Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Reduzir o estresse

Reduzir o estresse

Categoria: Saúde
Visitas: 22
Comentários: 5
Reduzir o estresse

Se as pessoas não cuidarem da vida emocional, elas não vão conseguir cuidar dos outros fatores de risco. È da mesma forma que você toma uma medicação para se proteger do colesterol e continua ficando ansioso e não consegue lidar com as emoções adequadamente. As pessoas que vivem tendo raiva, e é explosivo sempre, e não consegue ter um comportamento psicossomático adequado ai vai ter doenças serias mesmo, pois isso afeta o organismo de diversas formas e seus sintomas varia de pessoa para pessoa.

Existem pessoas que tem grande sensibilidade e reagem de um modo quando enfrenta problemas sérios, já existem pessoas que sabe reagir bem com situações desafiadoras, cabe a pessoa se quer enfrentar o problema de frente ou não, há momentos em nossas vidas que é tão ruim que nos deixa totalmente desorientados e sem pespequitiva de saída e isso às vezes nos leva a um grande estresse, temos grandes mudanças em nossas vidas e às vezes nos deixa em situações estressantes, e com isso aumenta nossa pressão arterial e freqüência cardíaca, e com isso contrai os músculos e os vasos sanguíneos, e isso pode ser prejudicial à saúde.

Estresse pode causas dores no corpo todo, queda de cabelo, hipertensão, Problemas no coração, e seu sistema imunológico baixa, e as defesa do organismo cai, e com isso as doenças atinge nosso organismo, como dor de cabeça, indigestão, insônia, traque cárdia, alergia, dores no corpo, esgotamento físico, úlcera e etc. Tudo isso nos atinge hoje devido à agitação da vida moderna, como instabilidade no emprego, violência, trânsito, problemas de relacionamento. Tudo isso nos aflige e nos trás conseqüências grandes em nossa saúde.

O maior inimigo de nossa vida é a instabilidade e com isso gera sérios problemas por mais que tentamos nos policiar e dizemos a nos mesmo que temos que deixar tudo por menos nos não conseguiu, pois isso vive martelando nossa cabeça e com isso o estresse, e o pior problemas de coração, e AVC, que hoje é o maior vilão da saúde. Estudo já diz que a incapacidade de se adaptar ao estresse esta associada ao inicio de depressão ou ansiedade e com isso a sensação de sentimento do bem estar. O estresse diminui a qualidade de vida e reduz o sentimento de prazer.

A Rua Direita da receita para combata o estresse
15- morangos
2- bananas maduras
2- colheres (sopa) de folha frescas de hortelã
300 ml de água filtrada

Modo de preparo:
Bata no liquidificador até ficar homogêneo e tome em seguida
Contra indicação pessoas com ulcera ou gastrite não deve consumir hortelã.



Waldiney Melo

Título: Reduzir o estresse

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 22

749 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    18-07-2014 às 23:06:08

    Trabalha-se muito, há muita exigência também, assim como aquela sensação de sempre estar fazendo mais e mais. Tudo isso gera estresse e acaba consumindo as forças e a mente da pessoa. É sempre bom ter uns momentos para relaxar e curtir a vida.

    ¬ Responder
  • gecildo almeida

    18-03-2013 às 21:30:01

    ha 3 meses descobri que tenho gastrite nervosa cronica to tamando pantoprazol magnesico di-hidratado pesava 70 kilo hoje to 59 poque continuo emagresendo

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 18:37:11

    o stress pode causar insónias e nesse caso deve tomar jujuba, um remédio chinês, que provêm de uma planta utilizando a folha e o fruto. baixa a tensão arterial e os níveis de cortisol. deve tomar cerca de 250 mg uma hora antes de deitar para ajudá-lo a dormir. o preço é cerca de 7 dólares. sim, dólares, pois muito provavelmente não há à venda em Portugal. contudo, se estiver disposto, pode procurar nas ervanárias.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 18:31:40

    quando entramos em stress, todo o nosso corpo entra em alerta. os nossos nutrientes começam a esgotar-se, os níveis de cortesol aumentam e os neurotransmissores descontrolam-se. os suplementos ajudam a repor os nutrientes tão preciosos, a equilibrar as hormonas e regular os neurotransmissores. se tem stress financeiro tome fosfatidilserina, que ajuda a produzir a dopamina, a hormona do prazer. Ajuda acalmar o sistema nervoso e olhar para as compras de uma forma decisiva.

    ¬ Responder
  • Elia MabassoElia Mabasso

    13-05-2012 às 17:52:59

    Ando com estomago pesado e sensacoes de vómitos ja ha 2 semanas.

    ¬ Responder

Comentários - Reduzir o estresse

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios