Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Antiguidades > Tesouros Escondidos

Tesouros Escondidos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Antiguidades
Visitas: 1
Comentários: 13
Tesouros Escondidos

Numa era em que é dado grande atenção ao design vanguardista e a todas as coisas high-tech, que a nossa sociedade moderna tanto gosta, começa a tornar-se cada vez menos usual, as últimas gerações procurarem ou mostrarem interesse na compra ou no coleccionar antiguidades.

Por antiguidades, entende-se, peças antigas e com história, sendo que para algo ser chamado de antiguidade, normalmente, a peça ou objeto deverá corresponder a alguns pré-requisitos.

O que faz de algo uma antiguidade?

O fator principal que confere a um objeto qualquer a designação é obviamente a idade, sendo que a idade mínima é de 50 anos (em alguns dos casos) sendo que o contexto histórico em que a peça foi produzida é também um fator extra à avaliação da peça.

A raridade da peça é também um dos fatores mais relevantes. Pois existem peças que datam antes da revolução industrial ou que até mesmo durante a época do trabalho mecanizado, foram produzidas de forma artesanal e em quantidade limitada.

O facto de uma peça ter sido feita por um grande artesão de tempos longínquos, é também um dos fatores decisivos, de chamar algo de antiguidade, pois antes da Revolução industrial o Homem apenas podia confiar nos seus dons enquanto artesão para produzir peças inovadoras e diferentes, usando em alguns casos os melhores e mais nobres materiais para o efeito.

Os materiais usados e o estado de conservação da peça é um dos outros fatores a analisar quando nos deparamos com uma dita antiguidade, seja ela uma obra de arte, uma peça mecânica, uma joia, etc.

Seja por mera curiosidade, gosto ou por ser um hobby, deverá tomar sempre em atenção alguns destes pontos quando se vê em mãos com uma possível antiguidade.

Caso acredite que é na compra e venda de antiguidades que pode ter uma outra fonte de rendimentos, deverá então estudar para isso mesmo, pois poderá “comprar lebre por coelho”, ser enganado. Aqui poderá residir uma nova forma de se distrair e até mesmo quem sabe, se numa das suas deambulações por entre feiras de velharias, não acabará por, descobrir um verdadeiro tesouro.


Bruno Jorge

Título: Tesouros Escondidos

Autor: Bruno Jorge (todos os textos)

Visitas: 1

624 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 13 )    recentes

  • SophiaSophia

    22-04-2014 às 15:05:40

    Muito bom saber que essas antiguidades têm uma atribuição particular - não é qualquer peça que se pode chamar de antiguidade. A Rua Direita agradece a forma como colocaste os tesouros escondidos. Muitas vezes, nem se sabe quem foram os produtores, criadores de algumas peças bem antigas, mas o interessante é que existam em nosso meio.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAlice

    04-10-2012 às 10:47:09

    Parabéns um texto muito bom Bruno ;)

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJonas

    04-10-2012 às 10:46:38

    Um texto cinco estrela

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEunice

    02-10-2012 às 09:59:46

    Gostei muito Bruno. Como sempre os teus textos são muito concisos e directos. Tens uma boa capacidade de expressão escrita. Continua

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    02-10-2012 às 11:21:38

    Mesmo. Continua Bruno. O teu é um dos melhores textos nesta competição

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTozé

    02-10-2012 às 09:47:18

    Gostei mesmo muito. Este texto ensina o que é uma antiguidade e como detectá-la, o que é muito bom pois elucida-nos bastante. Obrigado e boa escrita

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatização

    01-10-2012 às 14:33:58

    Bosta de texto

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMaria

    03-10-2012 às 09:41:55

    É escusado ser mal educado. Este é um lugar para se aprender não para desaprender e faltar-se ao respeito às pessoas que contribuem.

    ¬ Responder
  • Ana SebastiãoAna Sebastião

    01-10-2012 às 13:56:19

    Sinceramente não sabia. O texto é uma fonte de informação importante. Gostei.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoChico

    01-10-2012 às 10:58:17

    Nossa cara... gostei a brava. Gostei

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFrancisca

    01-10-2012 às 10:57:34

    É mesmo né? Tem um visinha minha que tinha uma dessas no sotaõ. ainda vez muito dinheiro com uma caixinha de musica velhinha

    ¬ Responder
  • Bruno JorgeBruno Jorge

    01-10-2012 às 11:36:12

    Pois, nunca se sabe o que é que temos em casa não verdade. Obrigado pelo comentário Francisca

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMartins

    01-10-2012 às 10:56:10

    Muito engraçado e util esse texto bruno. Simples e fácil de entender. Gostei

    ¬ Responder

Comentários - Tesouros Escondidos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Manutenção Automovel

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Automóveis
Manutenção Automovel\"Rua
Faça você mesmo a revisão do seu automóvel e poupe dinheiro em oficinas. Primeiro verifique com a ajuda de outra pessoa a iluminação exterior. Uma pessoa fica no interior do carro e liga as luzes, verifique á frente os mínimos, os médios, os máximos e os piscas. Depois atrás verifique os mínimos os stop a marcha atrás e o farol de nevoeiro.

A seguir verifique a iluminação do interior do veículo e do painel de instrumentos e a afinação do travão de mão.

Agora está na hora de verificar os filtros de ar, gasóleo e habitáculo. Dependendo da utilização eles podem fazer em média 40.00km, se estiverem sujos substitua-os por novos.

A seguir vem a mudança do óleo este em geral pode-se retirar pelo bujão de vazamento do cárter, convém substituir a anilha e o filtro de óleo. O óleo novo deve respeitar as especificações do fabricante, verificar no livro de manual de utilizador do veículo os litros de óleo do motor. Meter o óleo novo pelo bucal superior do motor com a ajuda de um funil, o nível do óleo não pode ultrapassar o máximo. Se não sabe a quantidade de óleo deite 4 litros e depois verifique o nível pela vareta de verificação de nível e vá deitando até chegar ao nível certo.

Agora é preciso verificar as pastilhas de travões, hoje em dia como quase todos os veículos têm jantes especiais consegue verificar sem desmontar as rodas. Substituir se necessário as pastilhas, ao desmontar repare como desmonta para depois voltar a montar tudo de novo. Por fim verifique a pressão dos pneus com um manómetro, a pressão indicada varia de carro pra carro se não sabe a pressão indicada ponha 2.2bar que é em média a pressão que todos utilizam.

Convém dizer que qualquer material que precise basta procurar numa loja de peças auto próxima de si ou então encomendar via net pois existem vários sites especializados em peças e materiais de manutenção auto. Vai ver que não custa nada se eu aprendi você também pode aprender e além disso fica a conhecer melhor o seu carro.

Com isto tudo pode poupar em média 200€ por cada revisão.
Obrigado e até a próxima.

Outros textos do autor:
Manutenção Automovel

Pesquisar mais textos:

Vendas Online

Título:Manutenção Automovel

Autor:Vendas Online(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    17-06-2014 às 04:55:10

    Há inúmeros benefícios para fazer a manutenção do automóvel, pois isso garante melhor preservação do veículo e se prolonga o uso por muitos e muitos anos.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios