Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Papagaio – um amigo a considerar

Papagaio – um amigo a considerar

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 6
Comentários: 5
Papagaio – um amigo a considerar

Os papagaios são aves bastante coloridas e com grande aptidão para imitar sons e palavras da nossa linguagem. Considerados inteligentes, os papagaios distribuem-se por mais de 350 espécies conhecidas, das quais uma grande parte já foi domesticada pelos humanos.

Embora apreciem mais climas quentes, actualmente eles encontram-se em basicamente todos os recantos do mundo, sendo, em inúmeros casos, adoptados como animais de estimação. Na verdade, é sempre agradável acordar e ter um “amigo” a dizer-nos «Bom dia!», não é? Deve ser o único animal de estimação que interage com o(s) dono(s) ao nível da fala.

Em média, um papagaio pode viver até aos 80 anos (é, realmente, um companheiro para a vida…!), medir cerca de um metro e pesar à volta de um quilo e meio. Este quilo e meio, na maioria dos papagaios, é mantido à base de fruta, flores, sementes e pequenos insectos, acrescentando, eventualmente, verduras, legumes, arroz integral com casca, outros cereais (como milho, grãos de aveia e trigo integral), alpista, ração para cão e carne. É importante que a alimentação vá variando ao longo das semanas e são de evitar alimentos gordurosos, como o amendoim. Uma alimentação equilibrada é essencial para a saúde e disposição para procriar dos papagaios, assim como para a resistência dos descendentes. A quantidade ideal de comida para um papagaio corresponde a cinco por cento do seu peso corporal (aproximadamente 450 gramas), em duas refeições diárias. Uma vez que se verifica muito desperdício durante o repasto do bicho, o melhor é servir o dobro da dose certa.

Os papagaios são muito afáveis, sobretudo enquanto “crianças”, isto é, na condição de filhotes. Dotados de alegria e esperteza, facilmente se afeiçoam a quem os trata bem. Necessitam, à semelhança de qualquer animal (e pessoa!) de atenção e amor, e podem ficar magoados com alguém que lhes fira a enorme sensibilidade ou faça algo de que não gostem. Possuem hábitos diurnos e grande energia. Dado que na Natureza vivem em bandos, o ideal é criá-los, pelo menos, em dupla. Gostam de andar e trepar.

No que se refere à gaiola para os albergar, se o objectivo for tê-los sempre fechados, convém que ela seja espaçosa (com, mais ou menos, três metros de comprimento por dois de largura e dois de altura). É aconselhável, também, comprar companhia, que, eventualmente, proporcionará também acasalamento. Se o propósito for ter um papagaio domesticado, que esvoace pela casa, o tamanho da gaiola pode ser bem mais reduzido (80cm por 80 cm por 60 cm), já que é apenas para passar o dia, tendo depois oportunidade de se exercitar. É útil, neste caso, arranjar um poleiro onde esteja a comida do animal e onde ele possa fazer as necessidades.


Maria Bijóias

Título: Papagaio – um amigo a considerar

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

764 

Imagem por: Crispin Swan

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    16-06-2014 às 05:31:49

    Já tive papagaios e é ótimo! Gostei muito de seu porte, estrutura e são realmente, imitadores de nossa fala. Adoraria ter um novamente!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • michel

    01-04-2014 às 22:51:42

    oi eu tenho um papagaio ele tem sete meses mas gostaria de saber como eu sei que ele que comesa a falar quanto tempo um papagaio comeca a falar

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoHeitor

    30-03-2013 às 09:09:37

    Esta matéria é absurda,o diversas informações erradas entre elas tamanho, peso e alimentação, jamais de girassol,
    Carne, café, bolacha etc.... Forma correta frutas sementes e ideal ração especifica para papagaios ex: nutropica

    ¬ Responder
  • cleauza batista fernandescleauza batista fernandes

    24-12-2010 às 04:35:44

    eu tenho um papagaio que é super inteligente, ele d canta fala ele late igual dachorrinho é uma graça e me diverte muito..eu não sabia que podia dar ração de cachorro carne,eu não sabia o meu é enjuado pra comer ele gosta muito é de girassol milho verde,me diga uma coisa ele solta muito a penugem,o que será isso?estresse não é porque a gaiola dele é enorme e fica enbaixo de uma arvore onde ele ve jente o dia todo.e as penugem o que sera?ele tem de 6 7 ano. poderia me dar uma resposta? obrigada!! valeu..

    ¬ Responder
  • aline

    13-04-2013 às 14:09:52

    meu papagaio naceu em novembro nois estamos em abril pois nao fala quase nada so falar papai , quer biscoito, queria saber se e assim mesmo que começa ou se esta se esta na fase de conversar e quando tempo realmente que eles aprende a falar mesmo

    ¬ Responder

Comentários - Papagaio – um amigo a considerar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Crispin Swan

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios