Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Igrejas mais antigas do Mundo

Igrejas mais antigas do Mundo

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Antiguidades
Visitas: 16
Igrejas mais antigas do Mundo

A Hallgrímskirkja, conhecida assim a igreja situada em Reykjavíc, capital de Islândia, é considerada a igreja mais bonita, tendo assim 74,5 metros de altura, sendo então a maior igreja situada na Islândia, fundada em 1986.

Em 2º lugar, a beleza encontra-se a Basílica de São Pedro, uma das maiores igrejas do cristianismo, é assim um dos locais mais visitados pelos religiosos cristãos, com 340 estátuas de anjos, mártires e santos, é tanto interiormente como exteriormente uma riqueza a nível mundial, esta, localizada no Vaticano.

Em 3º lugar aparece a Catedral de São Basílio, uma igreja Ortodoxa, situada na Rússia, na cidade de Moscovo. Esta, fundada em 12 de julho de 1561, é das mais lindas e atraentes igrejas a nível mundial




Em 4º lugar, o Santuário de Las Lajas, localizado no Sul da Colômbia, a aproximadamente 10km do Equador, atrai milhares de turistas a visitá-la, não só pela sua beleza interior, mas também pela beleza exterior da Catedral, e ao seu redor, a Natureza envolvente.

Em 5º lugar, a Basílica de Santa Sofia, consagrada nos anos 537, sendo construída pelo Império Bizantino. Esta situa-se no país turco, nomeadamente em Istambul.

Em 6º lugar, o belo e inconfundível Templo de La Sagrada Família, situada na cidade de Barcelona, este é um local turístico arrebatador, é um privilégio para quem visita este Templo, que faz encher os olhos a quem o aprecia. Iniciada a sua construção em 1882, ocorreram vários episódios pelo meio, estando assim prevista a terminar em 2026.

Em 7º lugar, temos a Catedral de Notre-Dame de Paris, que demorou um largo período de quase 200 anos a ficar pronta, começando a ser iniciada em 1163 e terminada em 1345, dedicada a Maria, Mãe de Jesus, pode ser vista em Paris, França.

Em 8º lugar, temos a Catedral da Sé, localizada no centro de São Paulo, Brasil, é dos maiores Templos neogóticos do Planeta, sendo inicialmente construída em 1589 e terminada em 1616.

Em 9º lugar a Catedral de Cristal, uma lindíssima arquitetura de Philip Johnson, situada em Garden Grove, na Califórnia, um ponto de referência turístico, que é capaz de sentar cerca de 2.800 pessoas no seu interior.

Por último e em 10º temos a Igreja e Convento de São Francisco de Assis, localizada em Salvador, Brasil, é considerada uma das mais ricas do mundo.

André Belacorça

Título: Igrejas mais antigas do Mundo

Autor: André Belacorça (todos os textos)

Visitas: 16

724 

Comentários - Igrejas mais antigas do Mundo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios