Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Cães d' água, são famosos

Cães d' água, são famosos

Categoria: Animais Estimação
Visitas: 4
Comentários: 6
Cães d

As qualidades reconhecidas como cão de companhia e a aptidão para trabalhos no mar, estão a reforçar a imagem do cão d'água português, e a dar-lhe um papel de destaque e cada vez mais na moda. Também para isso contribuiu o facto desta raça ter ganho a corrida ao lugar de mascote presidencial dos Estados Unidos. O que é certo é que a procura aumentou drasticamente nos últimos tempos.

Todos sabemos que uma moda é uma tendência, algo passageiro e mutável, muitas vezes cíclica. E não é a primeira vez que o cão d’água está na moda.

É de conhecimento geral que estes cães foram companhia dos marinheiros que partiam em busca de novas terras, por alturas das descobertas. Por essa altura tinham a função de mensageiros, fazendo o transporte de mensagens entre as naus.

Mais tarde, e durante muito tempo, o cão d’água foi utilizado como auxiliar dos pescadores em quase toda a costa portuguesa. Era uma presença constante e indispensável nas traineiras de pesca, pela sua capacidade natural em mergulhar e nadar: durante o dia, apanhava o peixe que escapava das redes; rodeava-as para impedir fugas de pescado; recuperava objectos que caiam ao mar; salvava homens de morrerem afogados nas águas agitadas; transportava mensagens e objectos entre os barcos e terra; puxava as cordas que prendiam as embarcações aos portos. E durante a noite, guardava os barcos e os instrumentos de pesca. Por estas razões sempre foi considerado o mais fiel amigo do homem do mar.

Estava de tal modo integrado e a sua importância era tal que, como qualquer pescador, tinha direito a um quinhão do peixe pescado e a um quarto do soldo diário. O que ganhava servia para o seu sustento – era entregue à responsabilidade de um dos pescadores, que tinha obrigação de cuidar dele. A amizade era tal que nunca eram vendidos, mas oferecidos – como sinal de que não tinham preço.

Porém, o desenvolvimento tecnológico e a força do progresso, fizeram com que o cão d’água deixasse de ser necessário, pois as suas aptidões deixaram de ser utilizadas. Isto fez com que o seu número diminui-se drasticamente, tendo mesmo sido considerada uma raça em vias de extinção.

É um cão único no mundo devido a algumas características físicas que o tornam especial: possui membranas interdigitais que lhe permitem nadar com muita facilidade, utilizando os quatro membros e consegue efectuar apneia.

A estas características junta-se o seu temperamento dócil: é muito meigo e inteligente, afectuoso, alegre, leal, obediente, afável e muito activo; Aprende muito rápido e é um bom cão de guarda. É uma das raças que melhor se relaciona com crianças, por serem propensos à brincadeira e porque protegem sem serem agressivos. São de uma dedicação extrema. Além disso, é uma raça hipoalérgénicos, não provocando tantas alergias quanto as outras raças.

Quanto a si, caro leitor, não sei… mas quanto a mim, e depois de ter conhecido mais profundamente o cão d’água, espero que o gosto por esta raça tão especial nunca mais passe de moda.


Catarina Bandeira

Título: Cães d' água, são famosos

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 4

689 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãopito

    14-02-2012 às 19:36:45

    @Joe
    claro que sim

    ¬ Responder
  • Autentinox Artefatos em Aço InoxCristina Santos

    22-10-2009 às 11:02:54

    Esses cães da foto não são cães d´água.
    Eu tenho um de dois meses e roe tudo, é capaz de levar umas palmadas e logo de seguida vir atras de mim como se nada fosse.
    Acompanha-me a ver tv, adora crianças brinca com elas.
    E adora tomar banho!
    muito dócil.
    Quando vai na rua toda a gente se mete com ele.
    Nunca vi cão mais fofo.
    Além disso tem uma inteligente que nunca pensei que um cão tivesse.
    São descendentes do Lavrador com o terra nova.
    Em fim ainda tenho um cão desses pra vender.
    bjs

    ¬ Responder
  • Maria Lurdes MouraMaria Lurdes Moura

    07-07-2009 às 22:33:19

    estou muito triste ontem faleceu a minha cadelinha com um hemangiosarcoma no baço tenho muitas saudades dela dava tudo para a ter de volta há dez anos que estava comigo

    ¬ Responder
  • rererere

    10-05-2009 às 21:32:05

    eu gostei imenso de saber eu cria ter um

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJorge M.

    16-03-2009 às 12:15:01

    Gostei. Tenho um. E o Obama tambem.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoe

    16-03-2009 às 01:19:03

    Será a mulher do Obana, na foto?

    ¬ Responder

Comentários - Cães d' água, são famosos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios