Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Literatura > Ser fofoqueiro é falta de caráter?

Ser fofoqueiro é falta de caráter?

Categoria: Literatura
Visitas: 22
Comentários: 2
Ser fofoqueiro é falta de caráter?

É um tema muito constrangedor para mim,principalmente por que sou uma pessoa que adora falar muito,e ter muitos Amigos.
Mas o que aconteceu comigo na Verdade,é que demorou muito tempo para que eu descobrisse e aceitasse que eu tinha essa mania de fazer fofocas. E, ai pergunto:
A maioria das pessoas que fazem fofocas,dão a desculpa que apenas comentaram?

O problema maior disso tudo é que eu fui criada assim,achando que isso era a coisa mais normal do Mundo.
O fato de ser fofoqueiro(a),me levou a situações muito constrangedoras.
Por que geralmente o fofoqueiro confia em todo Mundo,e exatamente esse todo Mundo também é fofoqueiro,pois quem gosta de ouvir ,também é fofoqueiro.Diferentes das pessoas que ouvem uma fofoca e ficam caladas ,e não passam para frente.

O fofoqueiro quer comentar tudo que passa na tv,que viu na revista,da amiga gorda,da traição e brigas dos vizinhos,enfim e por ai vai.
E ficou pior ainda depois que inventaram o telefone.
E pior de tudo é quando aquela pessoa que você confiou um segredo,espalha para todos,e aquele que ouviu te conta..a sua raiva sobe,mas se você não queria que ninguém soubesse,então por que contou?
As amizades que você consegue com isso não é sincera,são amizades falsas. Quando eu dei conta disso,eu vi que as pessoas que eu confiava,só se aproximavam de mim por interesse.

O ser humano é uma pessoa curiosa,que adora saber de tudo o que acontece.
Mas por favor: assistir um jornal,uma novela,não é uma coisa que vai prejudicar outras pessoas.
Mas a fofoca sim,por que se a sua vizinha trai o marido,e você sabe disso,e ela confiou em você,e você vai e conta para outras pessoas,e alguém conta para o marido dessa vizinha?? Isso é muito sério?
É morte na certa? Por isso, tome cuidado!

Fofoca é algo perigoso porque se não estivermos atentos e centrados em nossos valores, ela se torna contagiosa e crônica. Ou seja, vira uma mania, um comportamento recorrente e automático. Agora, é óbvio que quanto mais uma pessoa sente vontade e encontra tempo para falar da vida alheia, mais distante de si mesma e menos integrada com sua própria vida ela está. Quando estamos bem, focados em nossos objetivos, desejando realizar nossas metas, seja em qualquer área de nossas vidas, não sobra tempo e nem vontade de falar da vida alheia, principalmente para criticar e subjugar.

Agora como eu sai dessa. Sai por mim mesma, e não foi fácil.Eu mesma percebi que isso não estava levando a nada,e engraçado que eu mesma me cansei das pessoas que ligavam para mim e faziam fofocas ou se lamentavam da vida. E uma coisa eu aprendi, que os homens são mais discretos que as mulheres. Porém, quando se torna fofoqueiro conseguem serem piores que elas.

É verdade,eu conheci um assim: ele me ligava e ficava mais de meia hora comigo no telefone,e quando desligava ia direto ligar para minha outra ex(amiga) e contava. Ela me ligava em seguida e contava. Nossa. virou um triângulo vicioso e eu cai fora rapidamente.

O Pior de tudo é você desfazer a amizade dessas pessoas,elas grudam como carrapatos. Elas te acham,por que você mesma deu á elas o que elas mais gostam: Os ouvidos!!!
Foi muito difícil para mim desfazer muitas amizades e de anos, mas foi necessário.

O primeiro passo foi riscar da minha lista,todas as amizades que me faziam mal. No ano de 2013 eu risquei 03 amizades de anos do meu circulo,pessoas que eu confiava e batia altos papos no telefone. Sabem por que? Por que elas chegavam a ligar até para a minha Mãe,e isso eu não aceitava.

Olhe amigos é difícil,mas todo mundo pode conseguir isso,e depois é melhor evitar e não se envolver em fofocas.
Quando alguém te contar,peça licença e se afaste. Não fique mais nesses círculos,peça licença.Por que como você pegou ''fama''..então deita na cama. Sobra para você.

O fofoqueiro quer nada mais que um cúmplice para colocar as culpas das fofocas,e essa pessoa pode ser você..e continuar fofocando sem ser descoberto ..e em paz..
Por isso todo cuidado é pouco..

Ore a Deus e peça a Ele para afastar essas pessoas que te fazem mal.Parece papo mala de professor, mas veja como faz sentido: se você fica falando sobre a vida alheia, abre espaço para que os outros falem da sua. Segundo ponto: as pessoas que estão ouvindo os comentários, sejam elas do bem ou do mal, vão pensar: um dia ela também pode falar de mim. E assim sendo, você vai acumulando antipatias. Seja franca e transparente dizendo que não gosta de discutir estes assuntos sem todos os envolvidos estarem presentes, e sai fora da conversa. Lembre-se sempre de que um dia esta pessoa pode estar falando de você. É lógico que, quanto mais você se envolver em rodas e grupinhos que curtem uma fofoca, mais chance você tem de virar a ‘bola da vez’ e ter a vida pessoal exposta e acredite..

O MAIOR SOFRIMENTO PARA OS (AS) FOFOQUEIROS (AS) É SENTIR QUE O VENENO NÃO ENFRAQUECEU A VÍTIMA.
Pensem nisso...façam um levantamento em um caderninho e comece a avaliar as suas amizades. Mas se forem pessoas de sua família,apenas de afaste das fofocas e evite.

Boa sorte...


Patricia Santos

Título: Ser fofoqueiro é falta de caráter?

Autor: Patricia Santos (todos os textos)

Visitas: 22

602 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • Alexsandra lopes da silva

    18-09-2015 às 14:01:10

    Verdade temos que nos afasta das coisas que nos fazem mal,principalmente das fofocas,etc.

    ¬ Responder
  • Adriana SantosAdriana dos Santos da Silva

    09-05-2014 às 12:46:11

    Odeio fofoca, não suporto. Já reparei que é algo habitual e mesmo que a pessoa venha até nós querer falar de alguém é preciso cortar o mal pela raiz. Nem todos possuem essa coragem, mas é necessária.

    ¬ Responder

Comentários - Ser fofoqueiro é falta de caráter?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A história da fotografia

Ler próximo texto...

Tema: Fotografia
A história da fotografia\"Rua
A história e princípios básicos da fotografia e da câmara fotográfica remontam à Grécia Antiga, quando Aristóteles verificou que os raios de luz solar e com o uso de substâncias químicas, ao atravessarem um pequeno orifício, projetavam na parede de um quarto escuro a imagem do exterior. Este método recebeu o nome de câmara escura.

A primeira fotografia reconhecida foi uma imagem produzida em 1826 por Niepce. Esta fotografia foi feita com uma câmara e assente numa placa de estanho coberta com um derivado de petróleo, tendo estado exposta à luz solar por oito horas, esta encontra-se ainda hoje preservada.

Niepce e Louis –Jacques Mandé Daguerre inciaram em 1829 as suas pesquisas, sendo que dez anos depois foi oficializado o processo fotográfico o nome de daguerreótipo. Este processo consistia na utilização de duas placas, uma dourada e outra prateada, que uma vez expostas a vapores de iodo, formando uma pelicula de iodeto de prata sobre a mesma, ai era a luz que entrava na camara escura e o calor gerado pela luz que gravava a imagem/fotografia na placa, sendo usado vapor de mercúrio para fazer a revelação da imagem. Foi graças á investigação realizada por Friedrich Voigtlander e John F. Goddard em 1840, que os tempos de exposição e revelação foram encurtados.




Podemos dizer que o grande passo (não descurando muitas outras mentes brilhantes) foi dado por Richard Leach Maddox, que em 1871 fabricou as primeiras placas secas com gelatina, substituindo o colódio. Três anos depois, as emulsões começaram a ser lavadas com água corrente para eliminar resíduos.

A fotografia digital


Com o boom das novas tecnologias e com a capacidade de converter quase tudo que era analógico em digital, sendo a fotografia uma dessas mesmas áreas, podemos ver no início dos anos 90, um rápido crescimento de um novo mercado, a fotografia digital. Esta é o ideal para as mais diversas áreas do nosso dia a dia, seja a nível profissional ou pessoal.

As máquinas tornaram-se mais pequenas, mais leves e mais práticas, ideais para quem não teve formação na área e que não tem tempo para realizar a revelação de um rolo fotográfico, sem necessidade de impressão. Os melhores momentos da nossa vida podem agora ser partilhados rapidamente com os nossos amigos e familiares rapidamente usando a internet e sites sociais como o Facebook e o Twitter .

A primeira câmara digital começou a ser comercializada em 1990, pela Kodak. Num instante dominou o mercado e hoje tornou-se produto de consumo, substituindo quase por completo as tradicionais máquinas fotográficas.

Sendo que presentemente com o aparecimento do FullHD, já consegue comprar uma máquina com sensores digitais que lhe permitem, além de fazer fotografia, fazer vídeo em Alta-Definição, criando assim não só fotografias quase que perfeitas em quase todas as condições de luz bem como vídeo com uma qualidade até agora impossível no mercado do vídeo amador.

Tirar fotografias já é acessível a todos e como já não existe o limite que era imposto pelos rolos, “dispara-se” por tudo e por nada. Ter uma máquina fotográfica não é mais um luxo, até já existem máquinas disponíveis para as crianças. Muitas vezes uma fotografia vale mais que mil palavras e afinal marca um momento para mais tarde recordar.

Pesquisar mais textos:

Bruno Jorge

Título:A história da fotografia

Autor:Bruno Jorge(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    05-05-2014 às 03:48:18

    Como é bom viver o hoje e saber da história da fotografia. Isso nos dá a ideia de como tudo evoluiu e como o mundo está melhor a cada dia produzindo fotos mais bonitas e com qualidade!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios