Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Ferramentas > Transporte as ferramentas de uma forma segura

Transporte as ferramentas de uma forma segura

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Ferramentas
Visitas: 24
Comentários: 1
Transporte as ferramentas de uma forma segura

As ferramentas são utensílios que capacitam o Homem para a realização de tarefas que, de outra maneira, ele não conseguiria levar a cabo com tanta segurança e eficiência. Não obstante, antes de iniciar o uso de qualquer ferramenta, é preciso conhecer o trabalho a executar, bem como ter uma ideia geral dos tipos de ferramentas mais adequados à prossecução dos seus objetivos, evitando ou amenizando possíveis riscos de acidentes decorrentes do manuseio.

Os incidentes ocorridos com ferramentas manuais são bastante comuns e consubstanciam, nomeadamente, golpes nas mãos ou em partes do corpo mais expostas, choques, entrada de partículas para os olhos, esforços exagerados, contactos com a corrente elétrica,... A principal causa prende-se com uma utilização desajustada da ferramenta, manutenção imprópria, produtos de baixa qualidade ou portadores de defeitos, transporte deficiente e falta de uso de luvas ou equipamentos de proteção.

Há que verificar sistematicamente: as condições dos cabos e respetivo encaixe, à procura de hipotéticas rachadelas (martelos, serras, limas, chaves de fendas), atentando ainda no formato, peso e dimensão, para aferir acerca da sua adequação (do ponto de vista ergonómico); as bocas e os braços de ferramentas como alicates, chaves e outros; os dentes de limas e serrotes; a existência de proteção isolante (no caso de equipamentos elétricos; se as ferramentas de corte (facas, tesouras, …) estão afiadas. Paralelamente, é recomendável usar ferramentas que não soltem faíscas em ambientes com gases inflamáveis e não utilizar as ferramentas para fins para os quais não foram projetadas, bem como munir-se sempre com luvas, óculos de proteção, calçado adaptado (que pode evitar o esmagamento dos pés), etcétera.

Para transportar as ferramentas de uma forma segura, é aconselhável socorrer-se de caixas, bolsas e cinturões especialmente fabricados para o efeito. As ferramentas afiadas requerem a utilização de bainhas. Nunca se devem colocar ferramentas nos bolsos da roupa que se tem vestida, e a subir e descer escadas, convém deixar, pelo menos, uma mão livre e cuidar para que, na iminência de uma queda, não haja azo a ferimentos provocados por lâminas ou pontas aguçadas. Adicionalmente, as ferramentas devem ir de tal modo acondicionadas que não ameacem cair nem lesionar quem as transporta.

Da manutenção das ferramentas consta a reparação dos defeitos, preferencialmente por um profissional especializado. Consertos provisórios conduzem, vulgarmente, a acidentes, mais cedo ou mais tarde.

No que respeita às ferramentas elétricas, para além das precauções de carácter geral, é importante acautelar cabos em mau estado (fios sem proteção ou com fita-cola), assim como a ligação direta dos cabos condutores às tomadas. JAMAIS se devem manipular ou alterar os dispositivos de segurança dos aparelhos, quer se trate da instalação elétrica ou da própria ferramenta (interruptores diferenciais, termomagnéticos,...), uma vez que eles fornecem informação sobre um possível mau funcionamento destes.


Maria Bijóias

Título: Transporte as ferramentas de uma forma segura

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 24

796 

Imagem por: Robert S. Donovan

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-05-2014 às 04:49:46

    Sempre com cuidado para não quebrar ou danificá-las. Ótimo texto!

    ¬ Responder

Comentários - Transporte as ferramentas de uma forma segura

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Imagem por: Robert S. Donovan

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios