Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Automóveis > O Museu dos Coches - o automóvel de outros tempos

O Museu dos Coches - o automóvel de outros tempos

Categoria: Automóveis
Visitas: 6
Comentários: 38
O Museu dos Coches - o automóvel de outros tempos

A criação do Museu dos Coches deve-se à Rainha D. Amélia Luísa Helena de Orléans, após uma Exposição no Museu das Janelas Verdes suscitar a atenção do público. Após assistir à Grande Exposição Internacional, em Londres, em 1855, e à Exposição de Arte Ornamental Luso-Espanhola, em South Kensington Museum, também em Londres, em 1881, D. Luís I decidiu trazer esta última a território nacional e juntar a alguns objectos nacionais. Em 1882, um ano depois da exposição em South Kensington Museum, a exposição já estava patente no antigo Palácio dos Condes de Alvor. esta esteve exposta durante seis meses e recebeu 100 000 pessoas. Nesta exposição, estavam inseridos três coches magníficos levados na Embaixada ao Papa Clemente XI e outros objectos ligados ao mundo da cavalaria. estes voltaram para as Reais Cocheiras de Belém até D. Amélia conseguir reunir mais coches (cerca de vinte anos) para inaugurar um Museu, depois denominado Museu dos Coches Reais. Escolheu o Antigo Picadeiro Real, ao lado do Palácio de Belém, que tinha caído no desuso. Segundo Luciano Freire, «Não foi fácil obter o régio consentimento para o edifício apropriado a Museu. Esse picadeiro sendo, sem dúvida, um dos mais notáveis da Europa, justificava de alguma forma a relutância de D. Carlos em autorizar a transformação, solicitada insistentemente quer por por sua esposa, a Senhora D. Amélia, quer pelo seu Estribeiro-Menor, o Sr. Alfredo de Albuquerque.» Foi conseguida a autorização régia e adequou-se o Museu. O seu espólio é composto pelos Bens da Coroa, Repartição das Reais Cavalariças, Reais Cavalariças de Belém e da Casa Real Portuguesa. A cerimónia de inauguração aconteceu no dia 23 de Maio de 1905, onde esteve presente a Rainha D. Amélia e o Tenente-Coronel Alfredo de Albuquerque, Estribeiro-Menor da Casa Real, que assumiu a direcção do Museu. Ao longo do tempo, o espólio foi aumentando com peças vindas da Casa das Armas e da Repartição das Reais Equipagens. Com o 5 de Outubro de 1910, o Museu sofreu algumas alterações e confirmou-se a sua existência, pois se por um lado se acentua o nacionalismo, por outro lado os republicanos poderiam ter eliminado um símbolo da monarquia.

Daniela Vicente

Título: O Museu dos Coches - o automóvel de outros tempos

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 6

647 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 38 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 16:16:21

    Parece ser um museu belíssimo, adoraria conhecê-lo. Obrigada pelo texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder
  • Vitor SantosVitor Santos

    14-11-2012 às 21:28:14

    um texto realmente emocionante... Excelente!

    ¬ Responder
  • Nélio OliveiraNélio Oliveira

    14-11-2012 às 21:08:07

    adorei

    ¬ Responder
  • António FerrazAntónio Ferraz

    14-11-2012 às 21:07:17

    já votei Daniela BOA SORTE

    ¬ Responder
  • Rodrigo TeixeiraRodrigo Teixeira

    10-11-2012 às 21:27:01

    boa sorte para o concurso

    ¬ Responder
  • Rodrigo CostaRodrigo Costa

    10-11-2012 às 19:05:25

    o conjunto texto-imagem está fantástico!

    ¬ Responder
  • Horácio CruzHorácio Cruz

    10-11-2012 às 19:02:02

    Adorei o seu texto. Está muito interessante e vou recomendar a todos os meus conhecidos.

    ¬ Responder
  • Manuel PastimManuel Pastim

    10-11-2012 às 19:00:58

    Parabéns

    ¬ Responder
  • Cristina AraújoCristina Araújo

    10-11-2012 às 18:57:35

    o seu texto está muito bem escrito e apelativo aos conhecimentos de todos... Parabéns! Já votei

    ¬ Responder
  • Maria GuerraMaria Guerra

    10-11-2012 às 18:55:21

    que grande texto Daniela

    ¬ Responder
  • Rui FonsecaRui Fonseca

    10-11-2012 às 18:54:29

    já votei em si e vou continuar a votar

    ¬ Responder
  • Matilde CruzMatilde Cruz

    08-11-2012 às 21:13:55

    excelente

    ¬ Responder
  • Fernando CorreiaFernando Correia

    08-11-2012 às 20:53:10

    parabéns pelo texto, está muito original.

    ¬ Responder
  • Nélio OliveiraNélio Oliveira

    08-11-2012 às 20:51:24

    o texto na integral está muito bom e acho que a imagem é linda

    ¬ Responder
  • Nuno MousinhoNuno Mousinho

    07-11-2012 às 23:38:00

    gostei muito do seu texto, mesmooo! Parabéns! Já votei!

    ¬ Responder
  • António JesusAntónio Jesus

    07-11-2012 às 22:06:25

    é uma autora muito interessante. Parabéns pelos seus textos!

    ¬ Responder
  • Cristina AraújoCristina Araújo

    07-11-2012 às 22:04:19

    Parabéns

    ¬ Responder
  • Belmiro SantosBelmiro Santos

    07-11-2012 às 22:03:19

    Adoro a sua maneira de escrever e gostei muito do tema. parabéns

    ¬ Responder
  • Paulo ChapimPaulo Chapim

    07-11-2012 às 22:02:11

    já votei em si Daniela

    ¬ Responder
  • Maria GuerraMaria Guerra

    07-11-2012 às 22:01:11

    gostei muito do seu artigo expositivo. realmente interessante e apelativo para a nossa cultura.

    ¬ Responder
  • Rui FonsecaRui Fonseca

    07-11-2012 às 21:59:46

    Aplaudo o seu texto, adorei!

    ¬ Responder
  • Rui Jorge AmorimRui Jorge Amorim

    07-11-2012 às 21:58:15

    O museu dos coches merece que lhe dêem destaque pelo seu protagonismo no património português.

    ¬ Responder
  • Jerónimo AdeusJerónimo Adeus

    07-11-2012 às 21:56:48

    Um texto realmente impecável!

    ¬ Responder
  • Fernando CorreiaFernando Correia

    07-11-2012 às 21:55:27

    Parabéns Daniela. Excelente artigo sobre os museus. Temos que louvar o que é nosso.

    ¬ Responder
  • Nélio OliveiraNélio Oliveira

    07-11-2012 às 21:53:55

    parabéns pelo seu texto Daniela

    ¬ Responder
  • António FerrazAntónio Ferraz

    07-11-2012 às 21:52:58

    gostei muito do seu texto sobre o museu dos coches. muito interessante.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    07-11-2012 às 00:19:34

    CONTINUEM A VOTAR

    ¬ Responder
  • Joana MateusJoana Mateus

    06-11-2012 às 23:50:30

    Lindo...Fantástico...Excelente escrita

    ¬ Responder
  • Fernando AugustoFernando Augusto

    06-11-2012 às 23:49:07

    Está impecável o seu texto

    ¬ Responder
  • Pedro CardosoPedro Cardoso

    06-11-2012 às 23:47:07

    Parabéns pelo seu texto...adorei

    ¬ Responder
  • Joana SantosJoana Santos

    06-11-2012 às 23:45:45

    Está fantástico o seu texto e estava nada à espera de ler um texto deste tipo neste tema.

    ¬ Responder
  • Ruben MatiasRuben Matias

    06-11-2012 às 23:43:43

    Gostei muito do seu texto

    ¬ Responder
  • Daniela BaptistaDaniela Baptista

    03-11-2012 às 23:14:21

    Adorei o seu texto Daniela.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    07-11-2012 às 00:19:17

    obrigada

    ¬ Responder
  • Carlos BaptistaCarlos Baptista

    03-11-2012 às 23:13:19

    Lindooo

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    07-11-2012 às 00:18:54

    obrigada pelo seu comentário, simples e directo

    ¬ Responder
  • Filipa BaptistaFilipa Baptista

    03-11-2012 às 23:07:47

    o seu texto é lindo... estou maravilhada

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    07-11-2012 às 00:18:19

    obrigada pelo comentário Adorei!

    ¬ Responder

Comentários - O Museu dos Coches - o automóvel de outros tempos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Aprenda a emagrecer com os homens

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Aprenda a emagrecer com os homens\"Rua
Não há igualdade entre homens e mulheres quando o assunto é perder de peso. Emagrecer é biologicamente mais fácil para eles, afinal, os músculos a mais e os hormônios a menos têm impacto direto no metabolismo e na fome. Além disso, elas costumam colocar expectativas muito altas no emagrecimento. Já pensou “quando eu for magra vou ser feliz” ou algo do tipo? Então, isso é algo que eles não fazem. Mas existem alguns hábitos que podem ser copiados deles para acelerar o emagrecimento delas também. Confira.

1 - O que eles têm: mais massa muscular
Comparado às mulheres, os homens têm mais músculos e menos gordura, o que garante um gasto maior de calorias, mesmo quando eles estão descansando, e, consequentemente, um metabolismo mais acelerado. Além disso, a massa muscular tem papel essencial na captação de glicose, substância que ajuda no acúmulo de gordura.

O que nós podemos fazer: Musculação ou outra atividade que renda músculos mais fortes, como pilates ou boxe.
Mas se você estiver em processo de emagrecimento, é melhor trocar a balança pela fita métrica. Isso porque o músculo também pesa e, mesmo perdendo gordura, você verá que o ponteiro da balança não irá abaixar como o esperado. Mas ao contrário da gordura, que ocupa muito espaço nos lugares errados, o crescimento dos músculos é mais restrito e localizado. Ou seja, o aumento da massa muscular vai te dar curvas e você verá suas medidas diminuindo progressivamente.

2- O que eles têm: equilíbrio hormonal
Para começar, eles não têm TPM, que vem acompanhada daquele desejo súbito de comer uma barra de chocolate (das grandes). Além disso, não passam, como as mulheres, por oscilações hormonais durante o dia todo. Um estudo realizado na Universidade de Ottawa, por exemplo, descobriu que os hormônios são os responsáveis pelo aumento do apetite das mulheres após o exercício. Os homens não sentem o mesmo efeito.

O que nós podemos fazer:
Se os sintomas da sua TPM forem muito intensos, vá ao ginecologista e pensem juntos na possibilidade de fazer uma terapia hormonal para reequilibrar seu corpo. Para controlar a vontade de comer doces no período menstrual, o ideal é apostar em alimentos adocicados, pouco calóricos e com índice glicêmico baixo, ou seja, aquele que mantém a liberação de glicose constante no sangue. Iogurte com pedacinhos de fruta e farelo de aveia é uma boa opção. Devorar um doce cheio de açúcar vai elevar sua glicose, que vai cair bruscamente depois e novamente gerar o desejo de comer um bolo de chocolate inteiro sozinha. Para evitar comer demais após o treino, faça um lanchinho saudável antes de ir malhar.

3- O que eles têm: menor carga emocional
De acordo com o The National institute of Mental Health dos Estados Unidos, de 5 a 15% dos indivíduos diagnosticados com anorexia ou bulimia são homens. Entre os diagnosticados com compulsão alimentar, apenas 35% são homens. A pressão da mídia, da sociedade e às vezes até da família para que a mulher esteja dentro dos “padrões” é maior em comparação com a imposição sentida pelos homens. Tudo isso faz com que ela coloque na perda de peso mais expectativas e inseguranças.

O que nós podemos fazer:
Buscar ajuda para passar por esse período. Conversar com alguém – seja um amigo, um parceiro ou até um psicólogo (existem alguns que são especialistas em emagrecimento) – ajuda a aliviar a carga emocional e a enxergar a perda de peso de forma realista.

Pesquisar mais textos:

Elisangela Lourenço de Oliveira

Título:Aprenda a emagrecer com os homens

Autor:Elisangela Lourenço Oliveira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios