Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > O seu cão ladra muito?!

O seu cão ladra muito?!

Categoria: Animais Estimação
Comentários: 2
O seu cão ladra muito?!

Os animais de estimação são muito companheiros, bricalhões e estão inseridos em nossas vidas há muito tempo, especialmente os cães, que dentre todos os animais domesticados pelo homem, é o que se encontra na maioria dos lares. Os cães se adaptam tão bem ao ambiente doméstico que hoje, são aproveitados para outros fins como o terapeutico por exemplo. Muitas pessoas se propõe a serem voluntários na recuperação e diversão de idosos que se encontram em asilos, levando seus cachorros para passarem alguns momentos com os idosos, eles ajudam a resgatar a lembraça da afetividade, mesmo para aqueles que nunca tiveram cães, essa expeiência tem apresentado resultados muito interessante.

Os cães usam como linguagem de comunicação com o homem e com o meio em que vive os latidos, que é sua linguagem fálica. Essa linguagem se desenvolve à medida em que o cão vai percebendo que seu dono atende e entende o que ele quer e que foi estabelicida uma comunicação, o cão passa a latir sempre que quer alguma coisa até que o seu dono o atenda.

Tem os casos em que o cão não está se comunicando com o dono e sim com outros cães que passam na rua, mesmo que ele não esteja vendo os outros animais, como no caso de ter um muro alto, ele sente o cheiro e late, às vezes para inibir os outros cães, outras vezes para chamar. Essa comunicação que os cães estabelecem entre eles, nós humanos, ainda não entendemos exatamente o significado de maneira clara, pra que seja possível fazer uma interpretação exata.

As causa dos latidos dos cães são muitas e, muitas delas desconhecidas, é possível definir por exemplo qundo estão nos pedindo alimento, alguns cães entendem que o que o alimenta vem daquele saco, que é o de ração, com o tempo, sempre que o dono pegar no saco, talvez ele lata, ou lata mesmo antes para deixar claro que está com fome. Os cães costumam latir principalmente para chamar a atenção dos seus donos, eles são mestres nessa arte da linguagem da imposição, quando o cachorrinho é muito apegado, a ponto de ser excessivamente ciumento e querer toda atenção da casa para ele, até mesmo quando o dono atende o telefône, ele late sem parar, ou quanndo o dono sai, ou conversa com alguém. A intenção do cão nesses casos, é atrair a atenção do seu dono que sem dúvida irá manda-lo se calar, isso para o cão, significa que o dono lhe deu atenção e é tudo o que ele quer.

Sílvia Baptista

Título: O seu cão ladra muito?!

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 0

778 

Imagem por: Brad.K

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    16-06-2014 às 18:01:17

    meu cão ladra muito à noite, na verdade, ele geme muito querendo entrar em casa. Acho que ele sente falta dos humanos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • G. Marques

    10-09-2012 às 11:24:13

    Bom dia,
    Tenho um fox terrier de pêlo liso, meigo, inteligente, muito amigo, obediente. Passeia com o dono e diverte-se no parque com outros cães civilizadamente. O único senão é que, morando num 8ºandar com um grande terraço, onde se passeia e brinca, quando vê os cães na rua, salta, corre e ladra-lhes alto, muito alto. Por quanto tempo? Apenas minutos, senão segundos, porque é chamado e cala-se. Aí premei-o com um biscoito. O que fazer?

    ¬ Responder

Comentários - O seu cão ladra muito?!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Brad.K

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios