Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Cães pedinchões

Cães pedinchões

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 4
Comentários: 5
Cães pedinchões

É muito comum ver-se a pedinchice constante de alguns animais de estimação. Cães e gatos desenvolvem um “marketing” muito próprio para conseguir aquilo que querem, à semelhança das estratégias levadas a cabo pelas crianças. É claro que eles não reclamam coleiras com diamantes, camas bordadas a ouro, transportadoras Loius Vuitton, ou outros produtos de luxo (e irracionalidade, diga-se de passagem) oferecidos por uma indústria multimilionária. Aliás, nem todos os cães têm a sorte de nascer nos Estados Unidos, onde, de vez em quando, há alguém que, por senilidade, descrença total nos humanos, ou seja lá pelo que for, lega uma herança choruda ao seu amigo de quatro patas….

Não obstante, torna-se muito desagradável e aborrecido ter o próprio cão a pedir isto ou aquilo em permanência, nomeadamente na altura das refeições, quando ele se acha no direito de provar ou, quiçá, até deliciar-se com uma porção do manjar dos donos. A ansiedade do bicho não é coisa fácil de suportar, e, perante a presença de visitas, converte-se em embaraço. Todavia, a nossa comida não é adequada para o aparelho digestivo do animal, e as gorduras e os temperos podem mesmo causar-lhe sérios danos. Há cães que ficam diabéticos, cegos e a maioria morre precocemente, à conta destes (maus) hábitos.

Paralelamente, ceder aos caprichos do cão uma vez, no entendimento dele, significa, por um lado, que irá lograr o que deseja em todas as ocasiões (basicamente, o cão não compreende porque é que umas vezes pode receber e outras não), e, por outro, que é ele quem manda, o líder, porque lhe satisfazem sempre as venetas. Este facto pode originar agressividade no bicho quando a sua vontade não for cumprida, ainda que não se trate de um cão possante e violento. Na prática, um animal destes sente que não só pode fazer aquilo que lhe apetece, como todos lá em casa (que ele vê como a sua matilha) têm de concretizar os seus pedidos. A agressão será, então, a maneira de forçar a resposta às suas exigências.

Educar os cães desde pequeninos é fundamental. Nesta perspetiva, não é sensato que eles partilhem a cama com os donos, entrem primeiro em casa, comam primeiro, andem sempre ao colo, … Todos estes comportamentos levam o cão a sentir-se igual ou superior ao dono, hierarquicamente falando. Estabelecer as regras desta hierarquia é essencial para a segurança do animal e para o bem-estar de cão e dono(s). Educação não é sinónimo de castigo e há que ter consciência da necessidade do treino do bicho e de lhe impor limites que o façam perceber, sem cenas deploráveis, o lugar de cada um.

A disciplina não compromete em nada o amor pelos animais; pelo contrário,
proporciona um convívio harmonioso e uma maior felicidade para todos.

Treinar para deitar, sentar e ficar é o básico. E deveras útil quando se está a comer… Dar uma recompensa (em carinho, alguma gulodice, …) quando o cão obedecer a uma ordem, funciona como estímulo e ensina-o a merecer o que pede. O que não se pode permitir é que ele se empine na mesa, que vá dando patadinhas ou arranhões para chamar a atenção e pedir comida e, muito menos, que se sente à mesa com os donos. Especialmente os cães grandes, dominadores e com temperamentos fortes, tentarão, invariavelmente, obter algo mais do que o que já alcançaram.

Os cães são pedinchões (de guloseimas, brincadeira, …) porque recebem ao pedir. Se esta tendência for contrariada, os bichos assimilarão outros ritmos, valores e conceitos. O «Não!», dito com firmeza, pode, inclusive, impedir que o seu cão se torne um perigo público!


Maria Bijóias

Título: Cães pedinchões

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

767 

Imagem por: e³°°°

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • SophiaSophia

    16-06-2014 às 06:14:13

    Os cães pedinchões ainda veem com aquela cara mais inocente quando estamos com algo na boa, num tem nem como dizer não...ehheh
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Danilo SoaresDanilo Soares

    07-01-2010 às 19:21:36

    @Dinair Guimarães
    Vc é Dinair Alho Guimarães?
    se for entre em contato pelo email
    (13) 91327626
    É sobre um filho que procura a mãe.

    ¬ Responder
  • Robson

    19-10-2014 às 00:48:46

    Procuro informações também sobre Dinair Alho Guimaraes possivel nascimento em 29/06/52 entrar em contato cels (11) 9 8881-66-99 claro / 9 8449-86-11 tim por favor entrar em contato

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãofernando

    06-12-2009 às 21:41:37

    texto maravilhoso, gostei muito do amor e carinho manifestado pelos animais de estimação
    continue a escrever que eu adorei ler
    bem haja

    ¬ Responder
  • Dinair GuimarãesDinair Guimarães

    25-10-2009 às 01:12:34

    Interessantíssimo e muito útil este texto. Ele esclarece várias dúvidas de pessoas q/ não sabem como disciplinar o seu cão. Eu sou apaixonada por caninos e aqui em casa temos um cão muito inteligente, dócil, carinhoso, mas infelizmente o estragamos, eu educava e o meu marido deseducava. Agora ele tem oito anos, sobrepeso, gastrite, gengivite e mesmo levando ao veterinário, já perdeu alguns dentes, tudo por conta da alimentação inadequada e eu, tenho toda a tolerância do mundo, porque ele mora dentro de casa e é de porte médio.
    Mas nós o amamos muito e cuidarei bem dele enquanto vida tiver.

    ¬ Responder

Comentários - Cães pedinchões

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: e³°°°

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios