Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Goste muito de si!

Goste muito de si!

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 1
Goste muito de si!

A alimentação é uma das principais condicionantes de um crescimento correcto e de um desenvolvimento harmonioso. São muitos os nutrientes de que o nosso organismo necessita e, no curto, médio ou longo prazo a privação deles far-se-á notar, geralmente da pior maneira. Défices constantes e níveis em falta não repostos de certos elementos essenciais conduzem a situações crónicas, que podem ser irreversíveis.

Há ainda muita gente a morrer de fome, pelo que, para além da responsabilidade social que assiste a cada cidadão de sanar, dentro das suas possibilidades, esta realidade incontornável do panorama mundial no bocadinho de mundo que lhe cabe, é razão para se respeitar, valorizar e agradecer a comida que vamos tendo.

Mas se uns não possuem o suficiente para sobreviver, outros entopem-se, literal e reiteradamente, de tudo o que faz mal à saúde. São extremos que jamais se tocam e que raramente conhecem a existência recíproca. Enquanto os primeiros morrem de subnutrição, os segundos perecem de explosão: as veias não suportam tamanha quantidade de gorduras e de açúcares na circulação sanguínea! A expressão «pela boca morre o peixe» não se aplica só a espécies marinhas…

Com o pouco tempo de que, hoje em dia, se dispõe para tudo, os alimentos são cada vez mais calóricos e menos nutritivos. Já diz o ditado que «depressa e bem não há quem», e esta verdade universal tem no domínio alimentar uma confirmação irrefutável. O sustento à base de fast food, de pratos pré-cozinhados, de pequenos-almoços compostos por café e um bolo, ou refeições principais constantes de uma sopa, engolida de pé ao balcão de um snack-bar ou de uma pastelaria, acompanhada por um salgadinho, frito, pois claro, fornecedora de calorias em excesso mas, simultaneamente, pouco saciante, integra um conjunto de erros crassos cuja repetição continuada o corpo não perdoa. Por norma, quem assim come durante o dia, ao jantar, em casa, banqueteia-se esplendidamente para se deitar quase logo de seguida. Mais uma asneira que traz anexada uma factura cara.

Entretanto, a alimentação constitui um cenário dantesco e terrífico em determinadas situações e circunstâncias. As mães de crianças que dificilmente abrem a boca à colher que o digam. Por outro lado, existem graves doenças do foro psicológico e afectivo relacionadas com os víveres. A anorexia, a bulimia e a alimentação compulsiva lideram este ranking de padecimentos horríveis que podem ter como desfecho a própria morte. Nestes casos, um acompanhamento próximo e atento pode evitar autênticas tragédias!

O ramo da nutrição tem apresentado um incremento substancial no número de utentes que manifestam preocupação em perder peso ou, simplesmente, obter dicas para uma alimentação mais saudável. São os médicos quem afirma que nós «somos o que comemos» …



Maria Bijóias

Título: Goste muito de si!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

606 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoHelio Faria

    16-03-2009 às 11:03:57

    Que máximo! Uahu! Querida , escreves com boa onda sobre alimentação.

    E que foto! É o máximo querida!

    ¬ Responder

Comentários - Goste muito de si!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios