Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Imóveis Arrendamento > Alugar uma Casa – O que é realmente importante

Alugar uma Casa – O que é realmente importante

Visitas: 6
Comentários: 1
Alugar uma Casa – O que é realmente importante

Quando se fala em alugar uma casa, todos opinamos. Uns mais do que outros, todos nos achamos entendidos no assunto. A localização, o número de assoalhadas, etc., etc., etc.

Alugar uma casa é muito mais do que saber umas dicas sobre o assunto, e se está de facto a necessitar alugar um imóvel, este texto vai interessar-lhe.

Se começarmos a nossa conversa com expressões como ponderação económica, rentabilidade e investimento, vai sentir-se aborrecido e vai achar que isso condiz muito mais com o proprietário do que consigo que é futuro inquilino, mas engana-se. Estas expressões são exatamente para quem procura uma casa para alugar. Ora vejamos.

Se o número de assoalhadas são importantes para si, estude bem o caso. Precisa realmente de um escritório num quarto à parte? Não pode incorporar na sala uma parte destinada para escritório. Saiba que o facto de querer mais uma assoalhada vai acrescer o custo da renda. Muitas vezes acontece que a assoalhada destinada ao escritório tem um espaço muito limitado, mas é contabilizado como um quarto a mais, o que eu vai inflacionar o valor a pagar mensalmente.

Pode não querer cheirar o jantar do vizinho da frente, mas uma vista sobre o mar é assim tão importante? Procure uma vista desafogada, mas tenha em conta que vistas panorâmicas são extremamente caras. Compare preços.

Na sequência da comparação de preços, se encontrar uma casa que ache interessante e que esteja interessado, verifique os valores dos arrendamentos praticados na zona.

A casa tem direito a usufruto da garagem, ou simplesmente não a tem? Não se esqueça que estacionar o carro pode custar tempo e dinheiro. Atenção aos parqueamentos da zona e se a zona for pouco segura, vai mesmo ter de alugar uma garagem. Este valor deve ser contabilizado mensalmente e conte com este custo além do valor da renda.

Quanto tempo vai levar até ao seu trabalho? E a gasolina que gasta? Faça novamente as contas.

Se não tem carro, verifique o percurso para a escola dos seus filhos e para o seu trabalho. Os transportes, apesar de mais baratos, também são pagos.

Dos transportes, passamos à casa em si. O prédio está em bom estado? Como é a vizinhança. Verifique a roupa que está estendida às varandas. Muitas vezes, esta é uma forma de verificar o tipo de vizinhança que ali vai encontrar.

A casa precisa de pintura? Negoceie com o proprietário e fala você mesmo a pintura da casa.

Pondere com toda a atenção e nunca se esqueça que um contrato de arrendamento tem uma previsão média de 5 anos. Faça contas ao investimento que vai fazer neste período de tempo e decida depois. Existem bons negócios, mas são aqueles que são fechados depois de muitas contas feitas.


Carla Horta

Título: Alugar uma Casa – O que é realmente importante

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 6

797 

Imagem por: Jeremy Levine Design

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    05-05-2014 às 22:36:02

    Antes de qualquer decisão é muito importante avaliar os prós e os contra. Não é fácil morar alugado, ainda mais nas oscilações financeiras em que vivemos atualmente. Sempre é bom encontrar estratégias para adquirir uma casa, mesmo que se abstenha de algumas regalias.

    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Alugar uma Casa – O que é realmente importante

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Eventos
Como Organizar Qualquer Tipo De Evento\"Rua
Com todas as mudanças no mundo precisamos de pessoas capacitadas e qualificadas para se organizar um evento de porte. Não mais uma pessoa que faz tudo, que quebra-galho, mas um profissional estudioso no ramo para levar um evento de grande estima que atinja seu público de forma satisfatória e abrangente.

Para estar na frente exige-se muito trabalho, esforço e dedicação extrema para que se obtenha grande sucesso não somente para quem recebe como também para a própria instituição em que se realiza o evento. Isso tem causado uma procura por esses profissionais e até tem sido reconhecido como uma profissão que será valorizada muito nesses próximos anos.

Como Organizar?

Para estar na frente de um evento é necessário muita dedicação e amor. Muitas horas planejando e com uma grande antecedência. Pois, qualquer problema que ocorra no dia, será de responsabilidade de quem está organizando.

Então, todos os cuidados devem ser levados em consideração, devemos ter ações prevenidas e tudo deve ser listado, feito e dado uma atenção especial. Diante dos que se pretende fazer em um evento seja ele cultural, religioso, comercial, precisa de alguns parâmetros para serem seguidos cuja finalização tenha muito sucesso.

Eis quais são as etapas para você compreender melhor:
1. Objetivos: você deve primeiramente traçar um objetivo daquilo que se pretende realizar. Deve ser dividido em duas partes: a geral e a específica;

2. Públicos: quem são os públicos que serão atingidos? É um grupo de mulheres, um grupo de homens? Que faixa de idade? Essas e outras perguntas devem ser feitas;

3. Estratégias: essas estratégias consistem simplesmente em como você vai atingir o seu público, o que mais irá atraí-los para que possam ir ao seu evento?

4. Recursos: os recursos tanto materiais, humanos, físicos, todos esses recursos devem ser bem estruturados e anotados;

5. Implantação: Que métodos serão usados para o evento desde o início até o término do evento? Refere-se a todos os procedimentos;

6. Acompanhamento e controle: estipular alguém que irá acompanhar todo o processo e controlar, como por exemplo, as despesas;

7. Avaliação: feita após o término do evento, ela é produzida em formato de relatório e entregue a quem organizou o evento;

8. Orçamento Previsto: este deve ser feito bem detalhado. Uma das mais importantes partes de todo o evento. Pode buscar patrocínio, parcerias com empresas para assim evitar os gastos, mas tudo deve ser anotado e controlado.

Pesquisar mais textos:

Luene Zarco

Título:Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Autor:Luene Zarco(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios