Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > O primeiro banho do seu gato

O primeiro banho do seu gato

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 19
Comentários: 9
O primeiro banho do seu gato

Dar banho a um gato nem sempre é tarefa fácil, principalmente quando é a primeira vez. Muitas pessoas recolhem animais das ruas e deparam-se, de imediato, com um problema: o gatinho está sujo e infestado de pulgas. A primeira reação é dar um banho ao animal, mas, para fazê-lo, deverá sentir-se bem seguro/a relativamente aos passos a seguir.

Lembre-se que os gatos não necessitam, geralmente, de banhos e estes estão mesmo desaconselhados pelos médicos veterinários. Isto porque o banho, principalmente se for muito frequente, pode baixar a resistência imunitária do gatinho e levá-lo a adoecer mais facilmente. Lembre-se que os gatos tomam banho sozinhos, com um poderoso auxiliar: a língua, que remove pelagem morta, areja e ordena os pelos.

Mas, em caso de necessidade imperiosa de um banho, veja como há de proceder: num banho de estreia, deve habituar o gato à água, de forma gradual. Passe primeiro uma luva ou esponja molhada pelo corpo – evite a cabeça, olhos e ouvidos. Em seguida, observe a reação do animal. Se a mesma for hostil, não insista no momento e aguarde por uma segunda e terceira tentativas, até que o gato se habitue à sensação de água morna no corpo. Não se esqueça, a propósito, que a água não pode ser fria, já que os gatos são extremamente sensíveis às mudanças bruscas de temperatura. Quando o animal tolerar a água, coloque-o dentro de uma bacia com água à temperatura de 37ºC. Molhe-lhe o corpo e ensaboe-o com shampoo de gatos (nunca utilize shampoo convencional, para seres humanos, uma vez que muitos podem mesmo ser tóxicos para a pele do seu animal). Vá segredando palavras meigas para o acalmar. Em relação à cabeça, poderá passar as mãos molhadas pela mesma, tendo o cuidado de não deixar entrar água para os olhos, focinho ou ouvidos – nestes últimos pode mesmo colocar pedaços de algodão para evitar o contacto nefasto com a água. Quando terminar o ensaboamento, enxague o animal com água abundante (com uma tigela e nunca com o chuveiro, pois ele vai assustar-se) e seque-o com várias toalhas. Coloque-o em cima de uma outra toalha e finalize a secagem com o secador – nunca o aproxime demasiado, pois pode queimar a pele do gatinho. Desembarace o pelo com uma escova e limpe-lhe os ouvidos com um cotonete, mas apenas na zona exterior da orelha, nunca dentro do ouvido!

Ouça o seu gato e mime-o com uma banhoca (muito esporádica) quando ele assim o autorizar. Se, mesmo assim, a tarefa se revelar de todo impossível, leve-o a uma loja própria de banhos e tosquias a animais. Eles saberão o que fazer.

Isabel Rodrigues

Título: O primeiro banho do seu gato

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 19

774 

Imagem por: iLoveButter

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 9 )    recentes

  • SophiaSophia

    21-04-2014 às 18:37:40

    O primeiro de muitos banhos nos gatos. É bom tomar banho 2 vezes na semana e não todos os dias.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    22-10-2012 às 09:54:01

    Sim, convém tomarem um banho de vez em quando.. lol. O mesmo se aplica aos humanos

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 16:12:51

    É importante dar banho aos gatos, ainda que o senso comum repita que os gatos são animais muito limpos – na verdade não são. Os gatos lambem-se diariamente, o que possibilita a acumulação de sujidade e bactérias no pêlo quando molhado. Essa é, aliás, a principal instância criadora das alergias. São boas as suas dicas, principalmente porque quando um gato ganha aversão ao banho em pequeno, é difícil contrariar essa tendência, tornando o banho complicado.

    ¬ Responder
  • LarissaLarissa

    09-12-2011 às 20:01:16

    @Thaynara, uma vez por mês apenas.

    ¬ Responder
  • FláFlá

    13-05-2011 às 00:08:15

    Oi, eu tenho um filhotinho de gato, ele deve ter 1 mês e está comigo a duas semanas, bom o problema é que não sei quando posso dar o primeiro banho, quando posso dar vacinas e etc...
    Pode me dar alguns conselhos??

    ¬ Responder
  • ThaynaraThaynara

    25-04-2011 às 15:22:26

    Legalll....posso dar banho no meu filhote?com que frequência?obrigado!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSphinx

    28-02-2011 às 21:55:42

    Muito bom, obrigado.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãomariah roberta ferreira da silva

    10-07-2010 às 00:45:45

    muito legal;e obrigaDOOO!!!

    ¬ Responder
  • maria

    05-04-2012 às 15:00:26

    muito obrigado por ter nos emssinado a dar banho em gato nos nao sabia que erra tao enteresamte assim obrigado pela sua dica

    ¬ Responder

Comentários - O primeiro banho do seu gato

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Imagem por: iLoveButter

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios