Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Publicidade > Publicidade – Quando elas são o alvo!

Publicidade – Quando elas são o alvo!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Publicidade
Visitas: 2
Comentários: 2
Publicidade – Quando elas são o alvo!

Se olharmos com atenção para os últimos 30 anos, conseguimos detetar, naturalmente muitas mudanças e agitações nos tempos. Mudou a política, a educação, a saúde, a tecnologia, enfim, o mundo pulou, agitou e ficou diferente.

A Senhora Dona Simone de Oliveira chocou um país fascista quando a coragem lhe permitiu cantar José Carlos Ary dos Santos em a “Desfolhada” em 1969. “Quem faz um filho, fá-lo por gosto!” Era assim que cantava com toda a força e pujança que lhe é característica.

No entanto, em 1975 a televisão era o vício maior. A sensualidade de Sónia Braga na novela de Jorge Amado “Gabriela Cravo e Canela” agarravam o povo Português à televisão.

Se aos homens era permitido sonhar com Gabriela, às mulheres começava a ser permitido despirem-se de preconceitos e tarefas obrigatórias que faziam delas simples donas de casa e mães de família.

As mulheres mudavam com o passar dos tempos, e encontravam-se em 75, mulheres que idolatravam e imitavam a Sónia de outros tempos (e dos de agora também, diga-se de toda a verdade). Já aqui a publicidade de Gabriela vendia. Gabriela Cravo e Canela, todas queriam ser como ela!

A imagem de mulheres sensuais, cuidadas e independentes ganhava moda de forma cavalgante. Já em 1978 o mercado de trabalho se enchia de mulheres, mas a grande invasão começava a partir dos anos 80 a ganhar destaque.

A independência financeira das mulheres oferecia-lhes o poder de compra e hoje em dia, elas são cada vez mais poderosas no que diz respeito a gastar dinheiro porque a publicidade assim o “obriga”.

Consumistas por natureza, as mulheres são cuidadas com a aparência, seguem modas, vícios e viajam sozinhas. Apesar de muitos elementos do sexo masculino fazerem muitas coisas que foram em tempos tarefa exclusiva das mulheres, são elas quem dominam as compras para a dispensa, para as limpezas da casa, para os filhos, a decoração. As mulheres seguem as tendências de forma religiosa e a publicidade dita a moda.

Nos dias de hoje, as compras de uma mulher passam pelos produtos anti-envelhecimentos, maquilhagem e até o carro que conduzem, porque a televisão diz que está na moda.

Se há quem defenda que as crianças são o grande alvo das agencias de publicidade e dos fabricantes de produtos, há quem defenda que o sexo feminino e toda a sua emancipação são o público alvo perfeito.


Carla Horta

Título: Publicidade – Quando elas são o alvo!

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

637 

Imagem por: FaceMePLS

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    19-05-2014 às 03:03:29

    Gostei da observação a respeito das mulheres como alvo da mídia e publicidade, são mais consumistas, sem dúvida!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Sofia NunesSofia Nunes

    18-09-2012 às 11:41:16

    Considero, de facto, que as mulheres são o principal alvo da programação publicitária, tanto televisiva como em outros suportes. No entanto, não acho que isso tenha em vista projetos de emancipação feminina, muito pelo contrário. Penso que as mulheres são o público-alvo da publicidade porque continuam a ser vistas como as donas de casa, e isso é visível nos anúncios, nos quais pululam imagens de mulheres felicíssimas porque encontraram um novo detergente para limpar gorduras.

    ¬ Responder

Comentários - Publicidade – Quando elas são o alvo!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Imagem por: FaceMePLS

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios