Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Os efeitos das radiações

Os efeitos das radiações

Categoria: Saúde
Os efeitos das radiações

Todos estamos sugeitos às radiações, porque tudo no universo emite radiação, desde as frutas, às rochas,, passando pela própria Terra.

Com efeito, estamos constantemente expostos a radiação, embora, ter contato com ao tipo e quantidade que seja fatal é raro. Quando ela é mais alta, é bloqueada quase totalmente pelo campo magnético e pela atmosfera do planeta.

A dose de radiação é medida em SV(sieverts) e é o equivalente a um joule de energia de radiação ionizante, de raios x ou radiação gama, por cada kilograma de tecido do corpo. Como tal, os cientistas sabem determinar a quantidade que pode ser nociva para o corpo.
Com efeito, a radiação é o resultado de núcleos atómicos instáveis e a libertarem partículas.

Considera-se o tipo de radiação mais perigoso para o homem, a radiação ionizante, como os raios X e gama e as partículas alfa e beta.

O mesmo se pode dizer em relação às radiações ultravioleta, que origina as queimaduras solares, que pode causar o cancro e ser fatal, em pouco tempo.

Se o corpo for sugeito a exposições à radiação, pode provocar danos irreversíveis no mesmo. Por exemplo, se ocorrerem radiações no cérebro humano, ocorrem lesões neste, que será fatal no espaço de uma semana.

Mas, se as radiações forem no estômago e superiores a 4 SV, causa imediatamente vómitos. Os pulmões ficam inflamados e a pessoa sugeita á radiação tem dificuldades em respirar.
No caso de ela ocorrer nos intestinos, provoca diarreia com dores.

As vítimas de radiação em Chernobyl, sofreram de queimaduras graves no corpo ou cabeça ou até mesmo a morte.

Quem vive nas proximidades de uma central nuclear ou de um centro de carvão, fica sugeito às radiações, até um raio de 80 kilómetros do local.

O uso constante do telemóvel pode também emitir radiações, tal como comer simplesmente uma banana ou partilhar uma cama. O motivo é que uma pessoa tipo recebe cerca de 0003SV, num ano.

Há intoxicações por radiação que são extremamente graves, especialmente nas pessoas que vivem próximo do reator de Chernobyl ou nos EUA.

Quando há terramotos ou tsunamis os reatores podem sobreaquecer, provocando danos , ferindo ou matando.

Em suma, deve evitar-se todo o tipo de radiação, bem como excesso de raios X.


Pedro gil Ferreira

Título: Os efeitos das radiações

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

628 

Comentários - Os efeitos das radiações

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios