Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Receita de arroz cozido com costelinha

Receita de arroz cozido com costelinha

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 23
Receita de arroz cozido com costelinha

Se você é o tipo de pessoa que gosta de variar nas refeições da semana, confira essa dica de receita. A receita de arroz com costelinha é ótima para quem deseja diversificar o cardápio, mas sem deixar o arroz de lado. Também há como escolher fazer o prato adicionando legumes. Os ingredientes são aprontados juntos e o sabor se transfere também para o arroz.

Arroz com costelinha – Receita 1
Anote os ingredientes:

- 1 kg de costelinha de porco;
- 2 xícaras (chá) de arroz;
- 2 dentes de alho picado;
- 1 cebola média picada;
- 4 colheres (sopa) de azeite;
- 1 pimenta picada;
- 2 tabletes de caldo de carne;
- 1 colher (sopa) de manjericão;
- Água;
- Sal e cheiro verde picado a gosto

Como preparar: Pique a costelinha de porco em pequenos pedaços. Em uma panela, doure 1/2 cebola média picada e 1 dente de alho picado em 2 colheres (sopa) de azeite. Depois, acrescente a costelinha, o manjericão, o cheiro verde, a pimenta e o sal. Misture os ingredientes para fritar bem. Retire as costelinhas e reserve.

Na mesma panela, coloque os tabletes de carne e a água (o quanto precisar). Espere ferver. Depois, adicione 2 colheres (sopa) de azeite em outra panela e refogue a outra metade da cebola, 1 dente de alho picado e o arroz. A seguir, ponha as costelinhas aos poucos e frite até dourar o arroz. Adicione um pouco de água fervente com caldo de carne, deixe cozinhar até a água secar e o arroz ficar soltinho. E pronto, bom apetite!

Arroz com legumes e costelinha – Receita 2
Anote os ingredientes:

- 600 gramas de costelinha de porco;
- 2 xícaras (chá) de arroz;
- 1 colher (sopa) de óleo;
- 2 colheres (sopa) de azeite;
- 1 cebola picada;
- 1 cenoura grande cortada em cubos;
- 10 vagens picadas;
- 4 xícaras (chá) de caldo de legumes;
- Sal e pimenta a gosto

Como preparar: Em uma panela de pressão, comece esquentando o azeite e o óleo para fritar as costelinhas. Coloque a cebola, a cenoura e a vagem, deixe refogar por 1 minuto. Depois, adicione o arroz, a pimenta, o caldo de legumes (aquecido) e o sal, caso precise. Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar por 3 minutos, após pegar pressão. Para finalizar, retire do fogo, deixe a pressão ser liberada naturalmente e depois, passe o arroz com legumes e costelinha para uma travessa. Bom apetite!


Rua Direita

Título: Receita de arroz cozido com costelinha

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 23

788 

Comentários - Receita de arroz cozido com costelinha

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios