Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Não entre em pânico, pegue uma toalha e conheça a obra "O guia do Mochileiro das Galáxias".

Não entre em pânico, pegue uma toalha e conheça a obra "O guia do Mochileiro das Galáxias".

Categoria: Literatura
Visitas: 2
Comentários: 1
Não entre em pânico, pegue uma toalha e conheça a obra "O guia do Mochileiro das Galáxias".

Olá! No artigo de hoje vamos falar sobre a série de livros “O Guia do Mochileiro das Galáxias”.

Essa obra pode ser considerada um dos maiores clássicos da literatura Nerd do mundo.

Eu disse série, pois para quem não sabe o Guia do Mochileiro é apenas a primeira obra de cinco livros escritos por Douglas Adams. Nesse artigo vamos nos focar apenas no primeiro livro."
O guia do Mochileiro das galáxias". Segue-se a ele: "O restaurante no fim do Universo", "A vida, o universo e tudo mais", "Até mais e obrigado pelos peixes" e "Praticamente inofensiva"

Então a primeira história gira entorno do personagem Arthur Dent, que tenta evitar que sua casa seja demolida devido à uma construção de uma nova rodovia, ao mesmo tempo que seu amigo Ford Prefect, revela-se um alienígena disfarçado que quer salvá-lo da destruição de sua outra casa o planeta Terra, que ironicamente será destruído para a construção de uma nova via espacial.

Quando conseguem escapar da destruição do planeta Ford e Arthur, juntam-se a Zaphod Beeblebrox conhecido amigo de Ford e atualmente presidente auto-sequestrado da Galáxia e Trillian que Arthur já havia conhecido em uma festa, mas achara que nunca mais a veria, e também o robô Marvin que sofre por sua imensa inteligência artificial. Partem então em busca da questão fundamental e acabam se envolvendo em “muitas confusões”!

Além de seu bom humor o livro ainda demonstra o brilhantismo de Douglas Adams quando se trata das ironias do mundo e sua crítica à burocracia exagerada, representada pelos vilões os Vogons, que são metódicos e burocratas natos.

O livro ainda conta com situações absurdas onde autor tem soluções tecnológicas muito criativas como: as portas das naves que ficam satisfeitas ao se abrirem, ou o sistema de navegação que é extremamente animado.

Sem contar no próprio Guia do Mochileiro das Galáxias que é um personagem a parte tanto no filme quanto nos livros. Se tudo isso ainda não o convenceu começar a ler agora, vou falar da minha invenção favorita: que é o Gerador de Improbabilidade Infinita.

Esse dispositivo colocado na nave Coração de ouro cria situações inesperadas ao ponto de transformar dois mísseis que os atacam em uma Baleia e um vaso de Petúnias.

Mas ainda não acabou...

A série foi escrita com um programa de radio e ganhou adaptações para a TV e para o cinema num filme lançado em 2006.

O filme é dirigido por Garth Jennings e conta com a participação de John Malkovich, no papel de Humma Kavula.
Não é preciso dizer que o filme é divertidíssimo e principalmente para quem ainda não conhece os livros é um ótimo ponto de partida.

O Autor Douglas Adams inclusive chegou a escrever alguns roteiros e foi considerado como produtor honorário do filme, mas infelizmente morreu antes do lançamento do mesmo.

No filme há uma outra invenção criativa que eu particularmente procurava nos livros, mas deve ter sido feita posteriormente pelo autor no roteiro, que é a arma de perspectiva.

Quando alguém a usa a arma passa o seu ponto de vista para a pessoa alvo fazendo com que a mesma a compreenda, seus usos podem ser infinitos.

Está aí uma ótima obra para ser lida e que não é somente uma aventura pelas galáxias, mas sim uma grande homenagem à ficção científica.

PS: A resposta é 42.


Jhon Erik Voese

Título: Não entre em pânico, pegue uma toalha e conheça a obra "O guia do Mochileiro das Galáxias".

Autor: Jhon Erik Voese (todos os textos)

Visitas: 2

169 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • W.MENEZES

    20-11-2015 às 21:41:15

    O guia do mochileiro das galáxias é sensacional mesmo. O autor tem umas sacadas massa, bastante filosófica. Curti pra caralho a série. Tá bacana Jhon...

    ¬ Responder

Comentários - Não entre em pânico, pegue uma toalha e conheça a obra "O guia do Mochileiro das Galáxias".

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios