Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Comece bem o dia, tomando o pequeno-almoço!

Comece bem o dia, tomando o pequeno-almoço!

Categoria: Alimentação
Visitas: 4
Comentários: 1
Comece bem o dia, tomando o pequeno-almoço!

O pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia. Apesar desta evidência, muitos são o que o sacrificam e saltam, em nome de mais uns minutos na cama, da escolha da fatiota para vestir, de arrumações perfeitamente adiáveis, do habitual atraso, …

Todos sabemos, quanto mais não seja à custa de repetições sucessivas nos media, que um bom pequeno-almoço é indispensável para nos sentirmos bem e com força. Não obstante, muitas pessoas saem de casa sem o tomar, acabando por comer “porcarias” nalguma pastelaria ou café, ou por ficar em jejum até ao almoço. E o pior é que os filhos colhem estes maus exemplos e começam, desde tenra idade, a ir para a escola de estômago vazio. O resultado aparece sob a forma de cansaço, indolência, sonolência, desatenção, desconcentração…

O doutor Maximilian Otto Bircher (1867-1939), médico suíço, resolveu ajudar os seus pacientes a recuperar a saúde recorrendo exclusivamente aos meios naturais de que dispomos: ar puro, sol, água de nascentes, e alimentos (sobretudo verduras cruas, sumo de laranja acabado de espremer, cereais, queijos frescos e flocos). Para gozar de uma “saúde de ferro”, o Dr. Bircher aconselhava para o pequeno-almoço flocos de aveia com leite e fruta, a que os montanheses suíços ainda hoje chamam muesli. Segundo ele, este é um alimento fortificante e indispensável para o vigor das crianças e jovens em crescimento.

Num pequeno-almoço inteligente podem entrar uma boa fatia de pão, de preferência integral, com mel ou queijo fresco, um iogurte ou um copo de leite. Gastando um pouco mais de tempo, e apelando à imaginação, é possível personalizar este momento e torná-lo numa fonte de variedade e de prazer logo pela manhã.

A aveia é um cereal adequado aos estudantes e a quem tenha de fazer esforços físicos. É rica em calorias, que são facilmente utilizáveis, e de digestão célere. Os habitantes da Europa do Norte (Alemanha, Inglaterra, Escócia, Suécia, Suíça, Noruega, etcétera), são consumidores diários de aveia.

Os flocos de cereais são o produto do esmagamento dos grãos de cereais ligeiramente humedecidos; ficando tenros, estes não se partem. Os grãos esmagados são, posteriormente, secos, num processo lento, em fornos, a baixa temperatura. Os flocos daí resultantes apresentam fácil digestibilidade, mesmo crus; basta demolhá-los 10 minutos em leite, iogurte ou puré de vegetais. São ideais para o pequeno-almoço, uma vez que se transformam rapidamente em energia.

Com ou sem flocos, o que realmente importa é que tome consciência da necessidade e do valor de um bom pequeno-almoço. Não se esqueça que é «de manhã que se começa o dia»!



Maria Bijóias

Título: Comece bem o dia, tomando o pequeno-almoço!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 4

650 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntenor

    14-08-2009 às 11:41:38

    Apesar de o pequeno almoço ser muito importante, nunca consigo comer nada de manhã, só passado algumas horas?
    Será normal?

    ¬ Responder

Comentários - Comece bem o dia, tomando o pequeno-almoço!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios