Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Sonambulismo

Sonambulismo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Saúde
Visitas: 6
Comentários: 6
Sonambulismo

Saiba que o sonambulismo pode afetar as pessoas e principalmente as crianças mais pode permanecer com a idade e ser prejudicial. Saiba que de madrugada, alguém se levanta, diz alguma coisa incompreensível e começa a andar pela casa. E no dia seguinte, não se lembra de nada. Essa é uma sena que muitas vezes é vista por quem mora com uma pessoa que tem sonambulismo. E o sonâmbulo às vezes só sabe que sofre deste problema por que alguém o avisa. É que, geralmente, ele pode voltar para a cama e dormir como se nada tivesse acontecido. Outras vezes, é possível que o sonâmbulo desperte em locais estranhos sem saber como foi parar ali. E as reações que ele pode apresentar são diversas.

Cerca de 17% das crianças apresenta sonambulismo. É um distúrbio que prevalece na infância e tende a passar com a idade, mais pode trazer alguns problemas. Em casos moderados ou graves, pode prejudicar o sono da pessoa e da família, além do estresse que essa situação causa, e provocar sonolência diurna. O problema interfere no sono e na pessoa, e no dia seguinte, pode ter os mesmo sintomas que o insone.

Se o sonambulismo é freqüente ou persiste mesmo com o passar do tempo, é preciso acompanhamento médico. Segundo os neurologistas, o problema pode ter o seguinte tratamento: evitar situações de risco como privação de sono e situações estressantes; manter horários adequados para dormir e acordar. Ingestão de medicamentos (benzodiazepínicos e antidepressivos tricíclicos). Tratamento de longa duração, como a psicoterapia. Mas cuidado jamais se automedique, pois as medicações, quando tomadas de forma errada, podem ter diversos efeitos colaterais.

Quando o sonâmbulo anda pela casa, parece conhecer cada canto como ninguém. Porem, ele pode sim perder o equilíbrio e se machucar. Objetos cortantes, pontiagudos ou frágeis podem representar um perigo, para quem anda por ai durante o sono. Os neurologistas recomendam tomar medidas de proteção para que o sonâmbulo não se fira como dormir em locais protegidos e baixos, pois, se a pessoa dorme em andares alto, pode cair da janela ou sacada. Acordar um sonâmbulo não apresentara nem um perigo para a saúde dele, porem, ele pode se assustar e ter reações de fuga ou ataque. Quando a pessoa acorda sozinha, também pode ficar confusa, sem saber o que esta fazendo no local. O melhor a fazer é conduzi-lo até a cama e esperar que ele volte a dormir.

Waldiney Melo

Título: Sonambulismo

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 6

761 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    19-07-2014 às 23:00:15

    Boa explicação! Conheço uma amiga sonâmbula e que convive com isso normalmente com sua família. Mas, é bom ter cuidado mesmo.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJéh

    14-07-2010 às 18:05:53

    Pow eu tenho sonambulismo e insonia ao mesmo tempo cara ...

    ¬ Responder
  • vitoria diasvitoria dias

    09-05-2010 às 20:39:50

    vic- 08-o5-2010-- respomder
    tenho muitos pesadelos quando durmo, grito ,falo a dormir,respondo ao que me perguntao e acordo muitas veses sufocada. mas a uns dias a milha filha disse-me que lhe liguei durante a noite e lhe contei umas coisas que me tinham acontecido nesse dia .fiquei com medo dee mim mesma pois ela nao tinha maneira de saber aquilo que lhe disse, emtao era mesmo verdade eu telefonei-lhe a dormir...agora acontessem-me coisas muito estranhas enquanto dormo ...como e possivel

    ¬ Responder
  • RuiRui

    29-03-2010 às 22:05:40

    Boas tenho 36 anos e sou o Rui.
    Aconteceu-me neste fim de semana na minha casa de campo, estava a dormir e tive um pesade-lo e acordei a meio de um acidente tendo ficado bastante ferido.
    Quando sonhava ou sonambolismo, se é que se pode chamar, estava a ter um pesadelo, do qual me lembro"em que o quarto da casa, parecia que estava a demoluir-se e tinha que sair por um dos quatro vidros, de uma porta de ferro". O que acontece é que estava a dormir e sai por um deles, por um milagre não me matei, mas cortei a cara e fiz vários cortes nas mãos e pisei vidros, tendo um dos pés ficado, com um vidro espetado.
    Isto ocorreu cerca dàs 03H30, estava sózinho em casa e bastante ferido.
    Após alguns minutos de pánico efectuei os primeiros socorros, arranquei o vidro do pé com uma pinça e voltei para a cama.
    Acontece que pouco tempo depois tive novamente um despertar fora da cama, desta vez para a porta de outra divisória.
    Novamente voltei para a cama e voltei a adormecer.
    Na minha vida já tive vários pesadelos e aconteceu acordar em pé, mas nunca me tinha aleijado a dormir.
    Será que estou a ficar maluco ou isto acontece a muita boa gente.
    Gostava que me podessem ajudar.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãopatrícia

    06-01-2010 às 18:51:33

    não ando dormindo, mas estou praticamente agredindo o meu marido e falo muito.Passo a noite inteira me mexendo, porém quando acordo não lembro de nada. O que faço estou desisperada

    ¬ Responder
  • Exatosoftcarlos costa

    01-10-2009 às 16:35:21

    como eu faço para parar o meu sonambolismo? tinha tempo que não acontecia isso agora voltou.

    ¬ Responder

Comentários - Sonambulismo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios