Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Substitua o feijão sem prejudicar a saúde

Substitua o feijão sem prejudicar a saúde

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 26
Comentários: 4
Substitua o feijão sem prejudicar a saúde

O feijão tem um cheirinho tipicamente brasileiro, quem vai morar em outro País, relata que, nos momentos de saudade, o cheiro do feijão faz falta. Há até quem sonhe com o vapor da panela de pressão tomando o cheiro por toda a casa. Mas, para muita gente, incluir os grãos na dieta é um suplício. Deixar de comer feijão não é um problema, desde que ele seja substituído por outros alimentos da família das leguminosas, afirma as nutricionistas. Lentilha, vagem, ervilha, soja e grão-de-bico são opções para variar o cardápio sem perder nutrientes como proteínas, ferro, cálcio, magnésio, zinco, vitaminas principalmente do complexo B, os carboidratos e fibras.

Basta uma porção diária da sua favorita. Trocar os grãos pelo caldo também não é um mau negócio.

O caldo é opção nutritiva para comer à noite sem ameaçar o sono, Isso porque a água em que o feijão foi cozido concentra parte das vitaminas que são liberadas durante o cozimento, além de altos teores de fósforo, potássio, magnésio e enxofre.

Saborear o caldo ainda é uma boa idéia. Para quem gosta de um jantar reforçado, porém a casca do feijão é que mantém os nutrientes. Devido à alta quantidade de fibras que o feijão fornece, há quem sinta um desconforto abdominal ao incluir o grão nas refeições próximas à hora de dormir, afirma os nutricionistas. O feijão também deve ser evitado à noite se você deseja emagrecer.

A alternativa para quem deseja perder peso é o chamado feijão verde, típico do Nordeste. Ele tem menos proteínas e também menos calorias do que o mulatinho e o preto, mais tradicionais nas outras regiões do País. Mas essa mesma quantidade de fibras tem muitos efeitos positivos para a saúde.

Há diminuição do risco de doenças cardiovasculares, obesidade, diabetes e colesterol e, pela presença do ferro, o consumo de feijão ainda pode ajudar na prevenção e tratamento da anemia. Além disso, ele é constituído por substâncias antioxidantes, que previnem diversas doenças como o câncer e retardam o envelhecimento, afirma os nutricionistas.

A proteína do feijão é de origem vegetal e, por isso, que é bastante recomendada na dieta vegetariana em substituição às carnes. E nos países onde não há feijão, o feijão é substituído, na África Ocidental e na Índia, por uma leguminosa chamada guandu. Soja e lentilha são outras que substitui. Já os outros países da América do Norte como o México preferem enriquecer a dieta com grão-de-bico também é bastante consumido na Espanha e em Portugal.


Waldiney Melo

Título: Substitua o feijão sem prejudicar a saúde

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 26

781 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFelipe

    28-09-2014 às 15:55:22

    Ótimas dicas!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 21:12:14

    Adoro feijão preto e vou aprender a fazer para comer todos os dias. O feijão contém ferro, que faz muito bem para a nossa saúde. O consumo de feijão deve ser diário.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • GracieleGraciele

    24-02-2012 às 14:58:25

    Eu adorava feijão,mas quando fiquei gravida senti nojo de comer e mesmo depois que ganhei minha filha não consegui voltar a comer.O pior que acabei passando isso para minha filha como eu não consigo comer tambem não conseguia dar o feijão para ela agora ela já esta com 4 anos e não como de jeito nenhum.Sinto que meu organismo mudou muito estou com queda de cabelo,meu intestino esta lento.Qual alimento posso substituir?

    ¬ Responder
  • viviane ribeiro de souzaviviane ribeiro de souza

    12-11-2009 às 18:45:34

    É verdade que, quem tem prisão de ventre deve evitar consumir o feijão?
    Parabéns pelo site muito esclarecedor.
    Aguardo respostas, desde já agradeço.

    ¬ Responder

Comentários - Substitua o feijão sem prejudicar a saúde

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Eventos
Como Organizar Qualquer Tipo De Evento\"Rua
Com todas as mudanças no mundo precisamos de pessoas capacitadas e qualificadas para se organizar um evento de porte. Não mais uma pessoa que faz tudo, que quebra-galho, mas um profissional estudioso no ramo para levar um evento de grande estima que atinja seu público de forma satisfatória e abrangente.

Para estar na frente exige-se muito trabalho, esforço e dedicação extrema para que se obtenha grande sucesso não somente para quem recebe como também para a própria instituição em que se realiza o evento. Isso tem causado uma procura por esses profissionais e até tem sido reconhecido como uma profissão que será valorizada muito nesses próximos anos.

Como Organizar?

Para estar na frente de um evento é necessário muita dedicação e amor. Muitas horas planejando e com uma grande antecedência. Pois, qualquer problema que ocorra no dia, será de responsabilidade de quem está organizando.

Então, todos os cuidados devem ser levados em consideração, devemos ter ações prevenidas e tudo deve ser listado, feito e dado uma atenção especial. Diante dos que se pretende fazer em um evento seja ele cultural, religioso, comercial, precisa de alguns parâmetros para serem seguidos cuja finalização tenha muito sucesso.

Eis quais são as etapas para você compreender melhor:
1. Objetivos: você deve primeiramente traçar um objetivo daquilo que se pretende realizar. Deve ser dividido em duas partes: a geral e a específica;

2. Públicos: quem são os públicos que serão atingidos? É um grupo de mulheres, um grupo de homens? Que faixa de idade? Essas e outras perguntas devem ser feitas;

3. Estratégias: essas estratégias consistem simplesmente em como você vai atingir o seu público, o que mais irá atraí-los para que possam ir ao seu evento?

4. Recursos: os recursos tanto materiais, humanos, físicos, todos esses recursos devem ser bem estruturados e anotados;

5. Implantação: Que métodos serão usados para o evento desde o início até o término do evento? Refere-se a todos os procedimentos;

6. Acompanhamento e controle: estipular alguém que irá acompanhar todo o processo e controlar, como por exemplo, as despesas;

7. Avaliação: feita após o término do evento, ela é produzida em formato de relatório e entregue a quem organizou o evento;

8. Orçamento Previsto: este deve ser feito bem detalhado. Uma das mais importantes partes de todo o evento. Pode buscar patrocínio, parcerias com empresas para assim evitar os gastos, mas tudo deve ser anotado e controlado.

Pesquisar mais textos:

Luene Zarco

Título:Como Organizar Qualquer Tipo De Evento

Autor:Luene Zarco(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios