confiar nos atos dos outros.

8- Confessar seus sentimentos.
Abra o seu coração, mas sem agressividades. Diga ao seu amor o quanto você a ama e que, por isso gostaria de estar mais presente na vida dela, ou dele, quando se está na defensiva é mais fácil de tratar com situações de ciúme exagerado.

9- Assumir o ciúme para controlá-lo.
Assuma para si mesmo e para sua companheira que você sente ciúmes e que isso é um bom sinal, quando não é exagerado, pois significa que você gosta dela e tem medo de perdê-la. Então peça ajuda e acabem com o ciúme juntos. Podem deixar um pouquinho apenas para demonstrar que a paixão nunca se apagou.

10- Amar-se acima de tudo.
Ame-se antes de começar qualquer relacionamento, e saiba onde você está se metendo quando iniciar um namoro. A relação a dois, nem sempre é harmônica, mas com o tempo e o amor pode ser maravilhosa, contudo lembre-se de continuar se amando quando já estiver na relação e se perceber que está sendo enganado ou enganada, parta para outra. Nunca se machuque para permanecer em uma relação que não lhe faz bem.


Jhon Erik Voese

Título: Mais eu me mordo de ciúmes!!!

Autor: Jhon Erik Voese (todos os textos)

Visitas: 0

5 

Comentários - Mais eu me mordo de ciúmes!!!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios