Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos | Idioma: Português                
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Animais Estimação > As doenças transmitidas pelo gato

As doenças transmitidas pelo gato

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Visitas: 131.395
Comentários: 536
As doenças transmitidas pelo gato

Existem doenças que podem ser transmitidas do animal para o homem, sendo os gatos, um desses animais. Infelizmente há doenças que podem causar danos, não dizemos isto com o intuito de alarmar, sim para que todos saibam a realidade, saiba o que nos custa esta informação. Mas como diz o ditado é melhor prevenir do que remediar.

Os felinos produzem uma proteína, a glicoproteína fel d1, que está presente na saliva e no pelo. Esta substância desencadeia uma série de reações alérgicas, como espirrar, erupções cutâneas, irritação das vias respiratórias e o pior, a asma, a quem sofre de alergia para com os gatos. O único gato que não produz esta proteína é o gato Siberiano.

Há também nos gatos uma doença parasitária que é a toxoplasmose, que é provocada por um protozoário o toxoplasma gondii que infeta os felinos que comem aves, ratos ou carne contaminada. Os gatos são os hospedeiros desta doença sendo a sua transmissão feita pelas fezes, para as pessoas. As mulheres em fase de gestação deveram ter principal cuidado com os gatos durante esta fase, visto que a gravidez poderá ser colocada em risco, caso o gato tenha este tipo de bactéria ativa, mas você pode controlar essa doença, pois ele só começa a liberar os ovos do toxoplasma e só começam a ser nefastos depois de algumas horas. Evite brincar com os gatos durante a gravidez e evite dar-lhes carne crua.

Outra doença que é transmitida pelo gato e que é altamente contagiosa é a Dermatomicose que é muito conhecida como “Tinha”, é uma infeção cutânea provocada por fungos parasitas. Uma vez contaminado pode transmitir aos humanos, não apenas no contacto direto, mas através do manuseamento de coberto, mantas, tapetes, ou onde eles costumam se deitar. Essa doença manifesta-se na pele das pessoas, principalmente na zona de mais contacto com o gato que geralmente é as mãos o rosto e os braços. Essa infeção começa com manchas vermelhas, e espalha-se rapidamente, devendo ser tratada o mais rápido possível. Saiba, portanto, que esta doença é mais frequente em gatos persas e siameses e angorás.

A sarna Sarcóptica, apesar de infectar mais os cães, o gato não fica de fora, esta é uma dermatose parasitária causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei, que é altamente contagiosa, esta infecção pode ser transmitida de animal para animal, esta sarna é causada pela má higiene, ou locais mal limpos, ou locais que já tiveram animais infectados. A sarna sarcóptica manifesta-se na pele através de crostas que levam a perda do pêlo e a um cheiro desagradável, ou seja, (mau cheiro), e como da muita coceira, torna a situação ainda pior, causando feridas bastante feias. É preciso isolar o animal, e o tratamento deve ser feito com luvas e roupas descartáveis.

Saiba, portanto que os gatos são animais que transmite sérias doenças, e apressar de ter citado algumas, ainda não parei, e continuando a falar e a mostrar o que você esta levando para casa, é necessário também falar de uma micose subcutânea, mais vulgarmente a esporotricose e a sua origem vem do fungo Sporothrix schenckii. Que é presente no solo, e está também em várias plantas e madeiras, que pode facilmente picar o animal, e o resultado é nódulos e pápulas inflamadas, que podem ficar na superfície da pele, e cicatriza por se só. Às vezes elas podem causar feridas traumáticas e profundas, atingindo a além da pele, os gânglios, ossos e órgãos internos. Saiba por que a esporotricose é contagiosa, portanto, os gatos devem ser tratados com luvas até estarem completamente curados.

Já o Toxocariose é causado pelo parasita Toxocara. As larvas são libertadas e crescem no intestino até se transformarem em vermes adultos. E aproximadamente, 40 dias depois, o gato começa a eliminar milhares de ovos através das fezes, e é daí que surge a contaminação para as pessoas. Os gatos são contaminados devido às suas saídas, passeios em lugares que nem mesmo sabemos onde andou. Saiba por tanto que as crianças são as mais atingidas, devido as suas brincadeiras pelo chão, e por levarem objectos à boca. Esta contaminação é de arrepiar, pois ela só se manifesta quando a criança já está adulta.
Elas ficam como larvas, e quando adulto os médicos chamam de síndrome de larva Migrans visceral.

Estas larvas entram no sangue e infiltram-se em vários órgãos, e ali ficam, dando origem ao aparecimento de granulomas parasitários, infeções alérgicas, sintomas como febre intermitente, a diminuição ou aumento de apetite, dores musculares, dor no abdómen, tosse, anemia ou lesões oculares. Saiba, porém que este parasita, só atinge 10% dos gatos adultos, e 25% dos gatos com menos de três messes de vida. Saiba também que esta infeção que os gatos apanham através do parasita.

A turbaefoeme, pode entrar no organismo do gato através da placenta, da pele, ingerindo matéria orgânica com restos fecais de animais infetados ou através da amamentação, se sua mãe também estiver infetada. Esta doença é mais propícia em zonas de praia ou em terrenos arenosos, onde os gatos andam livremente. Esta doença quando manifestada nos gatos, dá-se um endurecimento sua pele, principalmente nas áreas do corpo que tem mais contacto com o solo, tosse rouca, apatia, fadiga, palidez das mucosas, diarreia, perda de peso, vómitos esporádicos ou atraso no crescimento. Esta doença quando transmite para as pessoas, é quando o solo esta infetado, ou a areia em que o gato transmitiu a mesma doença. Ela se manifesta nas pessoas na pele, normalmente no pé e as mãos.


Waldiney Melo

Título: As doenças transmitidas pelo gato

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 131.395

270 

a carregar
Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 536 )    recentes

  • Julia kauanny.

    14-07-2014 às 14:31:36

    muito bom aprendei pra nao pega em gato nao vou pegar mas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAnónimo

    11-07-2014 às 13:02:18

    Não acredito que acreditem que os gatos transmitam doenças. São um animal muito fofo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJay

    27-05-2014 às 14:33:13

    Detesto gatos. Adoro cães.

    ¬ Responder
  • Carla

    12-03-2014 às 02:53:44

    Texto horrível!

    ¬ Responder
  • Sandra

    07-03-2014 às 05:18:17

    Adorei a matéria... Tenho nojo de gatos! Comecei a namorar uma pessoa e ele tem a mania de pegar gatos de rua...nada contra os gatos, mas gato dormindo na cama credo. Terminei meu namoro por causa desses bixos nojentos que tomam conta da casa, q por sua vez fedeeee a xixi coco de gato! Afff não sei como tem gente q consegue ter vários ! Gente louca só pode

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoWINCHESTER

    22-06-2014 às 18:24:25

    AI CRIATURA DE DEUS GATO NAO FAZ MAL TENHO UMA E POR INCRIVEL QUE PAREÇA ELA NAO VIVE NA RUA SEMPRE CUIDADA DENTRO DE CASA NUNCA SAIU ELA NAO É NOJENTA SABENDO CUIDAR DO XIXI E DO COCO DO GATO NAO TEM PROBLEMA TER GATO EM CASA

    ¬ Responder


  • 04-04-2014 às 19:37:38

    Este comentário é duma pessoa muito limitada. Com tanto nojo só deve conseguir viver numa redoma de vidro.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãokalops

    30-03-2014 às 20:26:02

    Vai-te tratar querida prefiro lidar com gatos

    ¬ Responder
  • Claudia Lima

    16-03-2014 às 02:58:12

    Disse que não tem nada contra gatos,Imagine se tivesse.Aposto que foi seu namorado que terminou com você,deve ser chaaataaaa.Sempre tive gatos nunca peguei absolutamente nada de doença.E bicho se escreve dessa forma nojenta!

    ¬ Responder
  • raquel

    10-03-2014 às 05:22:51

    SUA RIDICULA, ANIMAIS TEM QUE CUIDAR. TODA COISA BOA TEM SEU LADO RUIM!!!1111 SUA FEIA, ANIMAIS SAO DIVINOS, VC É VADIA. PFV. ADEUS SUA PUTA MAL COMIDA.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãocecilia maria de lima moraes

    07-03-2014 às 16:18:02

    eu tenho um gato dentro de nem por isso ele fede,o coco fede, o xieu gato tomaxi dele tbm fede. Vamos lá o meu gato toma banho,ele tem asua caixa de areia pro xixi e coco e fica dentro de casa e todos que vao a minha casa nem percebe que tem gato em casa!

    ¬ Responder
  • Nany

    20-02-2014 às 11:15:20

    Informação nunca é d .Não sei onde estão vendo preconceito.Eu tenho gato e fiquei mto satisfeita em saber das doenças q podem aparecer,sabendo os sintomas fica mais fácil o diagnóstico feito pelos médicos.Parabéns pelo artigo!!!

    ¬ Responder
  • Deborah

    21-01-2014 às 18:53:08

    Primeiramente eu amo de paixao os gatos. E se transmitem ou nao doenças , a medicina tai pra q entao?
    Quando eu li esse artigo pensei. Porra, se eu desse ouvido a isso, eu nunk teria sequer um gato. Mas ao contrario disso crio gatos desde q eu tinha 5 anos, nunk adoeci nem nada. Tudo bem que tem pessoas alergicas.e tal, mas e os cuidados? A higiene? Tudo esta em nossas maos, afinal quem eh racional somos nos.
    Achei incompleto esse texto, faltou aquela compaixao pelos bichanos... Acho que muitos aki concordam comigo naum eh?

    ¬ Responder
  • cris

    08-06-2014 às 19:35:09

    Achei interessante o texto já tive uma gata,tratei vacinei e tudo mais conforme manda o figurino, mais depois de algum tempo a danada peidava tão fedido que nada do que eu fizesse dava fim a tanto fedor,fiquei até pensando se ela comeu urubu recheado com gambá! bom mais dai o único jeito foi doar a peidona.Fazer o que né,agora fico até mais aliviada, sei q são fofos e coisa e tal, mais não acho que vale o risco. Agradeço toda gama de informações,bjs.

    ¬ Responder
  • ANA MARA

    14-01-2014 às 13:33:25

    Gente não se trata de abominar os gatos ou animais em geral, eu adoro animal, sou loka por gatos, apenas temos q tomar alghuns cuidados ao crialos, não seja ignorante ao ponto de achar que doença só vem de humanos, vem dos animais basta ter higine e saber lhe da com a situação.

    ¬ Responder
  • luciana

    18-11-2013 às 19:59:15

    eu acho o seguinte: doenças todos nós temos e pegamos uns dos outros, nao é só animal que passa doença. da onde que veio a aids, a gonorreia e outras nojeiras !!!! pegamos dos humanos e nao dos nossos animais domesticos ta???

    ¬ Responder
  • Mariana

    23-11-2013 às 14:17:46

    A Aids veio do macaco. (UM ANIMAL) ;)

    ¬ Responder
  • Rd

    19-10-2013 às 01:57:33

    nossa se isso mesmo for verdade desistirei de gatos,minha mãe diz que da doença queria muito um mais minha mãe diz que da doença oque eu faço

    ¬ Responder
  • Kelly Barros

    27-11-2013 às 15:54:20

    O único animal perigoso que conheço é o "humano".No mundo dos germes, nós somos mais perigosos para os animais do que eles pra gente.O único fato de não lavarmos as mãos constantemente já é um grande perigo.Pesquisas comprovam que crianças que vivem desde o primeiro ano de vida na companhia de animais, têm metade das chances de desenvolver qualquer doença alérgica do que crianças que não têm essa convivência.Eu sempre tive animais em casa, principalmente gatos e nunca tive nenhum problema.Acho que é de responsabilidade do site que publicou isso, passar o assunto completo e é de nossa responsabilidade pesquisar melhor antes de tomar qualquer decisão que possa prejudicar nossos bichinhos que nos amam incondicionalmente.

    ¬ Responder
  • cacilda

    17-07-2014 às 21:15:01

    vc estáe certissima Kelly , matéria imcompleta

    ¬ Responder
  • henrique

    22-07-2014 às 18:26:32

    aceite jesus cristo em quanto é tempo, pois ele morreu e ressucitou pelos humanos

    ¬ Responder

Comentários - As doenças transmitidas pelo gato

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.