Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Chichén Itza - A Serpente Emplumada desce à terra

Chichén Itza - A Serpente Emplumada desce à terra

Categoria: Viagens
Visitas: 16
Comentários: 7
Chichén Itza - A Serpente Emplumada desce à terra

Chichén Itza é uma cidade arqueológica maia, localizada na península do Yucatán, no México. É a mais famosa de todas as cidades Maias, tendo sido o centro político e económico desta civilização. A cidade era composta por esplêndidos edifícios, numerosas casas senhoriais, jardins submersos, terraços e templos.

De todas as muitas construções interessantes a mais importante e impotente e aquela que mais se destaca, era sem dúvida a Pirâmide de Kukulcán, actualmente considerada uma das sete novas maravilhas do Mundo.

Esta pirâmide fazia culto ao Deus Kukulcán, a “Serpente Emplumada” e foi construída como uma espécie de calendário, demonstrando que os Maias possuíam elevados conhecimentos de matemática, astronomia e geometria. Este povo observou com detalhe o comportamento das estações, a trajectória do sol e das estrelas, e tê-los-iam registado na construção deste templo. A própria pirâmide seria uma estrutura através da qual os maias se orientavam no tempo.

Os Maias utilizavam um calendário solar, o Habb, com 18 meses de 20 dias cada um, mais um período de 5 dias, considerado desfavorável.
Assim, o calendário era composto por 365 dias. Tinham ainda um outro calendáriosagrado, o Tzolkin, com 13 meses de 20 dias cada um, composto assim por 260 dias. Estes dois calendários eram combinados num calendário circular que equivalia a um ciclo de 52 anos, o que significava que os números, os dias e os meses só se repetiam a cada 52 anos.

Alguns destes números estão representados na pirâmide. Por exemplo, ela possui 4 escadarias, cada uma delas com 91 degraus. Se estes números forem multiplicados, obtém-se o número 364. Se a ele for somado o patamar superior do templo, comum a todas as escadarias, surge o número de dias do Habb, 365. A pirâmide possui ainda 9 patamares, divididos ao meio pelas escadarias. Assim, se multiplicarmos estes números obtemos o resultado de 18, correspondente ao número de meses do Habb. A fachada da pirâmide tem 52 painéis, como indicativo do ciclo de 52 anos do calendário circular. No templo superior da pirâmide, existem 5 ameias em cada fachada, o que dá um total de 20, o número de dias de cada mês do Habb e do Tzolkin.

Mas a pirâmide é famosa devido ao fenómeno solar que nela ocorre nos equinócios da Primavera (21 de Março) e de Outono (21 de Setembro). Nestes dias, a uma determinada hora, à medida que o sol se movimenta, a sua sombra projectada nas laterais de uma das escadarias da pirâmide, formam o corpo de uma serpente, que se desloca até tocar na cabeça da serpente emplumada que se encontra na base da escadaria norte.

O número de visitantes por altura dos equinócios aumenta de 5 para 13 mil, tamanha é a curiosidade das pessoas em presenciar o fenómeno. No meio de toda a multidão que ali se reúne para assistir à descida da serpente emplumada dos céus à terra, é possível encontrar pessoas de todos os credos e culturas.



Catarina Bandeira

Título: Chichén Itza - A Serpente Emplumada desce à terra

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 16

783 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    29-09-2014 às 14:17:45

    Fantástico esse texto detalhar de maneira tão precisa esse chichén itza. Isso são mistérios que não sabemos desvendar dessa serpente.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLuanda

    30-03-2013 às 12:26:14

    Visita fantástica e ver a serpente se formar foi incrível!!

    ¬ Responder
  • joao padilhajoao padilha

    22-09-2011 às 22:12:58

    Esplêndido. Estive lá na semana passada e a descida da serpente emplumada é hoje, 22.09.2011, no equinócio do outono no hemisfério norte. Se estive atento ao calendário teria adiado uma semana minha ida ao Méximo para visualizar pessoalmente o fenônome, que não é lenda e já foi documentado, fotografado e filmado inúmeras vezes.

    ¬ Responder
  • Luciana EboneDebora

    22-08-2011 às 17:54:41

    É maravilhoso!!! Meu namorado e eu fomos semana passada para conhecer Cancun e visitar Chichén Itza. Recomendo a visita, mas terá que passar um dia ineiro lá para que possa ver tudo.

    ¬ Responder
  • ITALO VENICIUS "JONES"ITALO VENICIUS "JONES"

    31-05-2011 às 21:18:40

    super interessante,é sério,eu me interesso muito por arqueologia, como por exemplo machu pichu, as pirâmides, entre outros, mas uma coisa que me fascina é a lenda da serpente emplumada,muito legal!!!valeu!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSophia

    13-11-2010 às 14:24:32

    Muito legal , tenho que fazer um trabalho sobre o Chichén Itza e estou gostando muito :D

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSamuel

    16-06-2009 às 13:29:33

    Poxa muito legal tambem estou curioso para ver a decsida da serpente.

    ¬ Responder

Comentários - Chichén Itza - A Serpente Emplumada desce à terra

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios