Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > A Dor De Não Ser Mãe

A Dor De Não Ser Mãe

Categoria: Literatura
Visitas: 12
Comentários: 1
A Dor De Não Ser Mãe

Nossa como dói saber que muitas jogam fora, abortam bebês. Enquanto que muitas gostariam de engravidar e não conseguem. Como dói saber que nunca poderei ser Mãe!! Tinha sonhos de poder ver a minha barriga crescer,
sentir o bebe se mexer, mas infelizmente não poderei sentir nada disso.

Com lágrimas nos olhos,suplico a todas que ficarem grávidas: não abortem, não matem. Dê uma oportunidade para quem não pode ser Mãe. Foi tirado de mim os sonhos de ser Mãe. Como é triste saber que na rua andam mulheres com aqueles barrigões, e você nunca poderá ter uma barriga daquelas.

Vejo na Tv todos os dias, muitos bebês sendo encontrados no lixo. Pais e mães matando seus próprios filhos. E peço: - Senhor por que?? Não mereço Senhor. Ainda tinha esperanças quando eu achava que o problema era meu marido, era só um tratamento. Mas, na verdade as coisas eram bem mais sérias do que eu imaginava. Agora me culpo, porque fui adiando,adiando..
E quando eu quis de verdade..nada..
A minha idade não me ajudara. Eu já estava com 40 anos.

Como dói saber que nunca poderei ser Mãe. Nunca poderei gerar um filho.
Meu Deus o que eu fiz para merecer isso?? Choro todos os dias. Por que Senhor,eu me pergunto. Tantas que não são merecedoras. Ficava imaginando antes com quem iria se parecer..
O rostinho,o cabelinho,os olhinhos..
Agora eu pensava em adotar uma criança. Mas tenho medo de não amar como se fosse minha. Como eu gostaria de tentar amar uma criança.

Se aparecesse na minha porta um anjo.
Eu não devolveria, ficaria comigo para sempre. Esperar é tão difícil,
mas sei que vou chegar lá. Eu penso na crueldade das pessoas,que não sabem o que é ser Mãe,e jogam fora seus filhos no lixo.

Com tantas querendo assim como eu..
Com tantas crianças nos abrigos,e não são adotadas. Por que o conselho tutelar não facilita nada. Ficamos anos nas filas de adoção,e as crianças depois dos dois anos de idade,não conseguem mais serem adotadas. Por que só querem bebês..
Como é difícil Senhor..

Deixo aqui o recadinho da minha Dor de não ser Mãe. De não poder levar à Escola,não poder abraçar,beijar..e dizer: "Eu te amo''. Como seria bom poder ouvir aquela boquinha chamar-me de Mamãe. O que para muitas é um pesadelo,para mim é um sonho. Como começar a andar,falar..ir para a escola. Sonho com isso todos os dias. Quando eu soube que não poderia ser mãe pelo médico. Vim no carro chorando a viagem toda. Meu marido arrumou as Malas e disse que ia embora,e assim eu encontraria outra pessoa para fazer a minha família.

Na verdade, meu marido que é estéril,e foi a história mais triste de nossas vidas. Choramos muito. Como abrir mão de um Amor tão grande. Então, resolvi abrir mão do meu sonho pelo meu marido. E acabamos batizando a minha sobrinha. Sempre digo que me conformei,mas é da boca para fora.
Na verdade, eu quero ser Mãe..ainda.

Por isso, amigos e amigas, que estejam lendo esse relato. Essa história é real. Fica aqui no anonimato para refletirem que Filhos é uma Benção. Filhos são tudo,o sonho de toda Mulher é ser Mãe. Ainda não estou realizada,mas sei que vou me realizar! Sei que Deus não se esqueceu de Mim.

Conto essa história,por que quero que todo Mundo saiba que mesmo com vários abortos e abandonos acontecendo..
Existem várias Mamães no Mundo que gostariam de serem Mães desses abortados, abandonados, enfim...
Como o Mundo é injusto, né gente???

Mas sei que Deus não desampara nunca.
Que seja feita a sua vontade Senhor..
Amém!!

Anônimo


Patricia Santos

Título: A Dor De Não Ser Mãe

Autor: Patricia Santos (todos os textos)

Visitas: 12

589 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Márcia

    22-11-2014 às 20:28:31

    Eu sei a dor de não ser mãe e ela é profunda, insuportável e cruel.

    ¬ Responder

Comentários - A Dor De Não Ser Mãe

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios