Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Cuidados ao descolorir os cabelos

Cuidados ao descolorir os cabelos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 4
Comentários: 1
Cuidados ao descolorir os cabelos

Descolorir os cabelos pode não ser uma tarefa tão simples quanto parece e requer alguns cuidados especiais. Este é um dos processos mais delicados e perigosos pelo qual os fios passam. Por isso, para garantir um resultado positivo e evitar prejudicar a saúde dos seus fios, confira algumas dicas e cuidados ao descolorir os cabelos.

O que é a descoloração? Este processo consiste em remover, ao máximo, todos os pigmentos que dão cor aos fios, sejam eles naturais ou tingidos. Por isso, ela é considerada uma forma de agressão aos fios. Então, antes de fazer a descoloração é importante que o profissional certifique-se de que seu cabelo está apto para fazer tal procedimento. Veja alguns testes importantes que você deverá fazer:

Teste da mecha – É um jeito fácil e barato de examinar a qualidade dos fios. Para fazer o teste de mecha, basta pegar uma pequena mecha do cabelo e fazer a descoloração nela. Além de verificar a resistência dos fios, ela também irá ajudar a verificar o tempo necessário para atingir a cor desejada. Após realizar o teste, é recomendável aguardar uma semana antes de fazer a descoloração por completo, para ter certeza que os produtos não causarão nenhum tipo de reação negativa.

Análise profunda dos fios – Este teste examina vários fatores, como: quantidade de queda, elasticidade, ressecamento e outros importantes aspectos que o profissional deverá avaliar.

Dicas para evitar problemas ao descolorir os fios

- Alguns dos produtos utilizados no procedimento podem ter um cheiro bem forte, por isso usar uma máscara ajuda a evitar tonturas e, até mesmo, problemas respiratórios.

- Até mesmo os cabelos mais resistentes podem apresentar um pouco de queda, quebra e ressecamento devido à descoloração. Então, após fazer o procedimento, é muito importante investir na recuperação dos fios com produto hidratantes.

- Se possível, não lave os cabelos antes de fazer a descoloração, pois a oleosidade natural dos fios ajuda a protegê-los.

- A descoloração é um procedimento que deve ser evitado ao máximo, mas se você for fazê-la tente espaçar pelo maior tempo possível uma sessão da outra. As mulheres que desejam apenas retocar a raiz dos fios devem restringir a região da aplicação apenas aos locais necessários.


Rua Direita

Título: Cuidados ao descolorir os cabelos

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 4

701 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    12-09-2012 às 13:48:38

    eu já pensei em fazer a descoloração para evitar os produtos químicos da tinta, mas pelo que estou a ver através da sua explicação, a descoloração não me parece uma boa opção. parabéns pelo seu texto. acho que tem óptimas dicas para quem preferir fazer a descoloração. eu não optar por não fazer. parece muito arriscado e o meu cabelo é muito fino. não vai sobreviver a tal agressão.

    ¬ Responder

Comentários - Cuidados ao descolorir os cabelos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios