Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Ferramentas > Transporte as ferramentas de uma forma segura

Transporte as ferramentas de uma forma segura

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Ferramentas
Visitas: 24
Comentários: 1
Transporte as ferramentas de uma forma segura

As ferramentas são utensílios que capacitam o Homem para a realização de tarefas que, de outra maneira, ele não conseguiria levar a cabo com tanta segurança e eficiência. Não obstante, antes de iniciar o uso de qualquer ferramenta, é preciso conhecer o trabalho a executar, bem como ter uma ideia geral dos tipos de ferramentas mais adequados à prossecução dos seus objetivos, evitando ou amenizando possíveis riscos de acidentes decorrentes do manuseio.

Os incidentes ocorridos com ferramentas manuais são bastante comuns e consubstanciam, nomeadamente, golpes nas mãos ou em partes do corpo mais expostas, choques, entrada de partículas para os olhos, esforços exagerados, contactos com a corrente elétrica,... A principal causa prende-se com uma utilização desajustada da ferramenta, manutenção imprópria, produtos de baixa qualidade ou portadores de defeitos, transporte deficiente e falta de uso de luvas ou equipamentos de proteção.

Há que verificar sistematicamente: as condições dos cabos e respetivo encaixe, à procura de hipotéticas rachadelas (martelos, serras, limas, chaves de fendas), atentando ainda no formato, peso e dimensão, para aferir acerca da sua adequação (do ponto de vista ergonómico); as bocas e os braços de ferramentas como alicates, chaves e outros; os dentes de limas e serrotes; a existência de proteção isolante (no caso de equipamentos elétricos; se as ferramentas de corte (facas, tesouras, …) estão afiadas. Paralelamente, é recomendável usar ferramentas que não soltem faíscas em ambientes com gases inflamáveis e não utilizar as ferramentas para fins para os quais não foram projetadas, bem como munir-se sempre com luvas, óculos de proteção, calçado adaptado (que pode evitar o esmagamento dos pés), etcétera.

Para transportar as ferramentas de uma forma segura, é aconselhável socorrer-se de caixas, bolsas e cinturões especialmente fabricados para o efeito. As ferramentas afiadas requerem a utilização de bainhas. Nunca se devem colocar ferramentas nos bolsos da roupa que se tem vestida, e a subir e descer escadas, convém deixar, pelo menos, uma mão livre e cuidar para que, na iminência de uma queda, não haja azo a ferimentos provocados por lâminas ou pontas aguçadas. Adicionalmente, as ferramentas devem ir de tal modo acondicionadas que não ameacem cair nem lesionar quem as transporta.

Da manutenção das ferramentas consta a reparação dos defeitos, preferencialmente por um profissional especializado. Consertos provisórios conduzem, vulgarmente, a acidentes, mais cedo ou mais tarde.

No que respeita às ferramentas elétricas, para além das precauções de carácter geral, é importante acautelar cabos em mau estado (fios sem proteção ou com fita-cola), assim como a ligação direta dos cabos condutores às tomadas. JAMAIS se devem manipular ou alterar os dispositivos de segurança dos aparelhos, quer se trate da instalação elétrica ou da própria ferramenta (interruptores diferenciais, termomagnéticos,...), uma vez que eles fornecem informação sobre um possível mau funcionamento destes.


Maria Bijóias

Título: Transporte as ferramentas de uma forma segura

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 24

796 

Imagem por: Robert S. Donovan

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-05-2014 às 04:49:46

    Sempre com cuidado para não quebrar ou danificá-las. Ótimo texto!

    ¬ Responder

Comentários - Transporte as ferramentas de uma forma segura

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: Robert S. Donovan

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios