Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Como cortar as unhas do seu gato

Como cortar as unhas do seu gato

Categoria: Animais Estimação
Comentários: 5
Como cortar as unhas do seu gato

Para algumas pessoas os gatos são mais do que animais de estimação, são companheiros leais e tranqüilos. Fazem parte da família e como tal exigem muitos cuidados especiais. O trato do pelo, as consultas regulares ao veterinário, a caderneta de vacinação correta e o corte das unhas são ações de extrema importância para uma vida saudável dos bichanos. Dentre esses cuidados o corte das unhas exige a atenção e causa dúvidas em muitos donos de gatos.

Antes de cortar as unhas dos gatos é preciso preparar o ambiente. É bom fazer o corte em um ambiente claro. A tesoura a ser usada deve ser desinfetada com álcool. É bom usar água oxigenada para estancar o sangue, se precisar. Em geral, na há mistério no corte, porém algumas pessoas têm receio em fazê-lo, então nesse caso é melhor pedir para que outra pessoa o faça.

Para solucionar essa dúvida e realizar esse ato de maneira adequada segue os passos que os donos devem ter para cortar as unhas de seus gatos com sucesso e conforto para os bichanos. Primeiro deve-se pegar o gato com todo carinho e ajeitá-lo confortavelmente no colo, pressione, com uso do dedo indicador o meio da pata do gato a fim de que as unhas apareçam, pois os bichanos têm unhas retráteis. É preciso segurar firme o bicho, caso contrário, ele se agitará e tentará escapar. Depois é necessário pegar a tesoura e iniciar o corte. Os gatos têm cinco unhas, alguns mais e parte da unha é branca, seguida de uma parte rosada. Para o sucesso do corte, é fundamental cortar somente a parte branca e curvada da unha. Faça o corte em sentido diagonal.

Caso aconteça de atingir a parte rosada da unha, cheia de nervos e sangue, o indicado é usar a água oxigenada para estancar o sangue. Ou, segundo indicam alguns experientes no assunto, colocar um pouco de farinha também estanca rápido o sangue. Nesse caso, é importante manter a calma. Vai doer um pouco no bichano, mas depois tudo voltará ao normal. É bom lembrar, ainda, que há gatos com as unhas totalmente pretas. Nesse caso, é bom não cortar a fundo. O indicado é cortar pouco por várias vezes, mantendo a regularidade no corte. Esse ritual deve ser feito tanto com as patas dianteiras quanto traseiras.

Aos poucos os gatos vão se habituando a esse ritual que vai se tornando mais fácil para ambos, bichano e cortador ou "pedicure". Existem gatos mais ariscos, então é bom conseguir ajuda para realizar o corte. Enquanto um afaga o outro faz a tarefa. Ao final é legal dar uma bonificação ao bichano. Desde pequeno, logo que as unhas começarem a aparecerem compridas, já devem iniciar os cortes das unhas.

Outras posições também podem ser testadas até se encontrar a mais adequada e confortável para conseguir cortar todas as unhas do bichano. Entre as pernas, no colo, em cima de uma mesa ou poltrona, por exemplo. Deve-se ir testando. Se o gato sentir-se muito desconfortável com a atividade vá cortando as unhas aos poucos, sem forçá-lo. Alguns gatos deixam até seus donos realizarem esta tarefa enquanto estão dormindo e nem sentem o que está acontecendo.

É importante lembrar que os gatos precisam exercitar-se e afiar as unhas é um ótimo exercício para trabalhar os músculos, então não se deve cortar as unhas muito rentes e o mais indicado é que se tenha em casa os postes com cordas para que pratiquem e precisem afiar as unhas em locais inadequados como o sofá de casa.


Rosana Fernandes

Título: Como cortar as unhas do seu gato

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

771 

Imagem por: quinn.anya

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Daniela

    12-04-2014 às 23:12:55

    eu preciso de ajuda !!
    a unha da minha gata partiu ou então lascou o que é que eu faço???

    ¬ Responder
  • Andreia Martins SobreiraAndreia Martins Sobreira

    17-03-2011 às 22:47:26

    Eu nunca cortei unhas ao meu gato se chama - se pimpolho.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoandre

    12-08-2010 às 20:59:57

    @rosa de souza
    Normalmente de mes a mes mas tamem a gatos que cresce mais rapido e ai deve cortar de 15 em 15 dias

    OBrigado espero ter tirado sua duvida

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoruben

    15-03-2010 às 17:45:51

    @rosa de souza
    Deve cortar quando achar que a unha já está ficando bastante grandinha. existem gatos que as unhas crescem mais rapido e noutros o processo é mais lento.
    Deve estar com atenção e só deve cortar quando a unha estiver grande.

    ¬ Responder
  • rosa de souzarosa de souza

    15-03-2010 às 13:33:15

    tenho uma gata persa que esta estragando os moveis da casa com suas unhas,perde muito pelo apesar de eu escovala diariamente
    e ela faz isso apenas quando fica sozinha,moro em apartamento
    gotaria de saber a frequencia com que as unhas devem ser cortanda????

    ¬ Responder

Comentários - Como cortar as unhas do seu gato

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: quinn.anya

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios