Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Shiatsu - Toque e Pressão

Shiatsu - Toque e Pressão

Categoria: Saúde
Visitas: 16
Comentários: 1
Shiatsu - Toque e Pressão

De há uns anos a esta parte que temos assistido a um crescente crescimento da cultura asiática no nosso país. Desde restaurantes chineses ou japoneses, a lojas de diversos artigos práticos e em conta, vivemos na prática aquilo que os livros designam por globalização.

Do que vos quero falar hoje é de Shiatsu, também ele originário na Ásia, mais propriamente no Japão, mas cujas bases assentam na Medicina Tradicional Chinesa. Foi legalmente reconhecido em 1965 e alguns já terão ouvido falar, mas acredito que a grande maioria não sabe do que se trata.

Shiatsu significa “pressão com os dedos”, mas é mais que isso. É considerada uma terapia, dita alternativa, que restabelece a energia vital de cada indivíduo. Está cientificamente comprovado que o corpo humano possui energia e que esta circula em canais - meridianos. Se quisermos ser mais específicos, podemos completar esta ideia, explicando que os meridianos, assim como os centros de energia (chackras), formam uma corrente vibratória que circula pelo corpo. Esta, conecta a energia do céu (yang), com a energia da terra (yin), sendo que ambas estão presentes no corpo humano.

Mas, porquê restabelecer essa energia? Na verdade, o organismo sofre interferências externas (factores do meio circundante) e internas (emoções e sentimentos resultantes das situações do dia-a-dia, das quais resultam alterações do fluxo energético, traduzidas, muitas vezes, por dores, tensão, contraturas, etc. Desta feita, para que haja saúde física e mental, deverá existir um perfeito equilíbrio e harmonia dos fluxos de energia no organismo, caso contrário desenvolvem-se doenças.

Num tratamento de Shiatsu, o terapeuta, profissionalmente credenciado, aplica pressão em pontos ou meridianos específicos, de forma a desbloquear a energia estagnada. Para além disso, executa também outras técnicas, como estiramentos, tudo em prol da dita libertação de energia. Cada sessão de Shiatsu deve também ser vista como uma forma de prevenção de possíveis desequilíbrios energéticos, prevenindo o aparecimento de doenças.

Para além deste tipo de Shiatsu, que foca atenções em meridianos ou pontos de acumpressão, outros há que se regem por técnicas mais holísticas, generalizando o trabalho e envolvendo todo o corpo.

Qualquer uma das técnicas tem efeitos benéficos comprovados no combate de dores de cabeça, stress, instabilidade emocional, insónia, falta de vitalidade, ciática, dores de costas, entre outros.

Como qualquer outra terapia, apenas deve ser deve ser executada por profissionais experientes e com alguma cautela em pessoas com osteoporose, doenças infecto-contagiosas ou grávidas.



Cláudia Bandeira

Título: Shiatsu - Toque e Pressão

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 16

707 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBela Faria M.

    30-03-2009 às 19:39:41

    Amigas, tive na semana passada uma experiencia em Shiatsu. Meu Deus adorei. Tive muita sorte com o teraputa, alto, moreno, olhos verdes escuros, peito firme e, que mãos... tocou, deslizou, esfregou,...pos-me comletamente nas nuvens.

    Shiatsu é um must.

    Shiatsu para mim vai ser para repetir.

    Shiatsu tirou-me 20 anos.

    Por tudo isso, e pela magnifica experiencia que eu tive, adoro Shiatsu e deveras recomendo a todas as queridas.

    Gostei imenso do teu texto Cláudia - beijo.

    ¬ Responder

Comentários - Shiatsu - Toque e Pressão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os 10 melhores queijos holandeses

Ler próximo texto...

Tema: Alimentação
Os 10 melhores queijos holandeses\"Rua
Os holandeses são conhecidos como “cabeças de queijo”. A partir daí, podemos notar e concluir que não são apenas amantes de queijo, mas também grandes produtores.
O queijo está presente na Holanda há milhares de anos, desde os tempos de Júlio César, que ficou encantado com os queijos que encontrou no local. Desde então, os queijos holandeses dividem espaço com as flores como símbolo da cultura da Holanda, gerando a maior parte do combustível econômico do país.

Os holandeses fabricam 650 milhões de quilos de queijo por ano, exportando dois terços desse volume para outros países. São os maiores exportadores de queijo do mundo.
Além disso, cada cidadão da Holanda come por ano, em média, 15 quilos de queijo.

Conheça os 10 melhores tipos de queijos holandeses:

1- Queijo Gouda
O queijo recebe o nome da cidade onde é produzido e é responsável por dois terços de toda a produção de queijos da Holanda. É o mais famoso e copiado no mundo.
Trata-se de um queijo macio e cremoso, em formato circular, com os famosos furinhos no meio. Pode-se encontrar variações no tempero, como especiarias e ervas finas. Possui um nível elevado de gordura de 48%, mas que garante o sabor único, úmido e macio do queijo. É considerado um dos melhores queijos do mundo.

2- Queijo Edam
É facilmente reconhecido por possuir no seu interior a coloração amarelo claro e camadas vermelhas ou alaranjadas nas partes mais externas. Possui um sabor picante e é mais seco se comparado com o tipo Gouda. Por esses motivos, possui menos gordura, 40%.

3- Queijo Leiden
Possui menor teor de gordura em comparação com os anteriores por se tratar de leite coado na fabricação do queijo. É mais firme e robusto, com consistência mais rígida. Pode conter especiarias em seu interior. Possui maturação mais prolongada e é prensado, o que o torna mais firme. Além de conter pimenta cominho na preparação da sua massa, dando um sabor mais do que especial ao queijo.

4- Queijo Maasdammer
Queijo com sabor de nozes fabricado na cidade de Maasdam. Também possui os famosos buracos no seu interior e um sabor peculiar e distinto. Possui estrutura firme, consistente, devido a sua cura precoce, de aproximadamente quatro semanas.

5- Queijo Cablanca
Esse queijo de cabra é classificado de duas maneiras: um tipo é fresco e mole, mais suave e cremoso; o outro é semiduro e curado, semelhante ao aspecto dos queijos gouda.
Os primeiros possuem sabor agradável e leve, por serem mais frescos. Enquanto os segundos possuem sabor mais forte e cítrico.

6- Queijo Boerenkaas

Queijo feito essencialmente de forma artesanal, o que o torna um queijo único e exclusivo, além de mais caro que os demais. Pelo menos metade do leite utilizado na fabricação desse queijo deve ser originário de vacas que são criadas na própria fazenda produtora. Além disso, o restante do leite utilizado não pode ser proveniente de mais do que duas fazendas diferentes e próximas ao local original de produção do queijo.

7- Queijo Defumado
Esse tipo de queijo é um pouco diferente dos demais. É fabricado e praticamente finalizado, após isso, é derretido e novamente prensado em formato de embutidos. É geralmente vendido por fatia, em formato de linguiça.

8- Queijo de cravo da Frísia
É um queijo preparado de leite desnatado na região da Frísia.
Além do cominho, leva na fabricação da sua massa pitadas de cravo. Isso garante a esse queijo um sabor forte, seco e rústico. Sua consistência é firme.



9- Queijo Parrano
É um queijo de vaca que possui um sabor que combina com doces aromas.
É um queijo feito nos moldes dos queijos italianos, parecido com a textura do parmesão. Por isso mesmo, é bastante usado na gastronomia italiana.

10 – Queijo Graskaas

Esse queijo é especial pois é feito a partir do primeiro leite produzido pelas vacas após retornarem da pastagem, depois de passarem o inverno trancadas nos celeiros.

Pesquisar mais textos:

Filipe Mixa

Título:Os 10 melhores queijos holandeses

Autor:Filipe Mixa(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios