Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Ser feliz é uma escolha!

Ser feliz é uma escolha!

Categoria: Outros
Comentários: 8
Ser feliz é uma escolha!

Então, você quer ser feliz? Muitas pessoas querem ser felizes, mas o que elas não percebem é que a felicidade já está em sua vida e que não depende do que você tem o adquire. Ser feliz é uma questão de escolha, é decisão. Nem todos tem essa ousadia de decidirem e quase não aproveitam os dias que são únicos e não voltam, jamais!

Aqui estão apenas 4 pensamentos(há muito mais) das pessoas que se consideram felizes e que realmente são. Elas aceitam estes pensamentos e suas vidas e a levam de forma divertida. Então, decida ser feliz e tudo vai mudar na sua vida e para melhor!

1. A vida é justa.
A felicidade não é definida pelo o que quer conseguir na vida. As pessoas felizes entendem que às vezes a vida não segue o seu caminho de forma correta; a vida não é justa. O que sei é que você pode fazer o seu melhor, perdoe-se para aquelas coisas que não funcionaram e se contente com o que você tem.

2. Sofrimento é ruim.
O sofrimento é uma condição inevitável da humanidade. Você não pode sobreviver neste mundo sem, pelo menos, um pouco de sofrimento. As pessoas felizes sabem a felicidade mais profunda vem através de sobreviver a uma dor profunda.

3. Estou no controle das coisas.
Por mais difícil que você trabalhe e por mais que você tente planejar tudo, você não está apenas no controle. Você não pode controlar as ações ou pensamentos dos outros. A fim de alcançar a felicidade, as pessoas felizes aceitam esta verdade inevitável e aprendem a ser proativa e não reativa para surpresas da vida e percalços.

4. As pessoas são obrigadas a me amar de forma específica.
Se a sua felicidade depende de como as outras pessoas se sentem sobre você, você nunca vai ser feliz. Você não pode agradar a todos e você certamente não pode forçar ninguém a amá-la de uma maneira específica. As pessoas felizes aceitam a forma como os seus entes queridos se sentem, e trabalham em mostrar seu carinho e pedir o que eles precisam, em vez de esperar que as pessoas ame-os da maneira que eles querem ser amados.


Rua Direita

Título: Ser feliz é uma escolha!

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 8 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoManu

    26-04-2014 às 15:05:22

    Ser feliz é mesmo uma escolha pois podemos escolher o que queremos ser independente dos factores exteriores, a felicidade vem de dentro.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    27-04-2014 às 17:49:34

    Sim, Manu. É bem verdade que ser feliz depende de cada um. Mas, o melhor é que essa felicidade vem de Deus, Ele nos completa!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMariana

    26-04-2014 às 14:35:27

    Ser feliz é mesmo uma escolha, obrigado pela inspiração

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    27-04-2014 às 17:48:03

    De nada, Mariana. A Rua Direita sugere que volte mais vezes! Obrigada.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLeonel

    26-04-2014 às 14:23:36

    Obrigado por este texto Ser Feliz É Uma Escolha! Foi muito ajudante

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    27-04-2014 às 17:46:54

    Que bom, Leonel! A Rua Direita fica contente!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoManuela

    26-04-2014 às 11:46:50

    Muito legal cara, muito bom esse texto

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    27-04-2014 às 17:46:05

    A Rua Direita agradece, Manuela. Volte mais vezes!

    ¬ Responder

Comentários - Ser feliz é uma escolha!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios