Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Aposte nos alimentos saudáveis mais em conta!

Aposte nos alimentos saudáveis mais em conta!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 8
Comentários: 4
Aposte nos alimentos saudáveis mais em conta!

A maioria das pessoas vê a conjugação do bom e do barato como uma missão impossível. A verdade é que isto nem sempre corresponde à materialização de uma realidade. No que se refere à alimentação, é completamente falso. Efetuando as escolhas certas, chega-se a uma lista de alimentos imprescindíveis a uma nutrição saudável que têm preços assaz acessíveis.

A aveia, por exemplo, é um dos alimentos mais baratos do mercado e pode ser utilizada nos pequenos-almoços, com fruta ou leite. É rica em fibras e em hidratos de carbono e constituiu um valioso auxiliar na redução do colesterol.

Relativamente aos ovos, passíveis de ser consumidos de variadíssimas maneiras, compra-se meia dúzia por menos de um euro. Todavia, é aconselhável não exagerar, por causa do colesterol.

As batatas, que admitem ser confecionadas de dezenas de formas distintas, são também um alimento muito barato e integram a base de uma alimentação saudável.

As sardinhas, de baixo custo quando não é época alta, detêm cálcio, magnésio, ferro, zinco e vitamina B. Combinam muito bem com batatas ou saladas.

Os espinafres são uma das melhores verduras do mercado, pois representam um manancial de vitamina C, ferro e minerais. Em acréscimo, existem durante todo o ano.

A abóbora, cujas sementes se afiguram como autênticas minas de magnésio, proteínas e minerais, pode ser consumida em saladas, sopas ou doces.

Não obstante o aumento verificado no preço do leite nos últimos anos, ele continua a ser um alimento económico e básico em qualquer dieta alimentar que vise a saúde. Isto aplica-se, de igual modo, aos derivados do leite, como o iogurte (que habitualmente é mais em conta em doses individuais), ricos em vitaminas A e D, potássio e cálcio.

As maçãs são dos frutos mais baratos, fáceis de adquirir e simples de transportar e ingerir onde quer que seja. Apresentam quantidades consideráveis de fibras e vitamina C. Não será por acaso que surgiu o ditado: «One apple a day keeps the doctor away», que é como quem diz: «Uma maçã por dia mantém o médico à distância.»

Paralelamente, o aproveitamento de sobras dá para reinventar refeições e, ao mesmo tempo que não se estraga comida, vela-se pelo equilíbrio alimentar. Pratos como arroz ou massada de carne e peixe, feijoadas e jardineiras têm um rendimento muito superior do que um bife ou um peixe à posta. Adicionalmente, a quantidade de gordura empregue na sua confeção é bastante mais diminuta. As sobras de carne, peixe e hortaliças prestam-se a fazer fantásticos empadões, recheios de tartes ou sopas. O pão duro pode transformar-se numa saborosa torrada e um resto de arroz branco, ao qual de adicione leite, casca de limão, adoçante e canela, converter-se num delicioso arroz-doce. Bom apetite!


Maria Bijóias

Título: Aposte nos alimentos saudáveis mais em conta!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 8

775 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 18:19:41

    Isso vai depender da região que a pessoa está vivendo. As frutas, por exemplo, são mais baratas no sul do Brasil, já no norte são muito caras. O melhor é balancear mesmo os alimentos, sempre que possível.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    16-09-2012 às 19:04:03

    sabe a validade dos seus alimentos: uma caixa de cereais aberta tem uma validade de 60 dias. a única desvantagem é que ficam moles. pode colocar no forno se não gostar deles moles. a maionese tem uma validade de 60 dias. deduzimos que não dura muito tempo, mas no frigorífico aguenta-se. se cheirar mal é um sinal que está estragado. uma boa dica é colocar a data na embalagem de quando abriu.

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    16-09-2012 às 19:02:38

    sabe a validade dos seus alimentos: uma caixa de cereais aberta tem uma validade de 60 dias. a única desvantagem é que ficam moles. pode colocar no forno se não gostar deles moles. a maionese tem uma validade de 60 dias. deduzimos que não dura muito tempo, mas no frigorífico aguenta-se. se cheirar mal é um sinal que está estragado. uma boa dica é colocar a data na embalagem de quando abriu.

    ¬ Responder
  • ronilsonronilson

    05-08-2011 às 20:37:44

    gostei

    ¬ Responder

Comentários - Aposte nos alimentos saudáveis mais em conta!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios