Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Publicidade > As diferentes formas da Publicidade

As diferentes formas da Publicidade

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Publicidade
Visitas: 103
Comentários: 3
As diferentes formas da Publicidade

É hoje em dia comum a palavra publicidade e todos sabemos e conhecemos a publicidade.

Sabemos quais os direitos enquanto consumidores e se por vezes nos sentirmos enganados, sabemos como nos defender.

A publicidade tem somente um objetivo – aumentar as vendas. Vender é o mote, e enquanto uns adotam medidas de rigor e seriedade, muitas são as publicidades descabidas de empresas que para atingir o objetivo não pensem nem se debruçam sobre a qualidade oferecida ao cliente.

A publicidade não é coisa nova e estima-se que o primeiro tipo de marketing tenha sido feito ainda por Egípcios e Gregos. Eram pintadas gravuras nas paredes, onde se indicavam os produtos que determinado comerciante tinha para vender. Se com o aparecimento dos jornais em Inglaterra, a publicidade ganhou alguma visibilidade, também nesta altura se começaram a estudar formas e meios de proteger clientes enganados pela publicidade excessiva.

Com a Revolução Industrial, a atuação publicitária ganhou moldem diferentes e deu-se um salto extraordinário na divulgação de bens, serviços e produtos. Com a criação de novos produtos e a sua produção em massa, a publicidade deixou de ter como publico alvo a comunidade local, e passou a ser feita por territórios extensos.

Em 1841 surge a primeira empresa de publicidade e nos anos 20 com a ascensão da rádio, os anúncios ganhavam outra dimensão.

Mas se hoje, quando se fala em publicidade nos vem imediatamente à memória anúncios televisivos, estamos esquecidos de muitas, muitas outras formas de publicitar.

Todos os dias vemos na nossa caixa do correio mil e um folhetos publicitários de campanhas de hipermercados e até mesmo pequenos cartões de visita de serviços de canalização ou de engomadoria. Apesar de cara devido à necessidade do número de impressões, associados ao custo da distribuição, os folhetos mantém ainda um lugar de destaque no marketing e publicidade de uma empresa.

A televisão ganha em qualquer tipo de publicidade. Abrange todo o tipo de publico. Contam todas as idades, sexo, religião, estatuto social e o prime-time é mais caro que o ouro. A imagem associada ao som, é a forma mais marcante de vender. De som, vive também a rádio. A publicidade na rádio tem vindo a decrescer, mas mantêm-se numa posição também de destaque nas formas de publicidade.

Por fim, a Internet. Um mundo de publicidade que pode ser posta e retirada em questão de segundo. Por email-marketing, pesquisas no Google ou até mesmo em formato de banner em portais importantes, a Internet veio revolucionar a forma de publicitar, anunciar e vender.

Nenhuma empresa sobrevive nos dias de hoje sem publicidade e isso é um dado adquirido. Apesar das oscilações de mercado, a publicidade é até hoje um dos negócios mais vantajosos criados por mentes brilhantes.


Carla Horta

Título: As diferentes formas da Publicidade

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 103

783 

Imagem por: Alejandrooo !

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    19-05-2014 às 02:42:00

    Graças a diversidade da publicidade podemos alcançar diferentes tipos de clientes para os nossos negócios.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • renata e nataly

    13-04-2012 às 14:02:58

    este texto e muito grande nos estudantes so porque so temos 15 minutos para copiar e achamos que devem colocar o resumo dele que todos vao gostar

    ¬ Responder
  • Ricardo Nunesliliana couto

    06-05-2011 às 18:24:03

    estou abrir uma nova empresa de apoio domiciliário e não sei qual será a melhor forma de fazer publicidade para chegar ao publico alvo. podem -me dar algum auxilio. obrigada Liliana

    ¬ Responder

Comentários - As diferentes formas da Publicidade

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Imagem por: Alejandrooo !

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios