Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > A Chegada À Índia E A Descoberta Do Brasil

A Chegada À Índia E A Descoberta Do Brasil

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 22
A Chegada À Índia E A Descoberta Do Brasil

Em 1496, D. Manuel decidiu encetar uma viagem para chegar à Índia, entregando a tarefa a Vasco da Gama. Começaram as construções das naus. Em 1497, a armada saiu do Restelo, com 3 naus e 1 caravela: a São Gabriel, comandado por Vasco da Gama, a São Rafael, por Paulo da Gama, a Bérrio, por Nicolau Coelho e uma nau de mantimentos. Aos 13 dias de viagem alcançaram a ilha de Santiago e 94 dias depois alcançaram Santa Helena. A 22 de novembro dobraram o famoso Cabo da Boa Esperança. Mais tarde, desfizeram-se da nau de mantimentos. Em março, chegaram a Moçambique e a 27 de maio de 1498 alcançaram Cápua, a norte de Calecute, onde enfrentaram algumas dificuldades com Samorim. Contudo, conseguiram carregar umas especiarias e voltar para Portugal. Chegaram a Melinde três meses depois e a 11 de janeiro de 1598 colocaram-se novamente no rumo marítimo. Dobraram o Cabo da Boa Esperança a 22 de fevereiro. O primeiro a chegar a Lisboa foi Nicolau Coelho. Seguiu-se João de Sá e, por último, Vasco da Gama, que permaneceu na ilha Terceira até a morte levar o seu irmão. Chegou em setembro do ano de 1499 à capital portuguesa.

D. Manuel escreveu aos Reis Católicos a contar o feito. Contudo, estes sentiram-se ultrajados e trataram de transmitir esse sentimento ao monarca português. Perante a ameaça espanhola, D. Manuel tratou de armar uma nova armada desta comandada por Pedro Álvares Cabral. A expedição saiu de Lisboa a 9 de março de 1500 e era composta por 13 navios, 10 naus e 3 caravelas. Chegaram a Cabo Verde a 22 do mesmo mês. A 22 de abril de 1500 viram terra: O Monte Pascoal e A Terra de Vera Cruz. No dia 24 foram para a baía de Porto Seguro. A 28 de agosto de 1501, D. Manuel escreveu a D. Isabel de Castela e a D. Fernando de Aragão a contar a grande novidade.
Alguns historiadores defendem que a descoberta do Brasil foi intencional, enquanto outros têm algumas dúvidas até que ponto a descoberta das terras de Vera Cruz não foi um acaso feliz, que veio mesmo ao encontro das esperanças do monarca português.

Daniela Vicente

Título: A Chegada À Índia E A Descoberta Do Brasil

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 22

770 

Comentários - A Chegada À Índia E A Descoberta Do Brasil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um caminho para curar o transtorno alimentar

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Saúde
Um caminho para curar o transtorno alimentar\"Rua
De acordo com um relatório divulgado em novembro de 2014 pelo Comitê Permanente sobre o Status da Mulher, entre 600 mil a um milhão de canadenses cumprem os critérios diagnósticos para um transtorno alimentar em um dado momento. Problemas de saúde mental com ramificações físicas graves, anorexia e bulimia são difíceis de tratar.

Os programas públicos de internação frequentemente não admitem pacientes até que estejam em condição de risco de vida, e muitos respondem mal à abordagem em grupo. As clínicas privadas costumam ter listas de espera épicas e custos altos: um quarto custa de US$ 305 a US$ 360 por dia.


Corinne lutou juntamente com seus pais contra a bulimia e anorexia por mais de cinco anos. Duffy e Terry, pais de Corinne, encontraram uma clínica na Virgínia. Hoje, aos 24 anos, ela é saudável e está cursando mestrado em Colorado. Ela e seus pais acreditam que a abordagem holística, o foco individualizado e a estrutura imersiva de seu tratamento foram fundamentais para sua recuperação.

Eles sabem que tinham acesso a recursos exclusivos. "Tivemos sorte", diz Duffy. "Podíamos pagar por tudo." Mas muitos não podem.
A luta desta família levou-os a refletir sobre o problema nos Estados Unidos. Em 2013, eles fundaram a Water Stone Clinic, um centro privado de transtornos alimentares em Toronto. Eles fazem yoga, terapia de arte e participam na preparação de refeições, construindo habilidades na vida real com uma equipe de apoio empática. Os programas funcionam nos dias da semana das 8h às 14h, e até agora, não tem lista de espera. Porém essa abordagem é onerosa: aproximadamente US$ 650 por dia.

A família criou a Fundação Water Stone - uma instituição de caridade que fornece ajuda a pacientes que não podem pagar o tratamento. Os candidatos são avaliados por dois comitês que tomam uma decisão baseada na necessidade clínica e financeira. David Choo Chong foi o primeiro a se beneficiar da fundação. Ele havia tentado muitos programas, mas nenhum foi bem sucedido. A fundação pagou metade do tratamento. Dois anos depois, Choo Chong, feliz e estável diz "Water Stone me ajudou a encontrar quem eu sou".

Pesquisar mais textos:

Roberta Darc

Título:Um caminho para curar o transtorno alimentar

Autor:Roberta Darc(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios