Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > O prazer de ir a um bom restaurante

O prazer de ir a um bom restaurante

Categoria: Restaurantes
Visitas: 6
Comentários: 5
O prazer de ir a um bom restaurante

Um “bom garfo” é como se designa alguém que gosta de comer e de apreciar aquilo que petisca. Para estes, a “volta ao mundo em todos os pratos que conseguirem experimentar” traduz um sonho arrebatador e uma quimera tornada real a cada novo menu degustado. Verdadeiras réplicas do “Sebastião come-tudo”, babam-se por um tempero que lhes estimule as papilas gustativas. Pagam o que for preciso para saciar uma gula, de si, insaciável. Deslocam-se aonde tiver de ser para um convívio em redor de uma mesa recheada de irresistíveis manjares, que apimentam a conversa e condimentam a amizade. Neste contexto, os restaurantes aparecem como as superfícies comerciais de eleição, os locais escolhidos para passar uns (bons) bocados.

É nestes espaços, alguns dos quais distinguidos com prémios conquistados em concursos de qualidade e/ou sabor, que os glutões cedem ao chamamento de comidas típicas, geralmente bem confeccionadas e com uma aparência e um aroma fantásticos. Não há dúvida que os restaurantes, ao servirem a fidelidade gastronómica, representam um importante chamariz turístico, quer para os de dentro, quer para os estrangeiros, que podem “ficar presos” pelo estômago…

Efectivamente, a alimentação diz muito de uma cultura e de um país e cada terra tem os seus usos. Por exemplo, a especialidade dos esquimós, no Pólo Norte, deve ser, com certeza, os congelados! Já em países quentes, por paradoxal que pareça, sente-se atracção por refeições picantes. Tudo o que é característico é passível de suscitar interesse, ao menos, na prova. E esta pode determinar o sucesso, não só de uma iguaria, mas da própria casa de pasto. Trata-se de criar uma imagem e de, literalmente, a alimentar.

Como em todos os ramos de comércio, o cliente tem sempre razão, exceptuando as ocasiões em que se lembrar de chamar nomes ao dono ou de o acusar de ser um ladrão, claro está. Deste modo, se um vegetariano lhe afirmar que não joga xadrez para não ter de comer o cavalo, não fique boquiaberto de espanto nem discuta; basta relinchar de concordância, porque isto dos gostos é tema polémico…

Para os satisfazer está o cozinheiro, o verdadeiro espírito do restaurante, de prontidão. Ainda que o serviço seja excelente, a higiene exemplar, a simpatia irrepreensível, é entre tachos e panelas que se cozinha o agrado e a lealdade dos fregueses.

Pode então afirmar-se, sem medo, que, neste como em muitos outros casos, os segredos de “bastidores” são mesmo a alma do negócio!



Maria Bijóias

Título: O prazer de ir a um bom restaurante

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

809 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    14-09-2014 às 19:08:51

    Aprecio os restaurantes de estilo rústico, gosto deste ambiente e da boa comida como carnes e massas. É linda também a decoração, arquitetura do local, mesmo que se pague um pouco a mais.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    19-05-2014 às 03:33:17

    É sempre um grande prazer ir a um bom restaurante. Não apenas pela decoração, design, mas pelo atendimento e comida.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTonecas

    18-05-2009 às 02:10:39

    Se és a paula la chef que eu conheço, bom amor o teu restaurante é um must e a tua comida é divinal. Tens umas mãos que sabem mecher bem ...muito bem. Estou lá n principio do mes como costume no teu restaurante paula. Beijo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoPaula Rita

    17-05-2009 às 23:11:42

    Sou cozinheira profissional e o teu texto foi comovente. Falares de restaurantes é falar da minha Vida.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojoana

    16-05-2009 às 13:44:21

    Es o maximo maria. Que estilo a escrever , ainda por cima sobre restaurantes. Eu já li uma seria de textos teus e adorava sugerir -te que escrevesses um com o titulo ..." Ir ao restaurante está na moda"

    Sabes eu sou dona de um restaurante no brazil e as pessoas estão com medo, existe medo no ar. Muita chente fala de crise, isso esta afectar muito o meu restaurante.

    Fico grata...beijokas,

    ¬ Responder

Comentários - O prazer de ir a um bom restaurante

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Jardinagem Fonte de Vida

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Jardinagem Fonte de Vida\"Rua
A jardinagem é conhecida há anos como uma forma de emprego que possibilita a muitos uma renda familiar mensal. A jardinagem também pode ser artística onde a arte do profissional é aplicada. A jardinagem pode ser de inúmeras formas conhecida e exercida, trazendo benefícios imensuráveis a aqueles que dela são adeptos.

Muito mais que fonte de renda ou arte a jardinagem é uma fonte de inúmeros beneficio a vida do ser humano, fonte de alegria, relaxamento e distração. E por ser uma atividade tão simples não é difícil de ser realizada. A jardinagem é por si só fonte de vida, fonte de aprendizado e principalmente fonte de intimidade do ser humano.

Ser adepto da jardinagem não é somente revirar terra, ser adepto da jardinagem é decisão de vida que transforma seu dia-a-dia mudando a rotina de dias estressantes e cansativos.

Ao olhar de muitos a tarefa possa parecer penosa, cansativa e até chata, mais somente estando envolvido na jardinagem para perceber que muito mais ter um corpo cansado após a tarefa, você na verdade descansa seu corpo sua mente e seu espírito da agitação do dia-a-dia.

Alguns minutos dedicados à jardinagem são o suficiente para inibir grande carga emocional e física do nosso dia-a-dia, e proporcionando uma energia a mais para os próximos dias.

A jardinagem pode ser realizada de varias formas simples que vão trazer todos estes benefícios a sua vida e não são necessários grandes investimentos ou mudança radical da sua rotina de vida ou qualquer outra mudança que você possa imaginar. Na verdade as maiores mudanças são comportamentais e só depende de você.

Para detalhar um pouco o que você poderá fazer com alguns minutos dedicados à jardinagem você irá perceber que não há nenhuma dificuldade em realizar esta tarefa.

Com um mínimo de espaço você pode cultivar plantas simples, em vasos pequenos que não irão ocupar espaço e serão na verdade uma linda forma de ornamentar sua casa.

Você poderá cultivar uma espécie de planta conhecida como:
- Rosa de pedra

É uma suculenta, planta que armazena água nas folhas e caules, que tem o formato parecido com o de uma rosa. É muito usada para fazer arranjos em vasos com outras suculentas e cactos. Deve ser regada apenas uma vez por semana, pois a umidade pode apodrecer suas raízes. Não tolera muito sol.

E você vai perceber que se dedicar alguns minutos a jardinagem é muito bom para você, os resultados não tem como ser calculados, somente há possibilidade de experimentar o quanto bom é o resultado final.

Então não espere muito é dedique-se um tempo a descobrir o quanto é bom a jardinagem para sua vida.

Pesquisar mais textos:

Rodrigo Junio Ferreira

Título:Jardinagem Fonte de Vida

Autor:Rodrigo Junio Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:43:33

    É tão gratificante nós mesmos realizarmos a jardinagem. Essa atividade relaxa, gera prazer e o resultado nos deixa muito felizes. Vale a pena!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios