Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Restaurantes > Sem Opção Para Um Jantar Romântico?

Sem Opção Para Um Jantar Romântico?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Restaurantes
Visitas: 4
Sem Opção Para Um Jantar Romântico?

Casais precisam viver momentos românticos. A correria do dia a dia, o trabalho cansativo, a preocupação em pagar as contas, tudo isso leva à monotonia, desgaste dentro de um relacionamento que poderia ser o mais prazeroso e cheio de encanto. Mas, isso depende dele e dela para que não haja frieza e o relacionamento fique na rotina. É sempre bom inovar com as mais diferentes maneiras criativas que cada ser humano possui em si mesmo. Isso deve ser o alvo de cada casal: inovar, ter jogo de cintura, criatividade, surpresas inesperadas, enfim, deixar que a mente planeje formas distintas para que não caia na rotina e seus dias fiquem cada vez mais chatos.

Um jantar romântico é uma boa dica. Mulheres são naturalmente românticas, adoram surpresinhas de um excelente jantar em um ambiente que proporcione isso. Ainda mais quando o lugar é cheio de magia, brilho, com um ar mais sofisticado, isso também ajuda na hora de querer agradá-la. Por isso, invista nos jantares que disponibilizam um ambiente romântico. Ao invés de levá-la sempre nos mesmo lugares para jantar, aproveite para inovar e levá-la em um restaurante romântico, tenho certeza que ela vai adorar.

Em Portugal você pode encontrar um dos restaurante mais românticos em Braga, o Restaurante Centurium. Um lugar especial preparado para lhe receber com toda elegância, com música ambiente para você e sua amada, possui os melhores cardápios da gastronomia portuguesa, além de ter os vinhos mais sofisticados em estilo nacional e importado.

Localizado em um dos pontos mais privilegiados da cidade, você conta com um monumento em frente do restaurante do Papa João Paulo II. Em seu interior, para sua melhor decoração você encontra pedras e arcos de granito, uma decoração quente para momentos especiais, suaves e possui também um lindo jardim privado. Que tal chamar aquela pessoa especial para jantar no Restaurante Centarium?

Para a degustação do cardápio, você tem a opção de escolher em pratos como carnes, peixes, saladas e bebida os mais deliciosos vinhos da casa. Dentre suas especialidades há folhado de pato, esparguete bolonhesa, arroz de marisco, costeleta de porco preto, supremos de pato, mexilhão gratinado e muito mais opções feitos com todo o carinho.

Aprecie o Restaurante Centurium e acabe com a rotina de seu relacionamento. Convide-a para um jantar romântico onde te proporcione isso com muita elegância e sofisticação.


Adriana Santos

Título: Sem Opção Para Um Jantar Romântico?

Autor: Adriana Santos (todos os textos)

Visitas: 4

705 

Comentários - Sem Opção Para Um Jantar Romântico?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios