Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Alimentos perigosos para os cães e gatos

Alimentos perigosos para os cães e gatos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 6
Comentários: 8
Alimentos perigosos para os cães e gatos

Cães e gatos, os habituais e imprescindíveis companheiros do homem, possuem peculiaridades a diversos níveis, nomeadamente ao da alimentação. Aquele manjar dos deuses que faz as suas delícias e da sua família poderá causar graves transtornos aos seus animais, já que, apesar de integrados na família, os seus organismos são muito diferentes do nosso, ou seja, é preciso não esquecer que eles não são humanos. Os seus estômagos não digerem, ou têm muita dificuldade, em digerir certos alimentos «apropriadíssimos» para o homem. Assim sendo, saiba quais são os artigos alimentícios que devem ser riscados do menu do seu cãozinho ou gatinho.

O chocolate surge como o principal alimento errado que vai sendo dado aos cães e gatos. Esta iguaria contém teobromina (cuja presença é oito vezes mais acentuada no chocolate preto, em comparação com o branco), uma substância que vai entrar em choque com o organismo do animal, podendo causar-lhe desde vómitos e diarreia a aumento da atividade cardíaca ou mesmo ataques de epilepsia. Quando o seu animal suplicar, ofereça-lhe biscoitos próprios para cão ou gato e desvie-lhe a atenção do chocolate. É preferível! Também pode adquirir numa loja de animais «chocolate» (que o não é) adaptado. Este alimento apresenta a cor, textura e sabor do chocolate, mas não contém a substância tóxica, a teobromina. Outro alimento que envolve as mesmas consequências é o café que não deverá, de igual forma, ser dado aos animais.

A cebola e o alho, por sua vez, interferem com o sistema sanguíneo dos cães e gatos, diminuindo-lhes a quantidade de glóbulos vermelhos e provocando degenerescências e anemias. Em casos de ingestão elevada, poderá ser necessária a intervenção do médico veterinário, que procederá a uma transfusão.

Outros alimentos potencialmente perigosos para os animais domésticos são as bebidas alcoólicas (apesar dos cães fugirem do cheiro do álcool, pode sempre haver algum mais curioso), laticínios (cães e gatos deixam de produzir a enzima (lactase) responsável pela digestão do leite após o desmame), alimentos ricos em gorduras (o excesso pode provocar vómitos, diarreia, dores abdominais fortes e pancreatite), frutos (como alperce, ameixas, pêssegos, cerejas e maçãs, que contêm um derivado do cianeto – pode causar nos amiguinhos de quatro patas dilatação das pupilas, hiperventilação e mesmo choque), alimentos estragados (o estado de decomposição dos mesmos pode provocar intoxicações graves) e uvas e passas (provocam lesões renais).

Já sabe: sempre que quiser mimar o seu animal, dê-lhe comida apropriada ao seu organismo. A César o que é de César!


Isabel Rodrigues

Título: Alimentos perigosos para os cães e gatos

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 6

765 

Imagem por: turtlemom4bacon

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    22-10-2012 às 09:54:45

    Sim, é preciso estar-se informado, não vá dar qualquer coisa má aos bichos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 16:18:47

    São excelentes recomendações. É necessário ter muito cuidado com os alimentos que damos aos cães e gatos. Os gatos são particularmente sensíveis, sendo que qualquer alteração à sua dieta é passível de provocar problemas de digestão. É certo que por vezes os animais, especialmente os cães (e também os gatos, quando cheiram peixe ou camarões) pedincham comida das nossas refeições humanas, e acabamos por lhes fazer a vontade. Mas é necessário contrariar essa tendência.

    ¬ Responder
  • Sergio MendesSandra

    10-05-2012 às 19:33:12

    Só uma correção... não são as frutas que contém cianureto (cianeto) e sim suas sementes... se retirá-las antes de servi-las não farão mal algum ao animal. ;)

    ¬ Responder
  • PauloPaulo

    09-02-2012 às 15:02:30

    É necessário que as pessoas que fazem afirmativas informem suas formações acadêmicas e atuação profissional, pois as afirmações precisam de embasamento científico para terem credibilidade.

    ¬ Responder
  • sofiaSofia

    13-05-2010 às 21:04:58

    Caro Bruno,
    A interrogação que aqui coloquei é pertinente e era obviamente dirigida à autora do texto, mas agradeço desde já a sua opinião. Contudo permita-me alertar para o facto de que o Bruno não leu bem o que escrevi, pois referi-me a gatos e não a cães.
    E nem sequer afirmei que fruta faz falta aos gatos, mas sim que eles gostam de algumas frutas e se haverá algum problema de saúde se as ingerirem de vez em quando :)
    Os humanos também não precisam nem de metade dos alimentos que consomem, como tão bem referiu em relação ao chocolate ;)

    Cordialmente,

    Sofia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBruno

    13-05-2010 às 14:16:35

    @sofia
    Não é preciso ser muito inteligente para perceber que os cães não necessitam de fruta na sua alimentação. Para estes a fruta é como o chocolate para o homem!!Entendeu? Você não precisa de chocolate na sua alimentação né?Mas gosta de comr de vez em quando.

    As frutas ácidas, como laranja, mexirica, morango e abacaxi não devem ser oferecidas aos cães, uma vez que são muito acidas.

    Outras apesar de não acrescentarem nenhum valor proteico à alimentação dos cães podem ser dadas, tal como a banana, maçã, pêra, manga e ameixa doce.

    Não é assim tão dificil pois não!!

    ¬ Responder
  • sofiasofia

    13-05-2010 às 12:36:38

    Também fiquei um pouco confusa...Os gatos que vivem comigo gostam de algumas frutas. O gato gosta muito de abacate e a gatinha adora melancia, manga e dióspiro. Haverá algum inconveniente?
    Obrigada.

    ¬ Responder
  • MargaridaMargarida

    12-05-2010 às 23:10:30

    Após ler este artigo fiquei deveras intrigada! Tenho 3 cães que não comem nada de extravagante para além da ração, no entanto um deles ( um pug ) é gordinho. Sempre que vou à clínica veterinária falamos sobre ele estar gordito mesmo com medicação para reduzir o apetite. Como ele "pede" sempre fruta, principalmente se for maçã ou pêra)perguntei por brincadeira se caso lhe desse fruta antes da refeição ele ficava com menos fome. Disseram-me que podia dar desde que não fosse uma grande quantidade! E agora já estou toda baralhada!!!

    ¬ Responder

Comentários - Alimentos perigosos para os cães e gatos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mundo

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Internet
O Mundo\"Rua
O tão aclamado pelos seus mistérios e que continua a nos surpreender o mundo que não é tão somente cheio de pessoas há apenas sonhar em si próprio, mas sim também no seu próximo que poderia ser qualquer pessoa de seu convívio, mas que o laço que enlaça que enlaçai-nos próximo pode ser o mesmo que pela discórdia se deslaça, nunca mais enlaçando [...]

Não mais unidos de uma maneira sagrada assim como é o nosso convívio com as crianças que enlaça em Cristo, que com a idade vai se deslaçando, como uma semente que após um tempo cresce e dá frutos que pode ser não muito boas, apodrecendo, mas que se cuidarmos com certeza dará bons novos frutos.

Não pense que assim são somente as plantas, mas como também, é todo ser humano, pois o consentimento do que é o tal mundo esmero depende de cada gás carbônico expirado não só pelo, mas sim pela alma, cônjuge do Espírito que pode ser Santo ou não, pois já como temos o livre-arbítrio nós que decidimos se deixemos que Ele nos habite ou não para trilhar o Bem ou não mesmo que, embora Ele esteja sempre conosco, embora não vejamos e não aceitamos por apenas sentir e não o reconhecer através de nossos atos.

Costumo definir o mundo de acordo com o que vivo e não vivo, por não haver ainda a oportunidade de viver sem me arrepender já que querer não poder. Não sei como definir o mundo mesmo que o mundo seja o que eu e você estejamos vivendo mesmo sem querer viver o que vive, pois sei bem o que é isso porque vivo há caminhar de olhos vendados fazendo o que querem pra mim sem levar em consideração o que penso ou deixo de pensar por algo tão, às coxas de tão impensado seja o meu impulso como é essa agora de querer escrever porcarias mesmo que o foco sempre seja o mesmo que nada mais é do que desvendar o mundo que não conheço embora eu viva ele inconstantemente para descobrir dele mais, e mais, sem parar [...]. Sem que haja intervalos como em um jogo de futebol.

Pesquisar mais textos:

Kaique Barros

Título:O Mundo

Autor:Kaique Barros(todos os textos)

Imagem por: turtlemom4bacon

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios