Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Cozinhe de forma ecológica

Cozinhe de forma ecológica

Categoria: Alimentação
Comentários: 1
Cozinhe de forma ecológica

Não podermos viver sem comer. As pessoas mais místicas alegam a primazia da espiritualidade, mas a leveza de espírito nada tem a ver com a falta de nutrimento corporal. Para além disso, os próprios alimentos, enquanto suporte da vida, são também vistos como algo de sagrado. Nesta perspectiva, torna-se ainda mais condenável o desperdício a que se assiste nos tempos que correm. Efectivamente, a quantidade de comida que se estraga é muito superior à que se consome, havendo no mundo milhões de seres humanos a passar fome!...

Adicionalmente, os desperdícios provocam um aumento do aquecimento global, decorrente do gás metano produzido pelos aterros sanitários onde eles são depositados. E o metano é um gás que contribui enormemente para o efeito de estufa. Portanto, quanto mais esbanjamento houver, maior será a emissão deste gás.

Para combater o desaproveitamento, convém preparar os alimentos nas medidas certas. Doses individuais facilitam o transporte, a arrumação no frio e o posterior aquecimento. Por outro lado, retirando do frigorífico ou do congelador as refeições a ser aquecidas no mínimo meia hora antes do necessário, os alimentos demorarão menos tempo a acalentar, dado encontrarem-se a uma temperatura mais próxima da ambiente, o que facilitará a vida e reduzirá os custos de gás ou electricidade, consoante o meio de calefacção escolhido.

O uso de talheres e pratos descartáveis deve ser preterido (pois embora sejam recicláveis, uma grande parte vai para o lixo comum), dando-se preferência a materiais de longa duração, como o inox.

As frituras não são aconselháveis, nem para a saúde nem para o Ambiente. Ainda assim, a ter de se fritar, o óleo usado não deve ser deitado pelo cano abaixo, pois, a acrescentar ao inevitável entupimento, ele vai contaminar a água. Já existe, no sistema de reciclagem, um reservatório para gorduras líquidas provenientes das cozinhas que permite, não só tratá-las, como reconvertê-las.

O principal, contudo, prende-se com a fundamental economia de água. Cada litro desperdiçado vai ficar conspurcado nos esgotos, e o obrigatório processo de descontaminação elevará o preço da água. Lavar a loiça com água corrente não implica, forçosamente, ter a torneira a correr inutilmente durante o procedimento de esfrega. O mesmo se aplica à lavagem dos dentes e ao banho. A água é um bem precioso que, a não ser poupado, conduzirá, no curto prazo, a problemas bem mais graves do que os decorrentes do depauperamento das reservas de petróleo. Sim, porque o nosso organismo tem na sua composição água e não petróleo!

Passará, então, a falar-se de “ouro transparente” em vez de “ouro negro”. Afinal, a mudança para uma cozinha mais ecológica revela evolução, também em termos de civismo e de modernidade…



Maria Bijóias

Título: Cozinhe de forma ecológica

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

614 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoanonimo

    20-05-2009 às 14:33:47

    O material em inox nas cozinhas é obrigatorio - atenção com a ASAE.

    Alimentação sem inox...capute!

    ¬ Responder

Comentários - Cozinhe de forma ecológica

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios