Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Alimente-se realmente BEM

Alimente-se realmente BEM

Categoria: Alimentação
Visitas: 6
Comentários: 1
Alimente-se realmente BEM

A preocupação com a alimentação deveria ser algo a figurar na tabela de prioridades de toda a gente. Na verdade, os médicos dizem que «somos o que comemos», mas já antes disso o povo afirmava que «pela boca morre o peixe», o que, na prática, vem a dar no mesmo.

Efectivamente, a má alimentação constitui um problema de saúde que, pelo seu carácter progressivo e cumulativo, com resultados não imediatos, se vai protelando ad eternum, na esperança de que, de repente, os valores de colesterol, glicemia, triglicéridos e outros indicadores menos favoráveis se alterem de per si. Obviamente que, a ter-se uma surpresa, ela prender-se-á com o aumento destes indícios…!

Não obstante, os padecimentos decorrentes de erros alimentares não são uma inevitabilidade. Existem pequenos truques para “fintar” hipotéticas enfermidades. Seguem-se algumas dicas:

- Coma várias vezes ao dia, para evitar empanturrar-se nas poucas refeições que habitualmente faz.

- Alimentos fritos, petiscos e outras “incarnações” de gordura e sal devem ser postos de lado. Declare guerra ao croquete e ao rissol!

- É sensato optar por comidas menos calóricas: carnes magras, peixes escamudos, leite e iogurtes.

- As ervas aromáticas podem dispensar o uso de ketchup, mostarda, maionese, e outros molhos similares.

- Fazendo as refeições a horas certas, educa o seu ritmo biológico e deixa de ter desculpa para andar a debicar o dia todo.

- Comer devagar, mastigando bem, conferir-lhe-á uma sensação de maior saciedade.

- É importante para o bom funcionamento dos intestinos ingerir fibras em quantidade suficiente. Além do mais, elas não possuem valor nutritivo, não são absorvidas pelo organismo e, portanto, não engordam.

- Os alimentos dietéticos não são isentos de açúcares nem gorduras, pelo que devem ser usados com moderação. Sempre que possível, devem escolher-se os naturais.

- As virtudes das frutas são inquestionáveis, e elas constituem a melhor opção para refeições intermediárias.

- As torradas, enquanto apenas pão desidratado, têm o mesmo valor calórico do pão fresco, ou seja, com a água.

- Os cereais integrais são ricos em fibras e outros micronutrientes, tais como as vitaminas, razão pela qual devem ser preferidos.

- Modere o consumo de adoçantes e destilados.

- Prefira os cozidos e grelhados aos fritos.

- O óleo de girassol é melhor, do ponto de vista alimentar, do que o de soja.

- Ingira bastante líquidos ao longo do dia (água, sumos naturais). Ainda assim, não deixe de comer fruta à peça.

- Não beba muito enquanto come. Ficará com a sensação de barriga inchada.

- Os frutos secos contêm proporção superior de açúcares, relativamente aos secos.

Depois deste menu de saúde, resta somente desejar BOM APETITE!


Maria Bijóias

Título: Alimente-se realmente BEM

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

632 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoGuida

    21-05-2009 às 11:33:19

    Maria poderias escrever sobre " Vegetarianismo" - obrigado

    ¬ Responder

Comentários - Alimente-se realmente BEM

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios