Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Raças de Gatos - O Abissínio

Raças de Gatos - O Abissínio

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 4
Raças de Gatos - O Abissínio

O Abissínio, um elegante gato de pelo curto, cujo nome sugere uma origem africana (a Abissínia é a atual Etiópia) tem, no entanto, a sua origem um tanto obscurecida. Uma das únicas pistas que parece indicar o seu berço original é de facto o seu nome, pois vestígios da presença desta raça, ou semelhante, nunca foram encontrados na Etiópia. Numa linha de hipótese diferente, sugere-se que possa ter uma origem Egípcia, suposição assente nas semelhanças deste felino com o gato sagrado do Egito antigo. Não obstante estas conjeturas, a mais provável é a que supõe que uma origem asiática esteja subjacente à história deste animal.

De olhos dourados, com um peso que varia entre os 4 e os 7,5kg, este gato de pelo curto e de tamanho médio que pode, face a uma primeira descrição, parecer vulgar, é pelo contrário possuidor de um porte aristocrático, parecendo-se a um pequeno puma, espécie de felino selvagem. Sendo uma das mais arcaicas raças de gatos, está espalhado de forma equitativa pelo globo, tendo-se desenvolvido inclusivamente em dois subtipos, referentes à forma da cabeça. Assim, o abissínio tipo oriental que, apesar do nome que o descreve, é tipicamente inglês, possui uma cabeça alongada, ao passo que o abissínio de tipo europeu, mais uma vez, paradoxalmente, encontrado no continente americano, possui uma cabeça com uma forma mais globular. No que diz respeito às cores de que se reveste, são de destacar o alperce, por vezes manchado de riscas pretas ou o bege revestido de riscas cinzentas. O mais comum, no entanto, é o tom alperce total, com ricas mais concentradas na zona da cabeça.

Quanto às suas características de personalidade, o abissínio diferencia-se pela sua independência, não deixando no entanto de ser meigo, exigindo a atenção dos seus amigos humanos. Por norma brincalhões e energéticos, os gatos pertencentes a esta raça necessitam de usufruir de um espaço aberto, ao ar livre ainda que cercado, onde possam correr e explorar. É, em suma, um grande companheiro, principalmente para o seu dono, a quem se encontra sempre muito ligado, devotando-lhe uma atenção maior que aos restantes humanos com quem convive.

Sofia Nunes

Título: Raças de Gatos - O Abissínio

Autor: Sofia Nunes (todos os textos)

Visitas: 4

658 

Comentários - Raças de Gatos - O Abissínio

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios