Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Quanto tempo podem ficar os alimentos no frigorífico

Quanto tempo podem ficar os alimentos no frigorífico

Categoria: Alimentação
Visitas: 36
Quanto tempo podem ficar os alimentos no frigorífico

A conservação dos alimentos no frigorífico dependem de cada tipo de alimento, esse tempo tem a ver com a manutenção dos nutrientes de cada alimento congelado. Com o passa do tempo, se for por um período acima do recomendado, os alimentos perdem a capacidade nutricional, sofrem alteração na cor e no sabor, podendo até estarem impróprios para o consumo.

Para que os alimentos sejam devidamente preservados, os freezeres precisam estar com uma temperatura de aproximadamente dezoito graus, esssa baixa temperatura congela, conserva e deixa o ambiente interior do frigorífico livre das bactérias. Um cuidado que se deve ter com o frigorífico é não deixar que fique molhado, evitar derramar qualquer tipo de líquido, mesmo que seja para fazer a limpeza, que deve ser feita de seis em seis meses, ou uma vez por ano conforme indicação do fabricante. O período de limpeza deve ser respeitado, para que não haja esquecimento o mais indicado é anotar em uma agenda em lugar visível na cozinha, mesmo que o frigorífico esteja em outro lugar, a cozinha é indicada para deixar essa anotação porque é um dos cômodos mais frequentados da casa.

Visto que o tempo de conservação dos alimentos no frigorífico dependem do tipo de cada alimento, vamos relacionar alguns que são: carne, peixe e demais alimentos.
O peixe pode estar no frigorífico em até 3 meses, sendo: sardinhas, tainha, cavala, atum e até 4 meses se for badejo, pescada e linguado. Se o peixe estiver cozido, deve ser consumido em no máximo dois meses, se o peixe estiver em posta, o tempo é maior.

Para as carnes bovina, o tempo que devem estar no frigorífico são 12 meses, sendo que se for carne defumada ou salgada o tempo limite são 3 meses, carne moída 4 meses e miúdos de 2 à 3 meses.

A carne suína, se não estiver muito gorda, pode ficar até seis meses, o frango se for em pedaços, que é o mesmo que em cortes, pode estar até nove meses. Esses são os principais alimentos armazenados no freezer, ele também é usado para deixar alimentos pré-prontos que visam facilitar o dia-a-dia, favorecendo aqueles que não dispõe de tempo para o preparo diário dos alimentos, mesmo assim, no caso dos laticínios, o mais coerente é compar os mais frescos, o lugar mais indicado para os laticínios é a geladeira, como os vegetais e as frutas também deve-se seguir esta linha de dar preferência por produtos frescos, embora seja possível congela-los.


Sílvia Baptista

Título: Quanto tempo podem ficar os alimentos no frigorífico

Autor: Sílvia Baptista (todos os textos)

Visitas: 36

779 

Imagem por: Ollie Crafoord

Comentários - Quanto tempo podem ficar os alimentos no frigorífico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Ollie Crafoord

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios