Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Modos No Restaurante

Modos No Restaurante

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Restaurantes
Visitas: 4
Comentários: 1
Modos No Restaurante

O restaurante é o lugar onde mais pagamos micos e gafes. Seja com os executivos do nosso trabalho, seja com os familiares, com amigos, todos estamos à mercê de ficarmos atrapalhados na hora de comer, beber, onde colocar as mãos, os talheres, os braços. É muito importante ter bons modos no restaurante, isso demonstra que estamos preocupados com nossa imagem, que queremos ser agradáveis às pessoas. Ainda mais quando nos convidam para um jantar, um almoço chique, mais sofisticado, não queremos fazer feio.

Você com certeza vai acertar o convite seja de quem for, mas fique esperto em como você irá se comportar. Todo o cuidado é bom e é você que tem que aprender, se esforçar para isso. A delicadeza é uma porta escancarada para o mercado de trabalho, para os excelentes negócios.

Lendo um artigo sobre etiqueta, achei interessante alguns modos que devemos nos atentar com cuidado e fazermos bonito na hora em que estiver em um restaurante. Siga esses modos e você terá muito sucesso.

Primeiramente nunca reclame do serviço, do lugar ou da comida de quem o convidou; Mostre-se a pessoa com quem está uma postura atenta, confiante, jamais se debruce diante da mesa; Mastigar fazendo barulho é horrível, não faça isso e nem com o gelo; Se há algo que você deseja na mesa longe de você, não se estique para pegar, peça a alguém para lhe entregar com muita educação, o ideal é se servir apenas ao que está próximo de você, ao seu alcance; Algo muito chato é ficar olhando para outras mesas, quem entra, quem sai, a pessoa se sentirá mal, dê a atenção somente à pessoa que está à sua frente; Ao finalizar a refeição, jamais empurre o prato para frente, deixe-o do jeito que está; As mulheres tem a mania de mexer no cabelo, retocar a maquiagem quando estão à mesa, se controle e evite fazer esse tipo de coisa. Por último, jamais limpe seus dentes com palitinhos, fio-dental e nunca, nunca mesmo passe a língua para tirar aquele restinho de comida nos dentes, soa mal, é horrível e nojento.

Muito boa essas dicas de modos onde devem ser feitos no restaurante. Já sabia alguns deles, mas sempre é bom lembrar, a gente tem uma facilidade incrível em esquecer. Espero que todos tenham gostado desses modos tão úteis em nossas vidas.


Adriana Santos

Título: Modos No Restaurante

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 4

641 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    16-09-2014 às 02:58:07

    Penso que ter bons modos no restaurante é ter elegância. Não para mostrar às pessoas que nos portamos bem, mas a boa educação a si própria. Ter modos é ser educado e ser agradável com quem se está dividindo a companhia.

    ¬ Responder

Comentários - Modos No Restaurante

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios