Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Publicidade > Brindes publicitários

Brindes publicitários

Categoria: Publicidade
Brindes publicitários

A publicidade è um óptimo meio para vender qualquer produto ou serviço desde um simples perfume a um imóvel. É cada vez mais usada para promover e dar a conhecer os bens essenciais ou de luxo de um ou vários países para não dizer do mundo inteiro. Pode recorrer-se à televisão, rádio, internet, panfletos, fotografias, cartões ou reuniões especiais com ou sem convite.

Há no entanto empresas e outros organismos que preferem oferecer brindes publicitários para cativar mais a atenção e o interesse das pessoas para adquirir ou conhecer os seus produtos É normal verem-se ofertas desses brindes em hipermercados, stand de automóveis escolas, na propaganda eleitoral e outros locais de comércio.

Os brindes mais usuais vão desde canetas com nomes de firmas, camisolas com imagens de desporto, jogadores, clubes, porta chaves com nomes de marcas de carros, bolas, livros e tantos outros objectos a anunciar clubes, spas, clínicas, escolas de condução, de informática etc.

Não é raro ver-se este tipo de publicidade em locais públicos, centros comerciais e até na rua. Até na praia se faz publicidade a agências de viagens ou a anunciar espectáculos de cantores e concertos. Esta é uma boa forma de publicitar e dar a conhecer aquilo que pretende. Qualquer pessoa gosta de ter uma pequena recordação de um produto que goste de adquirir ou de uma viagem para férias. São pequenas lembranças que podem aumentar o desejo de adquirir um bem que necessitamos.

O facto de se ter o brinde numa carteira ou num local em casa pode fazer com que aumente a vontade de se comprar aquilo que anuncia. Do mesmo modo que um panfleto ou cartaz escrito acerca de um produto qualquer. O seu conhecimento aumenta as hipóteses da sua aquisição. Mesmo que a compra não se realize no momento pode realizar-se mais tarde.

O importante é que os anunciantes ganhem com o aumento das vendas dos serviços ou produtos que anunciam. Os Hipermercados recorrem muito aos brindes publicitários, bem como hotéis, escolas, restaurantes, cafés, bares e firmas. Há ainda muitas lojas de electrodomésticos que recorrem muito a este tipo de publicidade e oferecem brindes quando se compra um fogão, frigorífico ou televisor. A caneta com o nome da loja ou firma é um autêntico cartão-de-visita da marca que representa. E é também muito apreciada por quem a recebe.

Muitas vezes o sucesso das vendas deve-se muito ao cativar dos clientes. Estes gostam de ser bem informados e esclarecidos sobre os bens e serviços que necessitam.



Teresa Maria Batista Gil

Título: Brindes publicitários

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

769 

Imagem por: William Hook

Comentários - Brindes publicitários

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: William Hook

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios