Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Cuidados com a roupa de lã

Cuidados com a roupa de lã

Categoria: Vestuário
Visitas: 24
Comentários: 1
Cuidados com a roupa de lã

Ao chegar no inverno pensamos logo em nos proteger e nos aquecer do frio.

Corremos no guarda roupa e saímos à caça dos casacos, dos cobertores, das luvas, de todos os acessórios que vão nos garantir aquele calorzinho gostoso.

Mas se não tomarmos os devidos cuidados na conservação durante o verão das roupas e acessórios de inverno, corremos o risco de não conseguirmos usá-los quando precisarmos.

Todo tecido deve ter um tratamento especial, para ter seus fios, sua aparência igual ou semelhante de quando foi comprada e também ter sua durabilidade prolongada.

Cada tecido tem seu processo de lavagem, secagem e como ser guardado, seguindo os procedimentos adequadamente, sempre se pode contar com aquela roupa na hora em que precisar em qualquer estação.

Um dos acessórios mais procurados nas épocas de frio são as roupas feitas de lã, seja de lã pura ou acrílica.

A lã acrílica substitui total ou parcialmente a lã natural, mas requer os mesmos cuidados, ela tem o mesmo efeito de reter o calor, porém seu tecido é mais fino e pinica menos.

O tecido feito de lã aquece, pois ele isola o frio, sendo muito usado no outono e no inverno.

As roupas de lã são bastante resistentes, mas sensíveis ao calor, portanto se em contato com temperaturas quentes perdem o seu brilho.

Elas devem ser lavadas em água fria se na etiqueta permitir lavagem, ou serem lavadas a seco, certas peças devem ir para a lavanderia.

Sempre ao usar uma roupa de lã, não deixe a pele em contato direto, ela provoca coceira.

Mesmo roupas que tenham sido usadas uma vez, devem ser lavadas. Guardá-las sem lavar faz com que ela retenha suor, poluição e outros resíduos, com a ação do tempo, elas tendem a oxidar e formar manchas que não saem mais.

Lave na mão sem esfregar a mão, usar sabão neutro para não danificar os tecidos. O uso de outros sabões faz a peça encolher e ficar endurecida.

Depois de lavadas não podem ser torcidas, elas perdem a forma com facilidade, devem ser espremidas e secas á sombra na horizontal.

Para não deformar, no caso de uma blusa evite puxar as mangas, não compre roupas muito justas, não pendure em cabides, guarde em sacos tipo TNT dobradas, tanto as de lã natural, quanto as de acrílico.

Mantendo sempre esses cuidados sempre terá sua roupa de lã quando mais precisar!


Sheila Leite

Título: Cuidados com a roupa de lã

Autor: Sheila Leite (todos os textos)

Visitas: 24

806 

Imagem por: tanya❤blythe

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    19-08-2014 às 23:05:02

    Tenho uma blusa de lã já faz mais de 8 anos e agora que uma parte se resgou. Realmente, é tudo que você descreveu acima. Obrigada por partilhar!

    ¬ Responder

Comentários - Cuidados com a roupa de lã

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Imagem por: tanya❤blythe

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios